Daily Archives: 2012/04/09

A Câmara de Sintra destrói o Megalito de Pego Longo, em Sintra

Espantosamente e de uma que só podemos classificar de criminosa, o megalito de Pego Longo, em Belas foi parcialmente destruído por retro-escavadoras da Câmara de inefável acumular de tachos e panelas e reputado comentador da Bola Fernando Seara.

Este crime hediondo contra o património histórico nacional cometido pelos funcionários de Fernando Seara foi cometido durante uma recolha de blocos de pedra na zona onde se encontrava o megalito por forma a construir um muro para um edifício municipal. A ignorância animalesca dos funcionários e – sobretudo – a incompetência grosseira de Fernando Seara e dos carimbadores da Câmara de Sintra foram assim responsáveis pela destruição deste importante megalito. Apanhados em plena destruição, os funcionários da Câmara tentaram recolocar as pedras, o que seria ainda pior ja que descaracterizaria ainda mais o que resta do monumento…

Segundo a Lei, o que se passou em Belas é Crime, Crime contra o património cultural. E resultada não somente da ignorância dos funcionários camarários, mas também da inexistência de acompanhamento da obra por um técnico da Câmara de Sintra e até do desleixo criminoso do seu presidente que nunca tratou de proteger o monumento, rodeando-o de um recinto e informação de contexto adequada. Talvez se Fernando Seara estivesse menos atento ao futebol e aos seus comentários bolísticos na televisão este crime contra ao património não tivesse acontecido.

Obviamente, iremos apresentar uma queixa formal na PSP acusando a Câmara de Sintra e muito particularmente o seu presidente de Crime contra o Património Cultural.

Fonte:
http://www.rtp.pt/noticias/index.php?article=535713&tm=8&layout=121&visual=49

Anúncios
Categories: Futebol e Corrupção, História, Política Nacional, Portugal | Deixe um comentário

Sobre o Desemprego e a queda inédita do salário médio em Portugal

A Taxa de Desemprego não tem parado de bater recorde atrás de recorde. Portugal que outrora exibia (antes do Euro) uma das mais baixas taxas da Europa conta-se hoje entre os piores,  sinalizando assim de forma muito eloquente que algo está mesmo muito mal na economia portuguesa. Como se não bastasse – e em direta relação com  os números do desemprego – assiste-se hoje a outro fenómeno inédito: pela primeira vez ma História portuguesa registou-se uma queda de 5% das remunerações médias.

Apesar disto, de uma taxa de emprego precário (onde menos de 3% recebe mais de mil euros!), os dogmáticos do neoliberalismo, com emprego protegido na CE,  FMI e OCDE continuam a repetir o estafado (mas sempre ecoado pelos media) de que “o emprego é pouco flexível em Portugal”) ignorando a dos números do desemprego,  da baixa de salários e da precariedade.

Decerto que uma parte da descida de 4,9% se deve ao não pagamento de subsídios na função pública em 2011. Mas também é certo que esta foi a primeira vez que na História de Portugal que se regista uma redução efetiva nos salários nominais, algo absolutamente sem precedentes e que teve um impacto na evolução do PIB de consequências difíceis de medir no curto prazo: uma perda efetiva do nível de vida.  Foi isto que nos deram o Euro e a União Europeia: os salários reais caíram 7% desde o seu ponto mais alto de 2009 e regressaram aos valores de 2001.

Fonte:
http://www.jornaldenegocios.pt/home.php?template=SHOWNEWS_V2&id=548097

Categories: Economia, Política Nacional, Portugal | 12 comentários

Quids L1: O Reino Suevo

Reino dos Suevos (http://www.terraemania.com)

Reino dos Suevos (http://www.terraemania.com)

Para participar clique AQUI !

Pontos:

Clóvis Alberto Figueiredo (17) [Kristang, São Tomé e Príncipe, Guerra Civil em Angola, Timor-Leste, Alcácer Quibir, Cinema da Guiné-Bissau, História da Cidade de Luanda, História da Guiné-Bissau (pré-1700), Guerra Civil na Guiné-Bissau, A Guerra de Independência do Brasil, Conhece bem a CPLP?, Poesia Angolana,Programa Espacial Brasileiro, Poesia Timorense,Entrada da Portugal na CEE/UE,O Brasil na Segunda Grande Guerra,O Reino Suevo]
Luis Brântuas (13) [Agostinho da Silva, Literatura Brasileira, Geografia de Moçambique, A Emigração em Cabo Verde, História de Macau,Força Aérea Angolana,GNR em Timor Leste,Cinema Moçambicano,Ilha do Príncipe,Flora e Fauna de Cabo Verde,Portugal e a Exploração do Espaço,Falintil,Literatura de São Tomé e Princípe]
Valdecio Fadrini (1): [Guerra do Paraguai]
Otus Scops (1): [Gilberto Freyre]

Continuar a ler

Categories: Galiza, História, Portugal, QuidsL1 | 2 comentários

Alain de Benoist: “Os EUA tornaram-se nos principais devedores do globo, com mais de 3 mil milhões de dívidas contraídas perante o resto do mundo”

“Os EUA tornaram-se nos principais devedores do globo, com mais de 3 mil milhões de dívidas contraídas perante o resto do mundo (a começar pela China). E como aos seus credores cada vez mais repugna reter divida a longo prazo, são obrigados a pedir empréstimos a mais curto prazo, a fim de financiar os seus défices, o que os torna mais vulneráveis à crise. Assim sendo, a confiança no que ao dólar diz respeito está em vias de se fundir como neve ao sol. Desde o fim de 2010, a China está a desembaraçar-se discretamente dos seus títulos americanos, os títulos do Tesouro americano encontram cada vez menos compradores, e é a Reserva Federal, por ela própria, que compra a quase totalidade das obrigações emitidas do outro lado do Atlântico. Dito noutros termos, o valor do dólar só se mantém graças às ordens de compra efetuadas pelos seus próprios emissores! Mas em caso de queda súbita do dólar, a China e os outros credores não aceitarão certamente que os seus ativos em dólares se afundem. Toda a questão consiste em saber o que exigirão, económica e politicamente, em troca. Porque não o abandono dos EUA da defesa de Taiwan?”

O Ano de 2012 será terrível! Dívida Pública: Como os Estados se tornaram prisioneiros dos Bancos
Alain de Benoist
Finis Mundi, número 3

A situação presente é impossível de sustentar durante muito mais tempo. O modelo económico em que as multinacionais se compram umas às outras, reduzindo cada vez mais o número total de agentes económicos e transformando as economias em oligopólios cada vez mais desiguais e ineficientes, enquanto destroem os setores produtivos do Ocidente e os deslocam para o Oriente está hoje na sua fase terminal.

À crescente evaporação dos setores primários do Ocidente, com a consequente perda de riqueza e emprego, respondeu o “sistema” com um aumento explosivo do crédito. Durante vinte anos foi possível adiar este problema para o futuro. Mas um dia este chegou e esse dia é hoje. Agora, ou tudo o mundo se torna escravo de uma das ditaduras mais absolutas, repugnantes e tirânicas do mundo, ou se redescobrem as formas de regressar à produção, de se quebrar a dependência crónica e doentia das importações da China. Tal regresso terá que ser feito contra os interesses das poderosas multinacionais que controlam os meios de comunicação e as adulam com vários ópios, desde a Bola ao dito “entretenimento de massas”, primário e animalesco. Mas esse poder – por maior que seja – não será bastante para se opor à vontade das massas, quando estas forem levadas até ao limite por um desemprego crónico, por uma situação económica desesperada e sem perspetivas e por um recuo do Estado Social europeu até à sádica minarquia sonhada pelos neoliberais. Quando chegar esse momento, nem todos os mercenários (policiais ou televisivos) serão suficientes para manter este podre Status Quo que hoje vivemos…

Categories: Economia | Deixe um comentário

Site no WordPress.com.

Eleitores de Portugal (Associação Cívica)

Associação dedicada à divulgação e promoção da participação eleitoral e política dos cidadãos

Vizinhos em Lisboa

A Vizinhos em Lisboa tem em vista a representação e defesa dos interesses dos moradores residentes nas áreas, freguesias, bairros do concelho de Lisboa nas áreas de planeamento, urbanismo, valorização do património edificado, mobilidade, equipamentos, bem-estar, educação, defesa do património, ambiente e qualidade de vida.

Vizinhos do Areeiro

Núcleo do Areeiro da associação Vizinhos em Lisboa: Movimento de Vizinhos de causas locais e cidadania activa

Vizinhos do Bairro de São Miguel

Movimento informal, inorgânico e não-partidário (nem autárquico independente) de Vizinhos

TRAVÃO ao Alojamento Local

O Alojamento Local, o Uniplaces e a Gentrificação de Lisboa e Porto estão a destruir as cidades

Não aos Serviços de Valor Acrescentado nas Facturas de Comunicações !

Movimento informal de cidadãos contra os abusos dos SVA em facturas de operadores de comunicações

Vizinhos de Alvalade

Movimento informal, inorgânico e não-partidário (nem autárquico independente) de Vizinhos de Alvalade

anExplica

aprender e aprendendo

Subscrição Pública

Plataforma independente de participação cívica

Rede Vida

Just another WordPress.com weblog

Vizinhos do Areeiro

Movimento informal, inorgânico e não-partidário (nem autárquico independente) de Vizinhos do Areeiro

MDP: Movimento pela Democratização dos Partidos Políticos

Movimento apartidário e transpartidário de reforma da democracia interna nos partidos políticos portugueses

Operadores Marítimo-Turísticos de Cascais

Actividade dos Operadores Marítimo Turísticos de Cascais

MaisLisboa

Núcleo MaisDemocracia.org na Área Metropolitana de Lisboa

THE UNIVERSAL LANGUAGE UNITES AND CREATES EQUALITY

A new world with universal laws to own and to govern all with a universal language, a common civilsation and e-democratic culture.

looking beyond borders

foreign policy and global economy

O Futuro é a Liberdade

Discussões sobre Software Livre e Sociedade