Daily Archives: 2012/04/09

A Câmara de Sintra destrói o Megalito de Pego Longo, em Sintra

Espantosamente e de uma que só podemos classificar de criminosa, o megalito de Pego Longo, em Belas foi parcialmente destruído por retro-escavadoras da Câmara de inefável acumular de tachos e panelas e reputado comentador da Bola Fernando Seara.

Este crime hediondo contra o património histórico nacional cometido pelos funcionários de Fernando Seara foi cometido durante uma recolha de blocos de pedra na zona onde se encontrava o megalito por forma a construir um muro para um edifício municipal. A ignorância animalesca dos funcionários e – sobretudo – a incompetência grosseira de Fernando Seara e dos carimbadores da Câmara de Sintra foram assim responsáveis pela destruição deste importante megalito. Apanhados em plena destruição, os funcionários da Câmara tentaram recolocar as pedras, o que seria ainda pior ja que descaracterizaria ainda mais o que resta do monumento…

Segundo a Lei, o que se passou em Belas é Crime, Crime contra o património cultural. E resultada não somente da ignorância dos funcionários camarários, mas também da inexistência de acompanhamento da obra por um técnico da Câmara de Sintra e até do desleixo criminoso do seu presidente que nunca tratou de proteger o monumento, rodeando-o de um recinto e informação de contexto adequada. Talvez se Fernando Seara estivesse menos atento ao futebol e aos seus comentários bolísticos na televisão este crime contra ao património não tivesse acontecido.

Obviamente, iremos apresentar uma queixa formal na PSP acusando a Câmara de Sintra e muito particularmente o seu presidente de Crime contra o Património Cultural.

Fonte:
http://www.rtp.pt/noticias/index.php?article=535713&tm=8&layout=121&visual=49

Categories: Futebol e Corrupção, História, Política Nacional, Portugal | Deixe um comentário

Sobre o Desemprego e a queda inédita do salário médio em Portugal

A Taxa de Desemprego não tem parado de bater recorde atrás de recorde. Portugal que outrora exibia (antes do Euro) uma das mais baixas taxas da Europa conta-se hoje entre os piores,  sinalizando assim de forma muito eloquente que algo está mesmo muito mal na economia portuguesa. Como se não bastasse – e em direta relação com  os números do desemprego – assiste-se hoje a outro fenómeno inédito: pela primeira vez ma História portuguesa registou-se uma queda de 5% das remunerações médias.

Apesar disto, de uma taxa de emprego precário (onde menos de 3% recebe mais de mil euros!), os dogmáticos do neoliberalismo, com emprego protegido na CE,  FMI e OCDE continuam a repetir o estafado (mas sempre ecoado pelos media) de que “o emprego é pouco flexível em Portugal”) ignorando a dos números do desemprego,  da baixa de salários e da precariedade.

Decerto que uma parte da descida de 4,9% se deve ao não pagamento de subsídios na função pública em 2011. Mas também é certo que esta foi a primeira vez que na História de Portugal que se regista uma redução efetiva nos salários nominais, algo absolutamente sem precedentes e que teve um impacto na evolução do PIB de consequências difíceis de medir no curto prazo: uma perda efetiva do nível de vida.  Foi isto que nos deram o Euro e a União Europeia: os salários reais caíram 7% desde o seu ponto mais alto de 2009 e regressaram aos valores de 2001.

Fonte:
http://www.jornaldenegocios.pt/home.php?template=SHOWNEWS_V2&id=548097

Categories: Economia, Política Nacional, Portugal | 12 comentários

Quids L1: O Reino Suevo

Reino dos Suevos (http://www.terraemania.com)

Reino dos Suevos (http://www.terraemania.com)

Para participar clique AQUI !

Pontos:

Clóvis Alberto Figueiredo (17) [Kristang, São Tomé e Príncipe, Guerra Civil em Angola, Timor-Leste, Alcácer Quibir, Cinema da Guiné-Bissau, História da Cidade de Luanda, História da Guiné-Bissau (pré-1700), Guerra Civil na Guiné-Bissau, A Guerra de Independência do Brasil, Conhece bem a CPLP?, Poesia Angolana,Programa Espacial Brasileiro, Poesia Timorense,Entrada da Portugal na CEE/UE,O Brasil na Segunda Grande Guerra,O Reino Suevo]
Luis Brântuas (13) [Agostinho da Silva, Literatura Brasileira, Geografia de Moçambique, A Emigração em Cabo Verde, História de Macau,Força Aérea Angolana,GNR em Timor Leste,Cinema Moçambicano,Ilha do Príncipe,Flora e Fauna de Cabo Verde,Portugal e a Exploração do Espaço,Falintil,Literatura de São Tomé e Princípe]
Valdecio Fadrini (1): [Guerra do Paraguai]
Otus Scops (1): [Gilberto Freyre]

Continuar a ler

Categories: Galiza, História, Portugal, QuidsL1 | 2 comentários

Alain de Benoist: “Os EUA tornaram-se nos principais devedores do globo, com mais de 3 mil milhões de dívidas contraídas perante o resto do mundo”

“Os EUA tornaram-se nos principais devedores do globo, com mais de 3 mil milhões de dívidas contraídas perante o resto do mundo (a começar pela China). E como aos seus credores cada vez mais repugna reter divida a longo prazo, são obrigados a pedir empréstimos a mais curto prazo, a fim de financiar os seus défices, o que os torna mais vulneráveis à crise. Assim sendo, a confiança no que ao dólar diz respeito está em vias de se fundir como neve ao sol. Desde o fim de 2010, a China está a desembaraçar-se discretamente dos seus títulos americanos, os títulos do Tesouro americano encontram cada vez menos compradores, e é a Reserva Federal, por ela própria, que compra a quase totalidade das obrigações emitidas do outro lado do Atlântico. Dito noutros termos, o valor do dólar só se mantém graças às ordens de compra efetuadas pelos seus próprios emissores! Mas em caso de queda súbita do dólar, a China e os outros credores não aceitarão certamente que os seus ativos em dólares se afundem. Toda a questão consiste em saber o que exigirão, económica e politicamente, em troca. Porque não o abandono dos EUA da defesa de Taiwan?”

O Ano de 2012 será terrível! Dívida Pública: Como os Estados se tornaram prisioneiros dos Bancos
Alain de Benoist
Finis Mundi, número 3

A situação presente é impossível de sustentar durante muito mais tempo. O modelo económico em que as multinacionais se compram umas às outras, reduzindo cada vez mais o número total de agentes económicos e transformando as economias em oligopólios cada vez mais desiguais e ineficientes, enquanto destroem os setores produtivos do Ocidente e os deslocam para o Oriente está hoje na sua fase terminal.

À crescente evaporação dos setores primários do Ocidente, com a consequente perda de riqueza e emprego, respondeu o “sistema” com um aumento explosivo do crédito. Durante vinte anos foi possível adiar este problema para o futuro. Mas um dia este chegou e esse dia é hoje. Agora, ou tudo o mundo se torna escravo de uma das ditaduras mais absolutas, repugnantes e tirânicas do mundo, ou se redescobrem as formas de regressar à produção, de se quebrar a dependência crónica e doentia das importações da China. Tal regresso terá que ser feito contra os interesses das poderosas multinacionais que controlam os meios de comunicação e as adulam com vários ópios, desde a Bola ao dito “entretenimento de massas”, primário e animalesco. Mas esse poder – por maior que seja – não será bastante para se opor à vontade das massas, quando estas forem levadas até ao limite por um desemprego crónico, por uma situação económica desesperada e sem perspetivas e por um recuo do Estado Social europeu até à sádica minarquia sonhada pelos neoliberais. Quando chegar esse momento, nem todos os mercenários (policiais ou televisivos) serão suficientes para manter este podre Status Quo que hoje vivemos…

Categories: Economia | Deixe um comentário

Site no WordPress.com.

Eleitores de Portugal (Associação Cívica)

Associação dedicada à divulgação e promoção da participação eleitoral e política dos cidadãos

Vizinhos em Lisboa

A Vizinhos em Lisboa tem em vista a representação e defesa dos interesses dos moradores residentes nas áreas, freguesias, bairros do concelho de Lisboa nas áreas de planeamento, urbanismo, valorização do património edificado, mobilidade, equipamentos, bem-estar, educação, defesa do património, ambiente e qualidade de vida.

Vizinhos do Areeiro

Núcleo do Areeiro da associação Vizinhos em Lisboa: Movimento de Vizinhos de causas locais e cidadania activa

Vizinhos do Bairro de São Miguel

Movimento informal, inorgânico e não-partidário (nem autárquico independente) de Vizinhos

TRAVÃO ao Alojamento Local

O Alojamento Local, o Uniplaces e a Gentrificação de Lisboa e Porto estão a destruir as cidades

Não aos Serviços de Valor Acrescentado nas Facturas de Comunicações !

Movimento informal de cidadãos contra os abusos dos SVA em facturas de operadores de comunicações

Vizinhos de Alvalade

Movimento informal, inorgânico e não-partidário (nem autárquico independente) de Vizinhos de Alvalade

anExplica

PEDAÇOS DE SABER

Subscrição Pública

Plataforma independente de participação cívica

Rede Vida

Just another WordPress.com weblog

Vizinhos do Areeiro

Movimento informal, inorgânico e não-partidário (nem autárquico independente) de Vizinhos do Areeiro

MDP: Movimento pela Democratização dos Partidos Políticos

Movimento apartidário e transpartidário de reforma da democracia interna nos partidos políticos portugueses

Operadores Marítimo-Turísticos de Cascais

Actividade dos Operadores Marítimo Turísticos de Cascais

MaisLisboa

Núcleo MaisDemocracia.org na Área Metropolitana de Lisboa

THE UNIVERSAL LANGUAGE UNITES AND CREATES EQUALITY

A new world with universal laws to own and to govern all with a universal language, a common civilsation and e-democratic culture.

looking beyond borders

foreign policy and global economy