Daily Archives: 2012/10/02

O F-X2 foi adiado. De novo.

O programa F-X2 conheceu mais um adiamento. Com efeito, a presidente Dilma Rousseff anunciou que a seleção do aparelho vencedor para (pelo menos) meados de 2013…

Atualmente, os finalistas do concurso devem atualizar as suas propostas todos os seis meses sendo que o prazo atual termina em finais de dezembro de 2012. A Força Aérea Brasileira esperaria que este prazo fosse o último, mas agora, Rousseff parece ter deitado (mais um) balde água fria sobre as aspirações dos seus militares…

As razões para mais este adiamento parecem ser de ordem estritamente financeira e com a necessidade de Brasília de conter as despesas públicas e de manter a inflação sob controlo.

Atualmente, o concurso decorre entre o Rafale, o Super Hornet e o sueco Gripen NG. O vencedor ganhará a venda de um grupo inicial de 36 aparelhos, com possibilidade de crescer até aos 150 em troca de um valor inicial que oscilara entre os quatro e o sete mil milhões de dólares.

Fonte:
http://www.defpro.com/news/details/39684/

Anúncios
Categories: Brasil, DefenseNewsPt | 13 comentários

Jens Weidmann, o presidente do Bundesbank “é o pior banqueiro central do mundo”

Jens Weidmann (http://media.news.de)

Jens Weidmann (http://media.news.de)

A revista norte-americana “The Atlantic” diz que Jens Weidmann, o presidente do Bundesbank “é o pior banqueiro central do mundo” porque – desde logo – não sabe que “a alta generalizada dos preços pode fazer com que o custo da dívida pareça exagerado”. O autor do artigo, Matthew O’Brian, acrescenta ainda que “O presidente do Bundesbank não percebe factos elementares e acredita que os seus colegas personificam o diabo”.

O articulista chega a esta conclusão a partir de uma declaração do presidente do Bundesbank em que este diz que no passado vários países do mundo viveram com taxas de juro de 7% e que se hoje os países nessa situação a enfrentassem o mundo não estaria perante a iminência do desastre. O que esta eminência germana parece incapaz de perceber é que nesse mírifico “passado dourado” a inflação ou o crescimento do PIB eram proporcionalmente elevados.

A ignorância ou pura cegueira ideológica do homem que está à frente do mais influente Banco central europeu e que determina efetivamente a condução da política económica europeia explica porque chegamos a este ponto: a Europa não está em desnorte porque não tem liderança. Ela tem líderes, mas eles são imbecis altos e loiros que julgam que todos os povos do sul são constituídos por gastadores compulsivos que urge castigar de forma exemplar. Infelizmente, imbecil não é quem o pensa, nem diz. É quem o é. E Weidmman é-o.

Fonte:
http://www.jornaldenegocios.pt/home.php?template=SHOWNEWS_V2&id=581719

Categories: Economia, Política Internacional, Política Nacional, Portugal, união europeia | Deixe um comentário

O desprestígio inédito do atual Presidente da República Cavaco Silva devia ser alvo de reflexão urgente por parte da Sociedade Civil

O desprestigio inédito do atual Presidente da República Cavaco Silva devia ser alvo de reflexão urgente por parte da Sociedade Civil. O facto estranho de na sua reeleição terem sido recolhidos um número ineditamente baixo de votos e de agora este presidente ser vaiado e apupado em praticamente todas as suas aparições públicas devia merecer também outra reflexão, igualmente urgente.

A função presidencial está hoje seriamente erodida e não existem à vista formas de a regenerar, pelo menos não com as escassas funções efetivas que hoje lhe competem e não com a personalidade diminuída do atual detentor do cargo.

Prestigiar a importante função presidencial é assim um desígnio nacional potenciando o facto de ser o único cargo de eleição uninominal e – teoricamente – partidariamente independente. Simultaneamente, é também o cargo que maior sufrágio exige para recolher a função. Paradoxalmente, é também o cargo político mais esvaziado de responsabilidades e funções efetivas. Essa contradição fragiliza a representatividade democrática e afasta os eleitos dos eleitores. Urge repensar quer as funções presidenciais, quer o seu modelo eleitoral.

Ainda no âmbito desta necessária profunda reflexão sobre a natureza e eficácia da função presidencial é também preciso avaliar a criação de um mecanismo constitucional de “impeachment” por exemplo através de uma petição/subscrição com mais de 150 mil subscritores ou de um mecanismo parlamentar alternativo. A simples existência dessa possibilidade (atualmente inexistente) credibilizaria a instituição presidencial junto dos cidadãos, num movimento positivo que prestigiaria uma função que tanto tem sido prejudicada pelo atual detentor do cargo.

Categories: Economia, Sociedade, Sociedade Civil, Sociedade Portuguesa | 2 comentários

Site no WordPress.com.

Eleitores de Portugal (Associação Cívica)

Associação dedicada à divulgação e promoção da participação eleitoral e política dos cidadãos

Vizinhos em Lisboa

A Vizinhos em Lisboa tem em vista a representação e defesa dos interesses dos moradores residentes nas áreas, freguesias, bairros do concelho de Lisboa nas áreas de planeamento, urbanismo, valorização do património edificado, mobilidade, equipamentos, bem-estar, educação, defesa do património, ambiente e qualidade de vida.

Vizinhos do Areeiro

Núcleo do Areeiro da associação Vizinhos em Lisboa: Movimento de Vizinhos de causas locais e cidadania activa

Vizinhos do Bairro de São Miguel

Movimento informal, inorgânico e não-partidário (nem autárquico independente) de Vizinhos

TRAVÃO ao Alojamento Local

O Alojamento Local, o Uniplaces e a Gentrificação de Lisboa e Porto estão a destruir as cidades

Não aos Serviços de Valor Acrescentado nas Facturas de Comunicações !

Movimento informal de cidadãos contra os abusos dos SVA em facturas de operadores de comunicações

Vizinhos de Alvalade

Movimento informal, inorgânico e não-partidário (nem autárquico independente) de Vizinhos de Alvalade

anExplica

aprender e aprendendo

Subscrição Pública

Plataforma independente de participação cívica

Rede Vida

Just another WordPress.com weblog

Vizinhos do Areeiro

Movimento informal, inorgânico e não-partidário (nem autárquico independente) de Vizinhos do Areeiro

MDP: Movimento pela Democratização dos Partidos Políticos

Movimento apartidário e transpartidário de reforma da democracia interna nos partidos políticos portugueses

Operadores Marítimo-Turísticos de Cascais

Actividade dos Operadores Marítimo Turísticos de Cascais

MaisLisboa

Núcleo MaisDemocracia.org na Área Metropolitana de Lisboa

THE UNIVERSAL LANGUAGE UNITES AND CREATES EQUALITY

A new world with universal laws to own and to govern all with a universal language, a common civilsation and e-democratic culture.

looking beyond borders

foreign policy and global economy

O Futuro é a Liberdade

Discussões sobre Software Livre e Sociedade