A Endesa e a EDP fazem chantagem a Portugal

O sabujo dos malfeitores da Endesa em Portugal (http://images.dinheirovivo.pt)

O sabujo dos malfeitores da Endesa em Portugal (http://images.dinheirovivo.pt)

A reação das empresas elétricas chinesas (REN e EDP) e castelhanas (Endesa) operando em Portugal e explorando até ao tutano o Estado e os cidadãos portugueses por via de contratos criminosos negociados pelo anterior executivo está a expor aquilo que são: monstros.

Encostadas à parede pela pressão da Troika que exige um ajustamento racional das rendas excessivas das elétricas estas empresas embarcam a pleno no curso do chantagista mais abjeto e peganhento tendo a ousadia de ameaçarem um Estado soberano com cortes na produção de energia em Portugal e criando assim riscos muito sérios de apagões em escala e de uma proporção difícil de imaginar.

Perante uma enormidade em rendas excessivas que se aproxima dos dois mil milhões de euros anuais, o ministério da economia promete cortar apenas pouco menos de 190 milhões… pouco, por comparação ao que devia ser cortado, mas demais para estas arrogantes empresas, tendo à cabeça a mais arrogante de todas, a castelhana Endesa.

A Endesa (onde pontifica o torpe Pina Moura) encaixa uns confortáveis 16 milhões de euros por anos como “garantia de potência disponibilizada pela central de ciclo combinado” na central a gás natural do Pego, em Abrantes ameaça fechar a central, uma central que produz perto de 15% de toda a energia consumida em Portugal. Endesa ameaça também com a suspensão do investimento de 500 milhões na barragem de Girabolhos, em Seia. A EDP mantém um registo de chantagem mais discreto, mas também já fez saber que se for “levada a isso” manda também encerrar centrais.

Se estas ameaças se concretizarem, perante a ameaça de apagões em cascata, com os decorrentes danos económicos nas empresas, nas famílias, nos hospitais e nas organizações que prestam serviços críticos (hospitais, prisões, policias, tribunais, transportes, etc) não resta ao governo da República outra opção que não seja a de realizar uma requisição civil destas empresas e, se tal não bastar,  nacionalizar todas as suas propriedades e bens em Portugal.

Fonte:
http://www.portal-energia.com/endesa-fecha-central-de-ciclo-combinado-apos-cortes-nos-subsidios/?3%81VEIS%29

Categories: Economia, Política Nacional, Portugal | 7 comentários

Navegação de artigos

7 thoughts on “A Endesa e a EDP fazem chantagem a Portugal

  1. Fenix

    Deixem a troika passar que vamos ter nacionalizações a roudos.O mesmo se passa na Argentina depois do fmi mandar privatizar ao preço do mercado em baixa,agora nacionaliza e a meu ver bem.Por isso não é a melhor altura para qualquer empresa seija qual for investir em Portugal nas privatizações pois a fava pode lhe calhar.

    • lusitanium

      E quem as vai fazer?!
      O próximo (des)governo iberista PS?
      Ou o (des)governo europeísta PSD que virá depois deste?!

      • Provavelmente, se o regime deste malsano e podre “rotativismo democratico” persistir… deposito contudo grandes esperanças na renovação do sistema democratico e na capacidade dos cidadãos para a forçarem, assim estejam colocados numa posição em que a sua reação sera incontornavel. O que ja nao falta muito… infelizmente.

    • E esperemos que sim: porque estao todos a fazer compras em baixa tendo na mira lucros especulativos enquanto sacrificamos soberania. Correm o risco e ainda bem, porque a prazo será mesmo esse o seu inevitável destino, ja que nenhum pais pode sobreviver sem controlar diretamente setores estrategicos da sua economia, comp aqueles que agora se estao a vender ao desbarato.

  2. Raio do nick que anda sempre trocado!!!
    😉

  3. Pingback: Plano Brasil - Defesa Geopolítica Tecnologia Inovação – Lições da nacionalização da YPF argentina

  4. no Brasil pagamos as mais altas taxas de energia do mundo pra manter gente que é quase tão ruim quanto essa dai… 😦 e nenhum jornal ou rede de tv falam sobre isso 😦

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

Site no WordPress.com.

Eleitores de Portugal (Associação Cívica)

Associação dedicada à divulgação e promoção da participação eleitoral e política dos cidadãos

Vizinhos em Lisboa

A Vizinhos em Lisboa tem em vista a representação e defesa dos interesses dos moradores residentes nas áreas, freguesias, bairros do concelho de Lisboa nas áreas de planeamento, urbanismo, valorização do património edificado, mobilidade, equipamentos, bem-estar, educação, defesa do património, ambiente e qualidade de vida.

Vizinhos do Areeiro

Núcleo do Areeiro da associação Vizinhos em Lisboa: Movimento de Vizinhos de causas locais e cidadania activa

Vizinhos do Bairro de São Miguel

Movimento informal, inorgânico e não-partidário (nem autárquico independente) de Vizinhos

TRAVÃO ao Alojamento Local

O Alojamento Local, o Uniplaces e a Gentrificação de Lisboa e Porto estão a destruir as cidades

Não aos Serviços de Valor Acrescentado nas Facturas de Comunicações !

Movimento informal de cidadãos contra os abusos dos SVA em facturas de operadores de comunicações

Vizinhos de Alvalade

Movimento informal, inorgânico e não-partidário (nem autárquico independente) de Vizinhos de Alvalade

anExplica

PEDAÇOS DE SABER

Subscrição Pública

Plataforma independente de participação cívica

Rede Vida

Just another WordPress.com weblog

Vizinhos do Areeiro

Movimento informal, inorgânico e não-partidário (nem autárquico independente) de Vizinhos do Areeiro

MDP: Movimento pela Democratização dos Partidos Políticos

Movimento apartidário e transpartidário de reforma da democracia interna nos partidos políticos portugueses

Operadores Marítimo-Turísticos de Cascais

Actividade dos Operadores Marítimo Turísticos de Cascais

MaisLisboa

Núcleo MaisDemocracia.org na Área Metropolitana de Lisboa

THE UNIVERSAL LANGUAGE UNITES AND CREATES EQUALITY

A new world with universal laws to own and to govern all with a universal language, a common civilsation and e-democratic culture.

looking beyond borders

foreign policy and global economy

<span>%d</span> bloggers like this: