Belém, ou Beth-Lehem, a “casa do pão”

Mosteiro dos Jerónimos (http://www.360portugal.com)

Mosteiro dos Jerónimos (http://www.360portugal.com)

“O Infante Dom Henrique chamava a esta região de Lisboa Beth-Lehem, a “casa do pão” em hebraico.” Na sua visão mística, este era o lugar onde nasceria o novo Cristo. Neste local, antes da construção do mosteiro existia uma capela da Ordem de Cristo que dava apoio aos cavaleiros que embarcavam da praia que se encontrava a apenas alguns metros.

Lugares Inesquecíveis de Portugal
Paulo Loução
Eranos

Esta capela que existia no futuro local onde mais tarde seria construido o Mosteiros dos frades jerónimos indica que este local tem uma carga simbólica muito especial e particular. A designação do local demonstra também que há aqui uma marca mental especial, onde a utilização de um termo de origem hebraica poderá indicar a presença de judeus nesta região ocidental da cidade de Lisboa ou que o local recebeu esse topónimo devido ao seu papel crucial na génese da empresa marítima portuguesa.

Anúncios
Categories: História, Os Descobrimentos Portugueses, Portugal | 3 comentários

Navegação de artigos

3 thoughts on “Belém, ou Beth-Lehem, a “casa do pão”

  1. Fenix

  2. Enoque

    Clavis Prophetarum,
    Sim, Belém em hebraico significa “a casa do pão”, assim como Jerusalém significa “a cidade da paz”.Meus parabéns.

    O infante D. Henrique devido as mentiras da Igreja Católica medieval, acreditava em doutrinas vãs. Só veio um Messias, um “Cristo” e não veio e nem virá nenhum outro Messias além do que já veio. Existe a profecia da volta do mesmo que já veio, e não o nascimento de outro. Mas não haverá novos salvadores, nem pra trazer o V Império. Ou os que têm interesse se mexem pra valer, ou o V Império não virá a existência.

    Será que a realeza portuguesa não tinha origem judaica?

  3. Freire Da Paz Renato

    O Infante D. Henrique não era nenhum ignorante como alguns pensam. Ele esteve rodeado de sábios judeus e também de sábios muçulmanos e era um cavaleiro templário com um enorme manancial de conhecimentos perdidod e ofuscados pelo seguidismo e cegueira de que o nosso D. João III padeceu. Parece-me que muito têm de aprender os que nao compreendem nada. Estudem hebraico, aramaico, grego e latim e abrir-se-vos ao os olhos!

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

Create a free website or blog at WordPress.com.

Eleitores de Portugal (Associação Cívica)

Associação dedicada à divulgação e promoção da participação eleitoral e política dos cidadãos

Vizinhos em Lisboa

A Vizinhos em Lisboa tem em vista a representação e defesa dos interesses dos moradores residentes nas áreas, freguesias, bairros do concelho de Lisboa nas áreas de planeamento, urbanismo, valorização do património edificado, mobilidade, equipamentos, bem-estar, educação, defesa do património, ambiente e qualidade de vida.

Vizinhos do Areeiro

Núcleo do Areeiro da associação Vizinhos em Lisboa: Movimento de Vizinhos de causas locais e cidadania activa

Vizinhos do Bairro de São Miguel

Movimento informal, inorgânico e não-partidário (nem autárquico independente) de Vizinhos

TRAVÃO ao Alojamento Local

O Alojamento Local, o Uniplaces e a Gentrificação de Lisboa e Porto estão a destruir as cidades

Não aos Serviços de Valor Acrescentado nas Facturas de Comunicações !

Movimento informal de cidadãos contra os abusos dos SVA em facturas de operadores de comunicações

Vizinhos de Alvalade

Movimento informal, inorgânico e não-partidário (nem autárquico independente) de Vizinhos de Alvalade

anExplica

aprender e aprendendo

Subscrição Pública

Plataforma independente de participação cívica

Rede Vida

Just another WordPress.com weblog

Vizinhos do Areeiro

Movimento informal, inorgânico e não-partidário (nem autárquico independente) de Vizinhos do Areeiro

MDP: Movimento pela Democratização dos Partidos Políticos

Movimento apartidário e transpartidário de reforma da democracia interna nos partidos políticos portugueses

Operadores Marítimo-Turísticos de Cascais

Actividade dos Operadores Marítimo Turísticos de Cascais

MaisLisboa

Núcleo MaisDemocracia.org na Área Metropolitana de Lisboa

THE UNIVERSAL LANGUAGE UNITES AND CREATES EQUALITY

A new world with universal laws to own and to govern all with a universal language, a common civilsation and e-democratic culture.

looking beyond borders

foreign policy and global economy

O Futuro é a Liberdade

Discussões sobre Software Livre e Sociedade

%d bloggers like this: