A França prossegue a sua retirada militar do Afeganistão

A França prossegue a sua retirada militar do Afeganistão. No dia 11 de julho, foi realizada a última patrulha aérea, realizada por dois Mirage 2000D, lançada para proteger um comboio da coligação na província de Farah.

Os primeiros aparelhos franceses chegaram ao Afeganistão a 23 de outubro de 2001 para realizarem missões de reconhecimento. Inicialmente operavam a partir de bases aéreas no Golfo Pérsico. A partir de 2006 basearam-se em Kandahar. No Afeganistão, a França utilizou aviões Mirage 2000D, Mirage F1 CR, Rafale e, até, aviões da Marinha do tipo Super Etendard. Desde 2001, o tipo de missões foi mudando, acrescendo às de reconhecimento, o apoio aéreo, presença aérea e vigilância de área.

No total, os aviões franceses realizaram mais de 7200 saídas, tendo sido 380 missões de combate efetivo.

Fonte:
http://www.defense.gouv.fr/operations/afghanistan/actualites/afghanistan-derniere-mission-pour-les-avions-de-combat-francais

Categories: DefenseNewsPt, Política Internacional | Etiquetas: , | 3 comentários

Navegação de artigos

3 thoughts on “A França prossegue a sua retirada militar do Afeganistão

  1. Riquepqd

    Depois de um tempo de ter dado baixa da Brigada de Infantaria Para-quedista, em 2005, eu quase fui pra França me alistar na Legião Estrangeira.

    Mas aí minha mulher ficou grávida então desisti de ir.

    Já tinha sondado quais eram os testes físicos de entrada para me preparar, e inclusive decorado o texto para falar depois de chegar à Paris:

    Je suis un ancien membre de la Brigade de Parachutistes d’Infanterie de l’Armée Brésilienne et je tiens à s’enrôler dans la Légion Étrangère Française.

    S’il vous plaît comment puis-je obtenir à Aubagne?

    A ideia era me juntar à tropa de elite da Legião, o 2º Regimento Estrangeiro de Paraquedistas que fica baseado em Calvi na Córsega, e depois de lutar no Afeganistão, queria ficar pela França mesmo ou pedir transferência para Korou, na Guiana Francesa, para ficar “menos longe” dos meus familiares no Rio de Janeiro.

    Mas desisti por causa do meu filho e não me arrependo.

    Há, e sobre o assunto do post… A França faz bem, acho que gastar dinheiro com guerras em longínquos países do oriente médio é uma coisa que nenhum país ocidental pode se dar ao luxo de fazer.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

Create a free website or blog at WordPress.com.

Eleitores de Portugal (Associação Cívica)

Associação dedicada à divulgação e promoção da participação eleitoral e política dos cidadãos

Vizinhos em Lisboa

A Vizinhos em Lisboa tem em vista a representação e defesa dos interesses dos moradores residentes nas áreas, freguesias, bairros do concelho de Lisboa nas áreas de planeamento, urbanismo, valorização do património edificado, mobilidade, equipamentos, bem-estar, educação, defesa do património, ambiente e qualidade de vida.

Vizinhos do Areeiro

Núcleo do Areeiro da associação Vizinhos em Lisboa: Movimento de Vizinhos de causas locais e cidadania activa

Vizinhos do Bairro de São Miguel

Movimento informal, inorgânico e não-partidário (nem autárquico independente) de Vizinhos

TRAVÃO ao Alojamento Local

O Alojamento Local, o Uniplaces e a Gentrificação de Lisboa e Porto estão a destruir as cidades

Não aos Serviços de Valor Acrescentado nas Facturas de Comunicações !

Movimento informal de cidadãos contra os abusos dos SVA em facturas de operadores de comunicações

Vizinhos de Alvalade

Movimento informal, inorgânico e não-partidário (nem autárquico independente) de Vizinhos de Alvalade

anExplica

aprender e aprendendo

Subscrição Pública

Plataforma independente de participação cívica

Rede Vida

Just another WordPress.com weblog

Vizinhos do Areeiro

Movimento informal, inorgânico e não-partidário (nem autárquico independente) de Vizinhos do Areeiro

MDP: Movimento pela Democratização dos Partidos Políticos

Movimento apartidário e transpartidário de reforma da democracia interna nos partidos políticos portugueses

Operadores Marítimo-Turísticos de Cascais

Actividade dos Operadores Marítimo Turísticos de Cascais

MaisLisboa

Núcleo MaisDemocracia.org na Área Metropolitana de Lisboa

THE UNIVERSAL LANGUAGE UNITES AND CREATES EQUALITY

A new world with universal laws to own and to govern all with a universal language, a common civilsation and e-democratic culture.

looking beyond borders

foreign policy and global economy

O Futuro é a Liberdade

Discussões sobre Software Livre e Sociedade

%d bloggers like this: