A Grécia vai sair do Euro

A saída da Grécia do Euro parece cada vez mais impossível de evitar, apesar de todas as declarações em contrário de Bruxelas e de muitos líderes europeus. Sabe-se que a Alemanha já tem preparada essa saída desde finais do ano passo e o seu ministro das Finanças (Wolfgang Schaeuble) admitiu recentemente que tal saída implicaria perdas, para a Europa, em torno dos cem mil milhões de euros o que – nas suas palavras – seria suportável…

A ideia do abandono grego do Euro começa a ser muito referida na Alemanha. Tabu ainda há não muito tempo atrás, consta agora de todos os cenários e em muitos círculos é dada tanto como segura, como iminente. Sinal desses tempos é um artigo recente da revista “Der Spiegel” onde se escreve que é “tempo de admitir a derrota. O plano de resgate falhou. As melhores esperanças para a Grécia estão, agora, no regresso ao dracma”. A revista constata o evidente: mesmo depois de uma reestruturação e dois resgates sucessivos a dívida grega continua a explodir, a economia afunda constantemente ano após ano. O resgate da troika não funcionou, e isso hoje é particularmente evidente. Quando os gregos recusaram liminarmente a continuação do ciclo interminável austeridade-resgate-austeridade nas últimas eleições e agora a saída do Euro é a única opção.

A Grécia vai assim regressar ao Dracma, num prazo que pode estar por semana ou até por dias. Sem dúvida que o momento de transição será muito duro, com um acentuado e brusco colapso do nível de vida e uma explosão dos preços das importações. Mas a médio prazo, Atenas pode recuperar competitividade internacional, libertando-se do Euro, uma moeda que sempre esteve sobreavaliada, e que sempre serviu mais os interesses da Alemanha do que os dos países do Sul. Idêntica posição tem Paul Krugman, que acredita que a Grécia vai regressar ao Dracma, o mais tardar em junho.

O artigo da “Der Spiegel” termina afirmando que sair do Euro seria a única forma de a Grécia: “reconquistar a dignidade”.

Fonte:
http://www.jornaldenegocios.pt/home.php?template=SHOWNEWS_V2&id=556601

Categories: Economia, Política Internacional, Política Nacional, Portugal, união europeia | Etiquetas: | 7 comentários

Navegação de artigos

7 thoughts on “A Grécia vai sair do Euro

  1. Fenix

    seria uma grande derrota para toda a europa se a grecia saise do euro.

    • Enoque

      Seria. Com certeza seria um golpe na Comunidade Européia. Mas a Alemanha tem a obrigação de entender que, o povo grego não suporta tanta austeridade. A Grécia errou, com certeza. Mas a Alemanha faz exigências irreais pra tentar resolver o problema.

      • Irreais, mas que rendem votos internamente! Apesar de derrotadas sucessivas, em termos nacionais o partido de merkel continua com vantagem nas sondagens!

    • Saisse?… neste momento, nao restam ja grandes duvidas… ja nem o fmi o esconde e os gregos sabem-no, tendo levantado dos bancos mais de 700 milhões de euros nos últimos dias!

  2. Fenix

  3. Jose Mario HRP

    Do jeito que a Grécia está sendo tratada a saída é inevitável.
    Algumas vezes os europeus trataram essa irmã de segunda categoria da mesma forma, mas agora é inaceitável!

  4. e esquecem (os europeus) que se os gregos foram irresponsáveis, não o foram menos os seus bancos que emprestaram de forma ainda mais irresponsável

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

Create a free website or blog at WordPress.com.

Eleitores de Portugal (Associação Cívica)

Associação dedicada à divulgação e promoção da participação eleitoral e política dos cidadãos

Vizinhos em Lisboa

A Vizinhos em Lisboa tem em vista a representação e defesa dos interesses dos moradores residentes nas áreas, freguesias, bairros do concelho de Lisboa nas áreas de planeamento, urbanismo, valorização do património edificado, mobilidade, equipamentos, bem-estar, educação, defesa do património, ambiente e qualidade de vida.

Vizinhos do Areeiro

Núcleo do Areeiro da associação Vizinhos em Lisboa: Movimento de Vizinhos de causas locais e cidadania activa

Vizinhos do Bairro de São Miguel

Movimento informal, inorgânico e não-partidário (nem autárquico independente) de Vizinhos

TRAVÃO ao Alojamento Local

O Alojamento Local, o Uniplaces e a Gentrificação de Lisboa e Porto estão a destruir as cidades

Não aos Serviços de Valor Acrescentado nas Facturas de Comunicações !

Movimento informal de cidadãos contra os abusos dos SVA em facturas de operadores de comunicações

Vizinhos de Alvalade

Movimento informal, inorgânico e não-partidário (nem autárquico independente) de Vizinhos de Alvalade

anExplica

PEDAÇOS DE SABER

Subscrição Pública

Plataforma independente de participação cívica

Rede Vida

Just another WordPress.com weblog

Vizinhos do Areeiro

Movimento informal, inorgânico e não-partidário (nem autárquico independente) de Vizinhos do Areeiro

MDP: Movimento pela Democratização dos Partidos Políticos

Movimento apartidário e transpartidário de reforma da democracia interna nos partidos políticos portugueses

Operadores Marítimo-Turísticos de Cascais

Actividade dos Operadores Marítimo Turísticos de Cascais

MaisLisboa

Núcleo MaisDemocracia.org na Área Metropolitana de Lisboa

THE UNIVERSAL LANGUAGE UNITES AND CREATES EQUALITY

A new world with universal laws to own and to govern all with a universal language, a common civilsation and e-democratic culture.

looking beyond borders

foreign policy and global economy

<span>%d</span> bloggers like this: