Daily Archives: 2012/07/20

Omã está a ponderar adquirir aviões Eurofighter Typhoon ou JAS 39 Gripen

F-16 Block 50 da Força Áerea de Omã (http://www.arabianaerospace.aero)

F-16 Block 50 da Força Áerea de Omã (http://www.arabianaerospace.aero)

A Força Aérea de Omã opera atualmente 12 aviões 12 F-16 Block 50: 8 F-16Cs e 4 F-16Ds, aviões que começaram a ser entregues pelos EUA a partir de 2005. Além destes aparelhos, Omã utiliza igualmente 18 aviões de ataque Jaguar e 15 treinadores Hawk 203.

Omã deu início há alguns meses ao processo de substituição dos seus Jaguar e decorre neste momento a consulta por substitutos de 4+ geração. Sobre a mesa estão atualmente o Eurofighter Typhoon e o JAS 39 Gripen. Além deste projeto este Estado do Golfo encetou igualmente o projeto de aquisição de um conjunto adicional de 18 F-16 aos EUA. No total, esta pequena nação árabe com pouco mais de 2,7 milhões de habitantes deterá no futuro próximo uma força aérea de qualidade muito respeitável, como aliás é sua tradição desde a independência do Reino Unido e como se justifica pela importância estratégica do seu território (situado na entrada o Golfo Pérsico, por onde passa mais de 20% de todo o petróleo do mundo) e pela proximidade do turbulento Irão…

Fonte:
http://www.defenseindustrydaily.com/Oman-Looks-to-Replace-Its-Jaguar-Jets-06503/
http://en.wikipedia.org/wiki/BAE_Systems_Hawk

Anúncios
Categories: DefenseNewsPt, Política Internacional | 21 comentários

António Sérgio: “Supusemos que todo o progresso económico estava em construir estradas e caminhos-de-ferro (…) Não pensamos que as facilidades da viação, se favoreciam a corrente de saída dos produtos indígenas, favoreciam igualmente a corrente de entrada dos forasteiros, determinando internacionalmente condições de concorrência para que não estávamos preparados”

António Sérgio (http://www.searanova.publ.pt)

António Sérgio (http://www.searanova.publ.pt)

“Supusemos que todo o progresso económico estava em construir estradas e caminhos-de-ferro (…) Não pensámos que as facilidades da viação, se favoreciam a corrente de saída dos produtos indígenas, favoreciam igualmente a corrente de entrada dos forasteiros, determinando internacionalmente condições de concorrência para que não estávamos preparados.”
António Sérgio

Escritas na década de cinquenta do século passado, estas palavras deste insigne membro da Renascença Portuguesa continuam – assustadoramente – válidas. A embriaguez anti-patriótica do betão do Cavaquismo e da destruição das pescas e da agricultura abriram espaço às importações europeias que destruíram muito emprego e produção em Portugal.

Hoje, temos um país improdutivo, impossivelmente endividado e incapaz de honrar os seus compromissos. Somos criticados por fomos “gastadores”, deixando-nos abundantes adjetivos os povos do norte, a começar por alemães, holandeses e finlandeses, quando se fomos devedores, o fomos apenas porque houve credores irresponsáveis que lucraram bons juros connosco e sem o justo risco que deve sempre remunerar esses lucros.

Urge reconstruir Portugal e isso não será feito pelas estradas, auto-estradas ou caminhos de ferro de alta ou baixa velocidade.  Essa reconstrução será feita pelo desenvolvimento da produção local para consumo local, pelo aprofundamento dos laços económicos, sociais e culturais com o espaço lusófono e pela libertação das grilhetas castradoras que nos prendem imperialmente ao norte da Europa.

Já aderiu à http://www.facebook.com/PeticaoMaisCemMilPelaDemissaoDeCavacoSilva ?

Categories: Economia, História, Política Nacional, Portugal | Deixe um comentário

Site no WordPress.com.

Eleitores de Portugal (Associação Cívica)

Associação dedicada à divulgação e promoção da participação eleitoral e política dos cidadãos

Vizinhos em Lisboa

A Vizinhos em Lisboa tem em vista a representação e defesa dos interesses dos moradores residentes nas áreas, freguesias, bairros do concelho de Lisboa nas áreas de planeamento, urbanismo, valorização do património edificado, mobilidade, equipamentos, bem-estar, educação, defesa do património, ambiente e qualidade de vida.

Vizinhos do Areeiro

Núcleo do Areeiro da associação Vizinhos em Lisboa: Movimento de Vizinhos de causas locais e cidadania activa

Vizinhos do Bairro de São Miguel

Movimento informal, inorgânico e não-partidário (nem autárquico independente) de Vizinhos

TRAVÃO ao Alojamento Local

O Alojamento Local, o Uniplaces e a Gentrificação de Lisboa e Porto estão a destruir as cidades

Não aos Serviços de Valor Acrescentado nas Facturas de Comunicações !

Movimento informal de cidadãos contra os abusos dos SVA em facturas de operadores de comunicações

Vizinhos de Alvalade

Movimento informal, inorgânico e não-partidário (nem autárquico independente) de Vizinhos de Alvalade

anExplica

aprender e aprendendo

Subscrição Pública

Plataforma independente de participação cívica

Rede Vida

Just another WordPress.com weblog

Vizinhos do Areeiro

Movimento informal, inorgânico e não-partidário (nem autárquico independente) de Vizinhos do Areeiro

MDP: Movimento pela Democratização dos Partidos Políticos

Movimento apartidário e transpartidário de reforma da democracia interna nos partidos políticos portugueses

Operadores Marítimo-Turísticos de Cascais

Actividade dos Operadores Marítimo Turísticos de Cascais

MaisLisboa

Núcleo MaisDemocracia.org na Área Metropolitana de Lisboa

THE UNIVERSAL LANGUAGE UNITES AND CREATES EQUALITY

A new world with universal laws to own and to govern all with a universal language, a common civilsation and e-democratic culture.

looking beyond borders

foreign policy and global economy

O Futuro é a Liberdade

Discussões sobre Software Livre e Sociedade