Daily Archives: 2012/09/08

Em Defesa da Reestruturação da Dívida Externa Portuguesa

Portugal não tem condições para pagar a totalidade da sua dívida externa. Nem no capital em dívida nem quanto aos juros da mesma. A situação é conhecida por todos, mas até agora apenas se tem agido como se apenas os interesses dos credores devessem ser acautelados, dando cumprimento a um mandato da Troika que dominada pelos alemães se preocupa sobretudo em “punir” os países do sul, por a dado momento se terem julgado “ricos”. A lógica punitiva e paternalista da União Europeia (que domina a Troika em dois terços) leva à Depressão económica que hoje experimentamos e a números de desemprego que irão crescer até produzir uma deflagração de proporções sociais hoje difíceis de imaginar.

De permeio a toda esta atitude subserviente do “bom aluno” (muito Cavaquista) começam a surgir vozes dissonantes que já não temem usar a palavra tabu “reestruturação” da dívida. Um deles tem sido o deputado do PS Pedro Nuno Santos que ainda recentemente afirmou que “Portugal deve negociar a reestruturação da dívida com a Troika” e que “com a resposta política que está a ser dada ao país, não haverá alternativa à reestruturação da dívida. Toda a gente, mesmo na direita, defende A renegociação ou reestruturação. Quando se pede mais tempo, o que se está a pedir é uma renegociação dos termos do memorando. Não usam nunca a palavra não pagar ou reestruturar, mas gostavam de pagar menos juros.”

Este é o tabu que o Governo, subserviente canino dos ditames do norte da europa, os quais por sua vez, defendem cegamente os Grandes Interesses da Alta Finança (os Credores) e o Plano federalista de Bilderberg e do CFR: existem mais interesses além dos dos credores e um país soberano não pode estar disposto a aceitar em nome da defesa de interesses que não são os seus, mas que correspondem apenas aos interesses particulares e mesquinhos de umas quantas centenas de indivíduos. O Risco assumido por qualquer emprestador quando realiza empréstimos tem que ser encaixado e assumido e neste caso concreto, Portugal deve recusar pagar aquela parte da sua dívida que é impagável: recusar juros especulativos e auditar cuidadosamente toda a divida externa, recusando pagar aquela que teve fins mafiosos ou de duvidosa utilidade. A Reestruturação Parcial da dívida externa (pública e privada) é cada vez a única saída. Por muito medo que essa palavra meta à maioria dos homens do bi-partido PS-PSD.

Fonte:
http://www.dn.pt/politica/interior.aspx?content_id=2746252

Anúncios
Categories: Uncategorized | Deixe um comentário

Ligações externas para agregadores nacionais de associações cívicas ativas em Portugal

Eis algumas ligações externas para agregadores nacionais de associações cívicas ativas em Portugal.

A quem precisar…

Páginas Amarelas:
http://www.pai.pt/q/business/advanced/what/Associa%C3%A7%C3%B5es/?contentErrorLinkEnabled=true

ACIDI:
http://www.oi.acidi.gov.pt/modules.php?name=Content&pa=showpage&pid=9

Setúbal:
http://www.gov-civil-setubal.pt/dynamic-media/associa/assoc_setubal.pdf

http://www.eco-gaia.net/forum-pt/index.php?topic=769.0

Monção:
http://www.cm-moncao.pt/portal/page/moncao/portal_municipal/Cultura/colectividades/Lista%20de%20Associa%E7%F5es%20de%20Mon%E7%E3o.pdf

Oeste:
http://www.airo.pt/Contacts/?x=10

associações empresariais:
http://saldopositivo.cgd.pt/empresas/associacoes-empresariais/

Uminho
http://www.uminho.pt/inovar-empreender/participadas/lista-de-participadas#APSFL

confap:
http://www.confap.pt/confap.php?pagina=associados

Outras:
http://nautilus.fis.uc.pt/roteiro/associacoes.htm
http://www.cnj.pt/index.php?option=com_content&view=article&id=36&Itemid=48
http://www.fnaj.pt/index.php
http://pt.wikipedia.org/wiki/Categoria:Associa%C3%A7%C3%B5es_de_Portugal

http://www.cylex.pt/associa%C3%A7%C3%B5es.html

http://www.turismodeportugal.pt/Portugu%C3%AAs/Proturismo/contactosuteis/Pages/AssociacoesNacionais.aspx
http://imigrantes.no.sapo.pt/page2comunidades1.html
http://www.portaldaempresa.pt/CVE/pt/Directorios/AssociacoesEmpresariais/
http://www.portugal-luso.eu/pt/00027_associacoes/
http://guinebissaudocs.wordpress.com/associacoes-guineenses-em-portugal/
http://www.acidi.gov.pt/es-imigrante/informacao/associacoes-de-imigrantes-em-portugal
http://www.humanitas.org.pt/site/attachments/033_Associa%C3%A7%C3%B5es%20Nacionais.pdf
http://www.encontra-me.org/lista_associacoes
http://www.linguateca.pt/assoc.html
http://www.tecnet.pt/portugal/42823.html
http://www.guiadacidade.pt/pt/empresas/tipo/61/associacoes-e-movimentos

Categories: Portugal, Sociedade Civil | Deixe um comentário

Site no WordPress.com.

Eleitores de Portugal (Associação Cívica)

Associação dedicada à divulgação e promoção da participação eleitoral e política dos cidadãos

Vizinhos em Lisboa

A Vizinhos em Lisboa tem em vista a representação e defesa dos interesses dos moradores residentes nas áreas, freguesias, bairros do concelho de Lisboa nas áreas de planeamento, urbanismo, valorização do património edificado, mobilidade, equipamentos, bem-estar, educação, defesa do património, ambiente e qualidade de vida.

Vizinhos do Areeiro

Núcleo do Areeiro da associação Vizinhos em Lisboa: Movimento de Vizinhos de causas locais e cidadania activa

Vizinhos do Bairro de São Miguel

Movimento informal, inorgânico e não-partidário (nem autárquico independente) de Vizinhos

TRAVÃO ao Alojamento Local

O Alojamento Local, o Uniplaces e a Gentrificação de Lisboa e Porto estão a destruir as cidades

Não aos Serviços de Valor Acrescentado nas Facturas de Comunicações !

Movimento informal de cidadãos contra os abusos dos SVA em facturas de operadores de comunicações

Vizinhos de Alvalade

Movimento informal, inorgânico e não-partidário (nem autárquico independente) de Vizinhos de Alvalade

anExplica

aprender e aprendendo

Subscrição Pública

Plataforma independente de participação cívica

Rede Vida

Just another WordPress.com weblog

Vizinhos do Areeiro

Movimento informal, inorgânico e não-partidário (nem autárquico independente) de Vizinhos do Areeiro

MDP: Movimento pela Democratização dos Partidos Políticos

Movimento apartidário e transpartidário de reforma da democracia interna nos partidos políticos portugueses

Operadores Marítimo-Turísticos de Cascais

Actividade dos Operadores Marítimo Turísticos de Cascais

MaisLisboa

Núcleo MaisDemocracia.org na Área Metropolitana de Lisboa

THE UNIVERSAL LANGUAGE UNITES AND CREATES EQUALITY

A new world with universal laws to own and to govern all with a universal language, a common civilsation and e-democratic culture.

looking beyond borders

foreign policy and global economy

O Futuro é a Liberdade

Discussões sobre Software Livre e Sociedade