A Rússia quer enviar para Marte em 2018 a sonda Phobos-Grunt 2

O fracasso da sonda marciana Phobos-Grunt e toda a humilhação decorrente parece ter espicaçado os russos. Segundo Lev Zeleny, diretor do Instituto Russa de Pesquisa Espacial, a Rússia vai enviar uma segunda sonda Phobos-Grunt para Marte já em 2018.

A sonda terá a designação Phobos-Grunt 2 e está já na fase de concepção. A data de 2018 foi escolhida em função da menor distancia que então existirá entre as órbitas da Terra e de Marte. A data foi também escolhida – segundo Zeleny – porque então a reestruturação profunda da indústria espacial russo já estará concluída.

Em termos de custos, a Phobos-Grunt 2 custará metade da primeira sonda, ou seja cerca de 80 milhões de dólares, uma vez que toda a infra-estrutura já está construída e os planos serão basicamente os mesmos, mas com uma especialmente cuidadosa revisão dos sistemas informáticos, que foram a causa do falhanço da primeira sonda.

Fonte:
http://www.houstonnews.net/story/203154839

Categories: SpaceNewsPt | Etiquetas: | 2 comentários

Navegação de artigos

2 thoughts on “A Rússia quer enviar para Marte em 2018 a sonda Phobos-Grunt 2

  1. espero que dessa vez façam o trabalho direito

    • Têm essa obrigacao… sabem exatamente o que correu mal (um “software glitch”) e um lancamento demasiado apressado… podem poupar uma fortuna se se limitarem a repetir toda a sonda, corrigindo apenas o software, onde estava efetivamente o problema que levou a sonda à destruicao.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

Site no WordPress.com.

Eleitores de Portugal (Associação Cívica)

Associação dedicada à divulgação e promoção da participação eleitoral e política dos cidadãos

Vizinhos em Lisboa

A Vizinhos em Lisboa tem em vista a representação e defesa dos interesses dos moradores residentes nas áreas, freguesias, bairros do concelho de Lisboa nas áreas de planeamento, urbanismo, valorização do património edificado, mobilidade, equipamentos, bem-estar, educação, defesa do património, ambiente e qualidade de vida.

Vizinhos do Areeiro

Núcleo do Areeiro da associação Vizinhos em Lisboa: Movimento de Vizinhos de causas locais e cidadania activa

Vizinhos do Bairro de São Miguel

Movimento informal, inorgânico e não-partidário (nem autárquico independente) de Vizinhos

TRAVÃO ao Alojamento Local

O Alojamento Local, o Uniplaces e a Gentrificação de Lisboa e Porto estão a destruir as cidades

Não aos Serviços de Valor Acrescentado nas Facturas de Comunicações !

Movimento informal de cidadãos contra os abusos dos SVA em facturas de operadores de comunicações

Vizinhos de Alvalade

Movimento informal, inorgânico e não-partidário (nem autárquico independente) de Vizinhos de Alvalade

anExplica

PEDAÇOS DE SABER

Subscrição Pública

Plataforma independente de participação cívica

Rede Vida

Just another WordPress.com weblog

Vizinhos do Areeiro

Movimento informal, inorgânico e não-partidário (nem autárquico independente) de Vizinhos do Areeiro

MDP: Movimento pela Democratização dos Partidos Políticos

Movimento apartidário e transpartidário de reforma da democracia interna nos partidos políticos portugueses

Operadores Marítimo-Turísticos de Cascais

Actividade dos Operadores Marítimo Turísticos de Cascais

MaisLisboa

Núcleo MaisDemocracia.org na Área Metropolitana de Lisboa

THE UNIVERSAL LANGUAGE UNITES AND CREATES EQUALITY

A new world with universal laws to own and to govern all with a universal language, a common civilsation and e-democratic culture.

looking beyond borders

foreign policy and global economy

<span>%d</span> bloggers like this: