Daily Archives: 2012/09/16

Cancelados todos os NPO2000 por construir, assim como as lanchas de fiscalização, mas o NavPol tem condições para avançar…

O Governo revogou o contrato de construção dos NPO2000 que a um custo de 50 milhões de euros cada deviam substituir os patrulhas e corvetas que com mais de 40 anos cumprem hoje de forma muito limitada as suas missões de vigilância e soberania no Mar português para grande gáudio das frotas espanholas de arrastões e dos traficantes internacionais de droga. Revogado foi também o contrato para a construção de cinco lanchas por cem milhões de euros que deveriam substituir os vetustos patrulhas da classe Cacine. Mantém-se apenas a finalização do segundo patrulha oceânico NRP Figueira da Foz, e do primeiro, o NRP Viana do Castelo, já na Marinha em 2011 mas ainda sob período de garantia. São assim cancelados os NRP Sines, Ponta Delgada, Funchal e Aveiro que estavam inicialmente planeados

Mas nem tudo são más notícias… o Governo aprovou a aquisição do projeto (por um máximo de 25.5 milhões de euros) do projeto do Navio Polivalente Logístico (NavPol), que os Estaleiros de Viana do Castela receberam da HDW como contrapartida dos dois submarinos. O NavPol, que agora dá finalmente um passo importante para o arranque da sua construção, será uma adição importante ao inventário da Marinha com os seus 162 metros de comprimento e capacidade para transportar até 650 fuzileiros, o navio será uma excelente plataforma de projeção de forças para missões humanitárias ou no estrangeiro, algo que que Portugal nunca teve no seu inventário e que está apenas ao dispor da maioria das grandes armadas do globo. Além da força embarcada de fuzileiros, o NavPol terá ainda até seis helicópteros Lynx e ate 22 viaturas ligeiras, podendo movimentar-se a uma velocidade máxima de 19 nós. Agora, Portugal tem este projeto… Veremos quando terá os 230 milhões de euros necessários à sua construção.

Fonte:
http://www.cmjornal.xl.pt/noticia.aspx?contentID=03448448-EA59-4C6B-9152-10294BEB53B0&channelID=00000021-0000-0000-0000-000000000021

Anúncios
Categories: DefenseNewsPt, Defesa Nacional, Política Nacional, Portugal | 2 comentários

Pedro Cipriano: “A capacidade de pensamento crítico sofreu um declínio durante o último século. (…) a disponibilidade de informação não parece contribuir para uma abertura de horizontes. É claro que a educação contribui de maneira decisiva para a castração do pensamento”

“A capacidade de pensamento crítico sofreu um declínio durante o último século. (…) a disponibilidade de informação não parece contribuir para uma abertura de horizontes. É claro que a educação contribui de maneira decisiva para a castração do pensamento (…) A religião, com os seus dogmas; a cultura, com a sua massificação; a sociedade com a sua alergia à mudança e a educação, com sua componente fortemente cartesiana, contribuem para o adormecimento das mentes, anestesiando-as para a realidade.”
Pedro Cipriano
Revista Nova Águia, número oito

A Educação e o sistema educativo têm, com efeito, contribuído para tornar a sociedade repetitiva, previsível e – globalmente – decadente. Em muitos campo, nos setores culturais e tecnológicos assiste-se já a uma certa estagnação e espírito de repetição e de baixa propensão para a inovação e para o risco, fenómenos que se registavam igualmente no Baixo Império Romano depois da pequena “idade de ouro” dos Antoninos e que indiciam que uma civilização entrou em fase de declínio…

O papel da Educação é aqui crucial: em lugar de formar excelentes memorizadores (ou cabuladores…) a Escola deve procurar estimular a inteligência e a criatividade, abandonar os programas extensos, a acumulação absurda de cadeiras e disciplinas concentrando-se no essencial: português e matemática e abrir o resto da carga horária letiva à descoberta e à criatividade.

Categories: Educação, Nova Águia, Portugal | 2 comentários

Site no WordPress.com.

Eleitores de Portugal (Associação Cívica)

Associação dedicada à divulgação e promoção da participação eleitoral e política dos cidadãos

Vizinhos em Lisboa

A Vizinhos em Lisboa tem em vista a representação e defesa dos interesses dos moradores residentes nas áreas, freguesias, bairros do concelho de Lisboa nas áreas de planeamento, urbanismo, valorização do património edificado, mobilidade, equipamentos, bem-estar, educação, defesa do património, ambiente e qualidade de vida.

Vizinhos do Areeiro

Núcleo do Areeiro da associação Vizinhos em Lisboa: Movimento de Vizinhos de causas locais e cidadania activa

Vizinhos do Bairro de São Miguel

Movimento informal, inorgânico e não-partidário (nem autárquico independente) de Vizinhos

TRAVÃO ao Alojamento Local

O Alojamento Local, o Uniplaces e a Gentrificação de Lisboa e Porto estão a destruir as cidades

Não aos Serviços de Valor Acrescentado nas Facturas de Comunicações !

Movimento informal de cidadãos contra os abusos dos SVA em facturas de operadores de comunicações

Vizinhos de Alvalade

Movimento informal, inorgânico e não-partidário (nem autárquico independente) de Vizinhos de Alvalade

anExplica

aprender e aprendendo

Subscrição Pública

Plataforma independente de participação cívica

Rede Vida

Just another WordPress.com weblog

Vizinhos do Areeiro

Movimento informal, inorgânico e não-partidário (nem autárquico independente) de Vizinhos do Areeiro

MDP: Movimento pela Democratização dos Partidos Políticos

Movimento apartidário e transpartidário de reforma da democracia interna nos partidos políticos portugueses

Operadores Marítimo-Turísticos de Cascais

Actividade dos Operadores Marítimo Turísticos de Cascais

MaisLisboa

Núcleo MaisDemocracia.org na Área Metropolitana de Lisboa

THE UNIVERSAL LANGUAGE UNITES AND CREATES EQUALITY

A new world with universal laws to own and to govern all with a universal language, a common civilsation and e-democratic culture.

looking beyond borders

foreign policy and global economy

O Futuro é a Liberdade

Discussões sobre Software Livre e Sociedade