O Templo de São Cristóvão de Rio Mau (Vila do Conde)

O Templo de São Cristóvão de Rio Mau (Vila do Conde) (http://www.infopedia.pt/)

O Templo de São Cristóvão de Rio Mau (Vila do Conde) (http://www.infopedia.pt/)

Esta igreja inclusa no caminho português dos peregrinos que se dirigiam a Santiago de Compostela foi precedida por uma ermida fundada em 1151 pelo sacerdote Pedro Dias. Foi este presbítero que converteu a igreja num pequeno mosteiro tendo sido a capela-mor erguida em sua vida e a menor nos começos do século XIII.

No tímpano, surge um bispo mitrado. Julga-se que poderá ser Santo Agostinho, uma vez que os monges seguiam essa regra. Mas poderá ser também um bispo hermético, como sugere Dalila Pereira da Costa. Poderá tratar-se de um iniciador, rodeado de dois iniciados, já que os seus acompanhantes apresentam em relação a este uma estatura inferior. Todos tem uma cabeça amendoada, o que é uma alusão à sua natureza crística. Um segura um Livro Aberto (a Natureza ou o conhecimento Exotérico), o outro tem orelhas (que são omissas no primeiro), como para levar quem observa a cena a perceber que à direita (o lado favorecido) escuta a sabedoria do “bispo” ou iniciador. Sob esta cena, alguém segura um crescente lunar, signo do lado feminino da matéria. À esquerda, encontramos um símbolo solar que contrasta com o lunar e o completa, encerrando assim o ciclo masculino-feminino da Alquimia natural. Ainda no interior do tímpano, um Agnus Dei invoca uma possível influencia templária no templo de Rio Mau…

O tímpano do portal norte exibe dois animais fantásticos: um grifo ao lado de um animal bípede e alado. Na capela-mor encontramos vários símbolos, desde um soldado com escudo e espada, passando por um par de soldados ou monges em que um tem tem a mão sobre o coração e o outro não tem barba nem cabelo. Sobre os capitéis que guardam estes ricos símbolos uma decoração de quadrados recorda o motivo do xadrez que se encontram em muitos templos de origem ou inspiração templária.

Numa das esquinas da capela-mor umas mãos seguram, elevando, uma cabeça, o que faz lembrar na Baphomet, uma misteriosa cabeça (dizem alguns que de João, o Baptista).

Fonte:
Lugares Inesquecíveis de Portugal
Paulo Loução
Eranos

Categories: História, Portugal | Deixe um comentário

Navegação de artigos

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

Create a free website or blog at WordPress.com.

Eleitores de Portugal (Associação Cívica)

Associação dedicada à divulgação e promoção da participação eleitoral e política dos cidadãos

Vizinhos em Lisboa

A Vizinhos em Lisboa tem em vista a representação e defesa dos interesses dos moradores residentes nas áreas, freguesias, bairros do concelho de Lisboa nas áreas de planeamento, urbanismo, valorização do património edificado, mobilidade, equipamentos, bem-estar, educação, defesa do património, ambiente e qualidade de vida.

Vizinhos do Areeiro

Núcleo do Areeiro da associação Vizinhos em Lisboa: Movimento de Vizinhos de causas locais e cidadania activa

Vizinhos do Bairro de São Miguel

Movimento informal, inorgânico e não-partidário (nem autárquico independente) de Vizinhos

TRAVÃO ao Alojamento Local

O Alojamento Local, o Uniplaces e a Gentrificação de Lisboa e Porto estão a destruir as cidades

Não aos Serviços de Valor Acrescentado nas Facturas de Comunicações !

Movimento informal de cidadãos contra os abusos dos SVA em facturas de operadores de comunicações

Vizinhos de Alvalade

Movimento informal, inorgânico e não-partidário (nem autárquico independente) de Vizinhos de Alvalade

anExplica

aprender e aprendendo

Subscrição Pública

Plataforma independente de participação cívica

Rede Vida

Just another WordPress.com weblog

Vizinhos do Areeiro

Movimento informal, inorgânico e não-partidário (nem autárquico independente) de Vizinhos do Areeiro

MDP: Movimento pela Democratização dos Partidos Políticos

Movimento apartidário e transpartidário de reforma da democracia interna nos partidos políticos portugueses

Operadores Marítimo-Turísticos de Cascais

Actividade dos Operadores Marítimo Turísticos de Cascais

MaisLisboa

Núcleo MaisDemocracia.org na Área Metropolitana de Lisboa

THE UNIVERSAL LANGUAGE UNITES AND CREATES EQUALITY

A new world with universal laws to own and to govern all with a universal language, a common civilsation and e-democratic culture.

looking beyond borders

foreign policy and global economy

O Futuro é a Liberdade

Discussões sobre Software Livre e Sociedade

%d bloggers like this: