Pedro Cipriano: “A capacidade de pensamento crítico sofreu um declínio durante o último século. (…) a disponibilidade de informação não parece contribuir para uma abertura de horizontes. É claro que a educação contribui de maneira decisiva para a castração do pensamento”

“A capacidade de pensamento crítico sofreu um declínio durante o último século. (…) a disponibilidade de informação não parece contribuir para uma abertura de horizontes. É claro que a educação contribui de maneira decisiva para a castração do pensamento (…) A religião, com os seus dogmas; a cultura, com a sua massificação; a sociedade com a sua alergia à mudança e a educação, com sua componente fortemente cartesiana, contribuem para o adormecimento das mentes, anestesiando-as para a realidade.”
Pedro Cipriano
Revista Nova Águia, número oito

A Educação e o sistema educativo têm, com efeito, contribuído para tornar a sociedade repetitiva, previsível e – globalmente – decadente. Em muitos campo, nos setores culturais e tecnológicos assiste-se já a uma certa estagnação e espírito de repetição e de baixa propensão para a inovação e para o risco, fenómenos que se registavam igualmente no Baixo Império Romano depois da pequena “idade de ouro” dos Antoninos e que indiciam que uma civilização entrou em fase de declínio…

O papel da Educação é aqui crucial: em lugar de formar excelentes memorizadores (ou cabuladores…) a Escola deve procurar estimular a inteligência e a criatividade, abandonar os programas extensos, a acumulação absurda de cadeiras e disciplinas concentrando-se no essencial: português e matemática e abrir o resto da carga horária letiva à descoberta e à criatividade.

Categories: Educação, Nova Águia, Portugal | 2 comentários

Navegação de artigos

2 thoughts on “Pedro Cipriano: “A capacidade de pensamento crítico sofreu um declínio durante o último século. (…) a disponibilidade de informação não parece contribuir para uma abertura de horizontes. É claro que a educação contribui de maneira decisiva para a castração do pensamento”

  1. Gisela

    Este problema é muito bem colocado, estamos perante uma involução da civilização que teve a educação como instrumento. Essa tomada de consciência deve ser levada a serio para colocarmos em prática propostas que já existem mas estão engavetadas ou localizadas em núcleos locais a título experimental, tais como: as propostas educacionais de Agostinho da Silva, a Escola da Ponte, o ensino terapêutico de Luciara Avelino etc.

    • A Educação é o Nó Gordio qur urge desatar… não ha duvidas de que a força de um sistema educativo forte e dinamico esteve sempre por deras de todas as grandes civilizacoes do passado, nem de que a presente bovinizacao da sociedade (pelo Medo e pela via dos Media de Massas) tem muito a ver com o presente estado de decadencia global.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

Site no WordPress.com.

Eleitores de Portugal (Associação Cívica)

Associação dedicada à divulgação e promoção da participação eleitoral e política dos cidadãos

Vizinhos em Lisboa

A Vizinhos em Lisboa tem em vista a representação e defesa dos interesses dos moradores residentes nas áreas, freguesias, bairros do concelho de Lisboa nas áreas de planeamento, urbanismo, valorização do património edificado, mobilidade, equipamentos, bem-estar, educação, defesa do património, ambiente e qualidade de vida.

Vizinhos do Areeiro

Núcleo do Areeiro da associação Vizinhos em Lisboa: Movimento de Vizinhos de causas locais e cidadania activa

Vizinhos do Bairro de São Miguel

Movimento informal, inorgânico e não-partidário (nem autárquico independente) de Vizinhos

TRAVÃO ao Alojamento Local

O Alojamento Local, o Uniplaces e a Gentrificação de Lisboa e Porto estão a destruir as cidades

Não aos Serviços de Valor Acrescentado nas Facturas de Comunicações !

Movimento informal de cidadãos contra os abusos dos SVA em facturas de operadores de comunicações

Vizinhos de Alvalade

Movimento informal, inorgânico e não-partidário (nem autárquico independente) de Vizinhos de Alvalade

anExplica

PEDAÇOS DE SABER

Subscrição Pública

Plataforma independente de participação cívica

Rede Vida

Just another WordPress.com weblog

Vizinhos do Areeiro

Movimento informal, inorgânico e não-partidário (nem autárquico independente) de Vizinhos do Areeiro

MDP: Movimento pela Democratização dos Partidos Políticos

Movimento apartidário e transpartidário de reforma da democracia interna nos partidos políticos portugueses

Operadores Marítimo-Turísticos de Cascais

Actividade dos Operadores Marítimo Turísticos de Cascais

MaisLisboa

Núcleo MaisDemocracia.org na Área Metropolitana de Lisboa

THE UNIVERSAL LANGUAGE UNITES AND CREATES EQUALITY

A new world with universal laws to own and to govern all with a universal language, a common civilsation and e-democratic culture.

looking beyond borders

foreign policy and global economy

<span>%d</span> bloggers like this: