“Até nos resgates financeiros a Europa um princípio escrito por George Orwell no Triunfo dos Porcos: todos são iguais, mas uns são mais iguais que outros”

“Até nos resgates financeiros a Europa um princípio escrito por George Orwell no Triunfo dos Porcos: todos são iguais, mas uns são mais iguais que outros. A ajuda a Espanha é mais favorável do que o apoio a Portugal. O empréstimo de cem mil milhões à Banca espanhola, à taxa de juro de 3%, não obriga à draconiana austeridade portuguesa, com exames regulares.” (…) “não há razões para o resgate dos vizinhos ser melhor que o nosso.”
Armando Esteves Pereira
11 de junho de 2012
Correio da Manhã

Ainda não se conheciam os detalhes do resgate espanhol e já o Primeiro Ministro Passos Coelho vinha repetir o seu estafado mantra: “não renegociamos”. Passos Coelho deu assim mostras de uma teimosia e de um autismo que tem um – je ne sais pas quois – de socrático, já que os irlandeses (menos socráticos que Passos) se apressaram a vir a terreno anunciar que queriam as mesmas condições muito favoráveis dos espanhóis.

As condições do empréstimos português são absurdas: a “ajuda” cobra juros agiotas, muito superiores aos dos resgate espanhol e, sobretudo, exigindo um pagamento num prazo mais compacto… e, sobretudo, os espanhóis não terão associado a este resgate nenhum pacote adicional de austeridade.

Obviamente, agora, com o exemplo espanhol, há que renegociar o empréstimo português. A única razão para não o fazer passa por este estar a ser usado (e a austeridade que lhe está associada) como pretexto para neoliberalizar a nossa sociedade e destruir o Estado Social…

Categories: Economia, Europa e União Europeia | Etiquetas: | Deixe um comentário

Navegação de artigos

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

Site no WordPress.com.

Eleitores de Portugal (Associação Cívica)

Associação dedicada à divulgação e promoção da participação eleitoral e política dos cidadãos

Vizinhos em Lisboa

A Vizinhos em Lisboa tem em vista a representação e defesa dos interesses dos moradores residentes nas áreas, freguesias, bairros do concelho de Lisboa nas áreas de planeamento, urbanismo, valorização do património edificado, mobilidade, equipamentos, bem-estar, educação, defesa do património, ambiente e qualidade de vida.

Vizinhos do Areeiro

Núcleo do Areeiro da associação Vizinhos em Lisboa: Movimento de Vizinhos de causas locais e cidadania activa

Vizinhos do Bairro de São Miguel

Movimento informal, inorgânico e não-partidário (nem autárquico independente) de Vizinhos

TRAVÃO ao Alojamento Local

O Alojamento Local, o Uniplaces e a Gentrificação de Lisboa e Porto estão a destruir as cidades

Não aos Serviços de Valor Acrescentado nas Facturas de Comunicações !

Movimento informal de cidadãos contra os abusos dos SVA em facturas de operadores de comunicações

Vizinhos de Alvalade

Movimento informal, inorgânico e não-partidário (nem autárquico independente) de Vizinhos de Alvalade

anExplica

PEDAÇOS DE SABER

Subscrição Pública

Plataforma independente de participação cívica

Rede Vida

Just another WordPress.com weblog

Vizinhos do Areeiro

Movimento informal, inorgânico e não-partidário (nem autárquico independente) de Vizinhos do Areeiro

MDP: Movimento pela Democratização dos Partidos Políticos

Movimento apartidário e transpartidário de reforma da democracia interna nos partidos políticos portugueses

Operadores Marítimo-Turísticos de Cascais

Actividade dos Operadores Marítimo Turísticos de Cascais

MaisLisboa

Núcleo MaisDemocracia.org na Área Metropolitana de Lisboa

THE UNIVERSAL LANGUAGE UNITES AND CREATES EQUALITY

A new world with universal laws to own and to govern all with a universal language, a common civilsation and e-democratic culture.

looking beyond borders

foreign policy and global economy

<span>%d</span> bloggers like this: