Belém, ou Beth-Lehem, a “casa do pão”

Mosteiro dos Jerónimos (http://www.360portugal.com)

Mosteiro dos Jerónimos (http://www.360portugal.com)

“O Infante Dom Henrique chamava a esta região de Lisboa Beth-Lehem, a “casa do pão” em hebraico.” Na sua visão mística, este era o lugar onde nasceria o novo Cristo. Neste local, antes da construção do mosteiro existia uma capela da Ordem de Cristo que dava apoio aos cavaleiros que embarcavam da praia que se encontrava a apenas alguns metros.

Lugares Inesquecíveis de Portugal
Paulo Loução
Eranos

Esta capela que existia no futuro local onde mais tarde seria construido o Mosteiros dos frades jerónimos indica que este local tem uma carga simbólica muito especial e particular. A designação do local demonstra também que há aqui uma marca mental especial, onde a utilização de um termo de origem hebraica poderá indicar a presença de judeus nesta região ocidental da cidade de Lisboa ou que o local recebeu esse topónimo devido ao seu papel crucial na génese da empresa marítima portuguesa.

Categories: História, Os Descobrimentos Portugueses, Portugal | 3 comentários

Navegação de artigos

3 thoughts on “Belém, ou Beth-Lehem, a “casa do pão”

  1. Fenix

  2. Enoque

    Clavis Prophetarum,
    Sim, Belém em hebraico significa “a casa do pão”, assim como Jerusalém significa “a cidade da paz”.Meus parabéns.

    O infante D. Henrique devido as mentiras da Igreja Católica medieval, acreditava em doutrinas vãs. Só veio um Messias, um “Cristo” e não veio e nem virá nenhum outro Messias além do que já veio. Existe a profecia da volta do mesmo que já veio, e não o nascimento de outro. Mas não haverá novos salvadores, nem pra trazer o V Império. Ou os que têm interesse se mexem pra valer, ou o V Império não virá a existência.

    Será que a realeza portuguesa não tinha origem judaica?

  3. Freire Da Paz Renato

    O Infante D. Henrique não era nenhum ignorante como alguns pensam. Ele esteve rodeado de sábios judeus e também de sábios muçulmanos e era um cavaleiro templário com um enorme manancial de conhecimentos perdidod e ofuscados pelo seguidismo e cegueira de que o nosso D. João III padeceu. Parece-me que muito têm de aprender os que nao compreendem nada. Estudem hebraico, aramaico, grego e latim e abrir-se-vos ao os olhos!

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

Create a free website or blog at WordPress.com.

Eleitores de Portugal (Associação Cívica)

Associação dedicada à divulgação e promoção da participação eleitoral e política dos cidadãos

Vizinhos em Lisboa

A Vizinhos em Lisboa tem em vista a representação e defesa dos interesses dos moradores residentes nas áreas, freguesias, bairros do concelho de Lisboa nas áreas de planeamento, urbanismo, valorização do património edificado, mobilidade, equipamentos, bem-estar, educação, defesa do património, ambiente e qualidade de vida.

Vizinhos do Areeiro

Núcleo do Areeiro da associação Vizinhos em Lisboa: Movimento de Vizinhos de causas locais e cidadania activa

Vizinhos do Bairro de São Miguel

Movimento informal, inorgânico e não-partidário (nem autárquico independente) de Vizinhos

TRAVÃO ao Alojamento Local

O Alojamento Local, o Uniplaces e a Gentrificação de Lisboa e Porto estão a destruir as cidades

Não aos Serviços de Valor Acrescentado nas Facturas de Comunicações !

Movimento informal de cidadãos contra os abusos dos SVA em facturas de operadores de comunicações

Vizinhos de Alvalade

Movimento informal, inorgânico e não-partidário (nem autárquico independente) de Vizinhos de Alvalade

anExplica

PEDAÇOS DE SABER

Subscrição Pública

Plataforma independente de participação cívica

Rede Vida

Just another WordPress.com weblog

Vizinhos do Areeiro

Movimento informal, inorgânico e não-partidário (nem autárquico independente) de Vizinhos do Areeiro

MDP: Movimento pela Democratização dos Partidos Políticos

Movimento apartidário e transpartidário de reforma da democracia interna nos partidos políticos portugueses

Operadores Marítimo-Turísticos de Cascais

Actividade dos Operadores Marítimo Turísticos de Cascais

MaisLisboa

Núcleo MaisDemocracia.org na Área Metropolitana de Lisboa

THE UNIVERSAL LANGUAGE UNITES AND CREATES EQUALITY

A new world with universal laws to own and to govern all with a universal language, a common civilsation and e-democratic culture.

looking beyond borders

foreign policy and global economy

%d bloggers like this: