“Demonstrações de protesto e de cólera acompanham os governantes, para onde quer que vão. O Presidente da República não escapa à ira”

“Demonstrações de protesto e de cólera acompanham os governantes, para onde quer que vão. O Presidente da República não escapa à ira. É refém da teia reticular com a qual se cumpliciou, esquecendo os compromissos de honra e a qualidade imparcial das funções que exerce. As vaias de que é objeto representam não só um ricochete pelas conivências em que se enredou, mas uma acusação reiterada às máscaras sob as quais se pretende ocultar.”

Baptista-Bastos
Diário de Notícias
11 de julho de 2012

Não tenho dúvidas (seria preciso que fosse muito ingénuo…) de que uma boa percentagem destas manifestacoes anti-governo e anti-cavaco são organizadas por núcleos locais do PCP… mas esta é a parte organizada do fenómeno. Existe um outro segmento – desorganizado e caótico – desta contestação que é cada vez mais forte e que escapa ao controlo direto dos partidos convencionais.

Este “descontentamento surdo” ainda está muito desfocado e desorganizado mas começa a permear todos os segmentos da sociedade, devido à multiplicacao dos números do desemprego. Este descontentamento perdeu o contraponto de uma presidencia capaz e ativa (ao eleger o dormente e inepto cavaco silva), ao permitir que este fosse eleito, apesar de uma abstenção histórica. Agora, com os partidos políticos desprestigiados, com uma presidencia inoperante (mas gastadora) os portugueses não se reconhecem na classe politica que os rege… e esta separação ainda pode ter consequencias dramáticas na nossa sociedade.

Anúncios
Categories: Política Nacional, Portugal | 5 comentários

Navegação de artigos

5 thoughts on ““Demonstrações de protesto e de cólera acompanham os governantes, para onde quer que vão. O Presidente da República não escapa à ira”

  1. otusscops

    Cagão Silva.
    (não tenho mais nada para dizer deste estafermo – hoje)

    • Ate quando mesmo é que o vamos aturar?…
      Ps; tendo em conta a gravidade da crise nao se iomporia uma declaração da presidencia comunicando um corte num orcamento que é quatro vezes maior que o rei de espanha?…

      • CP

        até quando, se ele não se borrar muito até ao fim do mandato… foi eleito com legitimidade democrática, cumprindo as regras mínimas.

        sobre o teu post scriptum, é uma questão pertinente mas a comparação com monarquias é um pouco perigoso.
        em primeiro lugar, os reizinhos tem muito património próprio, podem dar-se ao luxo de inventar que agora recebem menos.
        e o Presidente da República (seja ele qual for) tem funções institucionais e constitucionais, é um jogador activo no tabuleiro político.
        os reizinhos não.
        logo, há que ver os desperdícios da Presidência, sem dúvida, mas fazer comparações directas não é correcto, é como comparar uma mota com um automóvel…

        • Este presidente (p pequeno) é tudo menos ativo. A sua funcao e a sua capacidade mental faz dele pouco menos que um vegetal falante.
          É o pior presidente que poderiamos ter naquela que é a mais grave crise financeira dos últimos cem anos.

          • Cagão Silva é para mim o representante máximo de todo este sistema.
            pior que ele é quem continua a votar nele.
            e mais, foi ele o instigador do (des)AO).
            a Maria dele foi quem o aconselhou, está tudo dito.
            não lhe bastou destruir a nossa soberania económica, alimentar e política (aqui “o bom aluno” não podia fazer muito, mas nunca se soube de uma discordância dele nas cimeiras europeias da altura) como quis destruir a nossa soberania cultural e histórica por via do malfadado (des)AO90.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

Create a free website or blog at WordPress.com.

Eleitores de Portugal (Associação Cívica)

Associação dedicada à divulgação e promoção da participação eleitoral e política dos cidadãos

Vizinhos em Lisboa

A Vizinhos em Lisboa tem em vista a representação e defesa dos interesses dos moradores residentes nas áreas, freguesias, bairros do concelho de Lisboa nas áreas de planeamento, urbanismo, valorização do património edificado, mobilidade, equipamentos, bem-estar, educação, defesa do património, ambiente e qualidade de vida.

Vizinhos do Areeiro

Núcleo do Areeiro da associação Vizinhos em Lisboa: Movimento de Vizinhos de causas locais e cidadania activa

Vizinhos do Bairro de São Miguel

Movimento informal, inorgânico e não-partidário (nem autárquico independente) de Vizinhos

TRAVÃO ao Alojamento Local

O Alojamento Local, o Uniplaces e a Gentrificação de Lisboa e Porto estão a destruir as cidades

Não aos Serviços de Valor Acrescentado nas Facturas de Comunicações !

Movimento informal de cidadãos contra os abusos dos SVA em facturas de operadores de comunicações

Vizinhos de Alvalade

Movimento informal, inorgânico e não-partidário (nem autárquico independente) de Vizinhos de Alvalade

anExplica

aprender e aprendendo

Subscrição Pública

Plataforma independente de participação cívica

Rede Vida

Just another WordPress.com weblog

Vizinhos do Areeiro

Movimento informal, inorgânico e não-partidário (nem autárquico independente) de Vizinhos do Areeiro

MDP: Movimento pela Democratização dos Partidos Políticos

Movimento apartidário e transpartidário de reforma da democracia interna nos partidos políticos portugueses

Operadores Marítimo-Turísticos de Cascais

Actividade dos Operadores Marítimo Turísticos de Cascais

MaisLisboa

Núcleo MaisDemocracia.org na Área Metropolitana de Lisboa

THE UNIVERSAL LANGUAGE UNITES AND CREATES EQUALITY

A new world with universal laws to own and to govern all with a universal language, a common civilsation and e-democratic culture.

looking beyond borders

foreign policy and global economy

O Futuro é a Liberdade

Discussões sobre Software Livre e Sociedade

%d bloggers like this: