Daily Archives: 2012/09/08

Em Defesa da Reestruturação da Dívida Externa Portuguesa

Portugal não tem condições para pagar a totalidade da sua dívida externa. Nem no capital em dívida nem quanto aos juros da mesma. A situação é conhecida por todos, mas até agora apenas se tem agido como se apenas os interesses dos credores devessem ser acautelados, dando cumprimento a um mandato da Troika que dominada pelos alemães se preocupa sobretudo em “punir” os países do sul, por a dado momento se terem julgado “ricos”. A lógica punitiva e paternalista da União Europeia (que domina a Troika em dois terços) leva à Depressão económica que hoje experimentamos e a números de desemprego que irão crescer até produzir uma deflagração de proporções sociais hoje difíceis de imaginar.

De permeio a toda esta atitude subserviente do “bom aluno” (muito Cavaquista) começam a surgir vozes dissonantes que já não temem usar a palavra tabu “reestruturação” da dívida. Um deles tem sido o deputado do PS Pedro Nuno Santos que ainda recentemente afirmou que “Portugal deve negociar a reestruturação da dívida com a Troika” e que “com a resposta política que está a ser dada ao país, não haverá alternativa à reestruturação da dívida. Toda a gente, mesmo na direita, defende A renegociação ou reestruturação. Quando se pede mais tempo, o que se está a pedir é uma renegociação dos termos do memorando. Não usam nunca a palavra não pagar ou reestruturar, mas gostavam de pagar menos juros.”

Este é o tabu que o Governo, subserviente canino dos ditames do norte da europa, os quais por sua vez, defendem cegamente os Grandes Interesses da Alta Finança (os Credores) e o Plano federalista de Bilderberg e do CFR: existem mais interesses além dos dos credores e um país soberano não pode estar disposto a aceitar em nome da defesa de interesses que não são os seus, mas que correspondem apenas aos interesses particulares e mesquinhos de umas quantas centenas de indivíduos. O Risco assumido por qualquer emprestador quando realiza empréstimos tem que ser encaixado e assumido e neste caso concreto, Portugal deve recusar pagar aquela parte da sua dívida que é impagável: recusar juros especulativos e auditar cuidadosamente toda a divida externa, recusando pagar aquela que teve fins mafiosos ou de duvidosa utilidade. A Reestruturação Parcial da dívida externa (pública e privada) é cada vez a única saída. Por muito medo que essa palavra meta à maioria dos homens do bi-partido PS-PSD.

Fonte:
http://www.dn.pt/politica/interior.aspx?content_id=2746252

Categories: Uncategorized | Deixe um comentário

Ligações externas para agregadores nacionais de associações cívicas ativas em Portugal

Eis algumas ligações externas para agregadores nacionais de associações cívicas ativas em Portugal.

A quem precisar…

Páginas Amarelas:
http://www.pai.pt/q/business/advanced/what/Associa%C3%A7%C3%B5es/?contentErrorLinkEnabled=true

ACIDI:
http://www.oi.acidi.gov.pt/modules.php?name=Content&pa=showpage&pid=9

Setúbal:
http://www.gov-civil-setubal.pt/dynamic-media/associa/assoc_setubal.pdf

http://www.eco-gaia.net/forum-pt/index.php?topic=769.0

Monção:
http://www.cm-moncao.pt/portal/page/moncao/portal_municipal/Cultura/colectividades/Lista%20de%20Associa%E7%F5es%20de%20Mon%E7%E3o.pdf

Oeste:
http://www.airo.pt/Contacts/?x=10

associações empresariais:
http://saldopositivo.cgd.pt/empresas/associacoes-empresariais/

Uminho
http://www.uminho.pt/inovar-empreender/participadas/lista-de-participadas#APSFL

confap:
http://www.confap.pt/confap.php?pagina=associados

Outras:
http://nautilus.fis.uc.pt/roteiro/associacoes.htm
http://www.cnj.pt/index.php?option=com_content&view=article&id=36&Itemid=48
http://www.fnaj.pt/index.php
http://pt.wikipedia.org/wiki/Categoria:Associa%C3%A7%C3%B5es_de_Portugal

http://www.cylex.pt/associa%C3%A7%C3%B5es.html

http://www.turismodeportugal.pt/Portugu%C3%AAs/Proturismo/contactosuteis/Pages/AssociacoesNacionais.aspx
http://imigrantes.no.sapo.pt/page2comunidades1.html
http://www.portaldaempresa.pt/CVE/pt/Directorios/AssociacoesEmpresariais/
http://www.portugal-luso.eu/pt/00027_associacoes/
http://guinebissaudocs.wordpress.com/associacoes-guineenses-em-portugal/
http://www.acidi.gov.pt/es-imigrante/informacao/associacoes-de-imigrantes-em-portugal
http://www.humanitas.org.pt/site/attachments/033_Associa%C3%A7%C3%B5es%20Nacionais.pdf
http://www.encontra-me.org/lista_associacoes
http://www.linguateca.pt/assoc.html
http://www.tecnet.pt/portugal/42823.html
http://www.guiadacidade.pt/pt/empresas/tipo/61/associacoes-e-movimentos

Categories: Portugal, Sociedade Civil | Deixe um comentário

Site no WordPress.com.

Eleitores de Portugal (Associação Cívica)

Associação dedicada à divulgação e promoção da participação eleitoral e política dos cidadãos

Vizinhos em Lisboa

A Vizinhos em Lisboa tem em vista a representação e defesa dos interesses dos moradores residentes nas áreas, freguesias, bairros do concelho de Lisboa nas áreas de planeamento, urbanismo, valorização do património edificado, mobilidade, equipamentos, bem-estar, educação, defesa do património, ambiente e qualidade de vida.

Vizinhos do Areeiro

Núcleo do Areeiro da associação Vizinhos em Lisboa: Movimento de Vizinhos de causas locais e cidadania activa

Vizinhos do Bairro de São Miguel

Movimento informal, inorgânico e não-partidário (nem autárquico independente) de Vizinhos

TRAVÃO ao Alojamento Local

O Alojamento Local, o Uniplaces e a Gentrificação de Lisboa e Porto estão a destruir as cidades

Não aos Serviços de Valor Acrescentado nas Facturas de Comunicações !

Movimento informal de cidadãos contra os abusos dos SVA em facturas de operadores de comunicações

Vizinhos de Alvalade

Movimento informal, inorgânico e não-partidário (nem autárquico independente) de Vizinhos de Alvalade

anExplica

PEDAÇOS DE SABER

Subscrição Pública

Plataforma independente de participação cívica

Rede Vida

Just another WordPress.com weblog

Vizinhos do Areeiro

Movimento informal, inorgânico e não-partidário (nem autárquico independente) de Vizinhos do Areeiro

MDP: Movimento pela Democratização dos Partidos Políticos

Movimento apartidário e transpartidário de reforma da democracia interna nos partidos políticos portugueses

Operadores Marítimo-Turísticos de Cascais

Actividade dos Operadores Marítimo Turísticos de Cascais

MaisLisboa

Núcleo MaisDemocracia.org na Área Metropolitana de Lisboa

THE UNIVERSAL LANGUAGE UNITES AND CREATES EQUALITY

A new world with universal laws to own and to govern all with a universal language, a common civilsation and e-democratic culture.

looking beyond borders

foreign policy and global economy