Daily Archives: 2012/04/04

Do estado… parado, da força aérea iemenita

Caças F-5 (http://freepages.military.rootsweb.ancestry.com)

Caças F-5 (freepages.military.rootsweb.ancestry.com)

Apesar de raramente ser notícia em Portugal, a guerra civil no Iémene está hoje no seu ponto mais alto,  especialmente no sul do país, com as forças islamitas radicais sendo cada vez mais ousadas com ataques diretos a bases militares,  como aquele que a 4 de março ceifou a vida a mais de 200 militares governamentais.

Numa guerra civil desta intensidade seria de esperar encontrar a força aérea local no epicentro do conflito,  prestando apoio às forças terrestres,  localizando insurgentes e bombardeando as suas bases. Ora nada disso está a acontecer. Erros sucessivos do comando criaram um clima de contestação interna que levou os pilotos da força aérea a fazerem greve e a recusarem levantar voo nos seus aviões. A contestação vira-se contra o irmão do antigo presidente Ali Abdullah Saleh, Abdu Rabu Mansur Hadi.

Esta greve deixa no solo uma força aérea algo heterogénea,  com aviões Northrop F-5 e Sukhoi Su-22 e helicópteros Mi-17 ou fora de serviço, por má manutenção, e isto apesar dos milhões de dólares doados todos os anos pelos EUA que terão desaparecido nos corredores do poder sem chegarem ao orçamento da força aérea local.

Fonte:
http://www.aviationweek.com/aw/generic/story_channel.jsp?channel=defense&id=news/awst/2012/03/19/AW_03_19_2012_p71-433477.xml

Anúncios
Categories: DefenseNewsPt, Política Internacional | Etiquetas: | 1 Comentário

Sobre a Utilidade da Petição “Cem Mil pela Demissão de Cavaco Silva”

Pensam alguns portugueses que o mecanismo das “petições online” é apenas um exercício inútil. Nada menos verdadeiro: em primeiro lugar, este Clavis que vos escreve já conseguiu que o Parlamento legislasse não uma mas DUAS vezes por via de duas petições que promovi recentemente:

A Petição Contra as Taxas do Multibanco foi e é ainda a petição online mais assinada de sempre em Portugal e conseguiu uma Lei que impede esse abuso que a Banca se preparava para impor aos cidadãos. Outra petição, a “Não Destruam os Livros” conseguiu uma Lei que isenta os livros que saem do circuito comercial do pagamento de IVA ao Estado, permitindo assim que sejam enviados para países lusófonos, quando antes eram sempre destruídos. Estes dois exemplos, provam a eficácia do mecanismo. O qual, de resto, é muito menos utilizado em Portugal do que, por exemplo, nos países escandinavos.

No caso concreto (e particularmente agudo) da petição “Cem Mil pela Demissão de Cavaco Silva” coloca-se a questão de saber se a sua entrega na Assembleia da República será eficaz. É certo que ao abrigo da Constituição da República o Presidente não pode ser demitido pelo Parlamento. E que este – mesmo se uma petição reunir mais de 4 mil assinaturas – não tem que levar o tema a Plenário… Mas a Petição pode ser muito mais eficaz se for apenas entregue (e esquecida) no Parlamento.

O Parlamento pode a partir da Petição encetar um processo de revisão constitucional que identifique mecanismos de expulsão do cargo do Presidente. Esta alteração é improvável na atual distribuição parlamentar… Mas não é impossível.

A Petição “Cem Mil pela Demissão de Cavaco Silva” pode contudo ter outro campo de eficácia: Se depois da petição de 40 mil subscritores que foi entregue em Março for entregue uma segunda petição – reunindo ainda mais peticionários – a mensagem política para o Presidente será ensurdecedora e a este, não restarão mais alternativas do que usar o Artigo 139 da Constituição da República Portuguesa e apresentar a Demissão.

O objetivo é possível e está ao alcance de nós. Basta que nos mobilizemos e assinemos ESTA petição.

Categories: Política Nacional, Portugal | 4 comentários

QuidsL1 Literatura de São Tomé e Princípe

São Tomé e Princípe (http://www.dawnali.com)

São Tomé e Princípe (http://www.dawnali.com)

Para participar clique AQUI !

Pontos:

Clóvis Alberto Figueiredo (16) [Kristang, São Tomé e Príncipe, Guerra Civil em Angola, Timor-Leste, Alcácer Quibir, Cinema da Guiné-Bissau, História da Cidade de Luanda, História da Guiné-Bissau (pré-1700), Guerra Civil na Guiné-Bissau, A Guerra de Independência do Brasil, Conhece bem a CPLP?, Poesia Angolana,Programa Espacial Brasileiro, Poesia Timorense,Entrada da Portugal na CEE/UE,O Brasil na Segunda Grande Guerra]
Luis Brântuas (13) [Agostinho da Silva, Literatura Brasileira, Geografia de Moçambique, A Emigração em Cabo Verde, História de Macau,Força Aérea Angolana,GNR em Timor Leste,Cinema Moçambicano,Ilha do Príncipe,Flora e Fauna de Cabo Verde,Portugal e a Exploração do Espaço,Falintil,Literatura de São Tomé e Princípe]
Valdecio Fadrini (1): [Guerra do Paraguai]
Otus Scops (1): [Gilberto Freyre]

Continuar a ler

Categories: Lusofonia, QuidsL1 | Etiquetas: | 1 Comentário

Manuel Ferreira Patrício: “Nós é que criámos o Planeta global”

Manuel Ferreira Patrício

Manuel Ferreira Patrício

“A Europa é incompreensível sem o Mediterrâneo. A verdade da nossa tradição tem a sua nascente no Mediterrâneo. O que Portugal levou ao mundo nas suas naus de iniciação foi o Mediterrâneo: foi Atenas, foi Jerusalém, foi Roma, foi Lisboa, o porto do mítico Ulisses. O Atlântico é uma criação de Portugal. Portugal é uma criação do Mediterrâneo. No plano do essencial. Para a humanidade, criámos não só o Atlântico, mas ainda o Índico e o Pacífico. Nós é que criámos o Planeta global.”

A Língua Portuguesa e o Destino de Portugal
Manuel Ferreira Patricio
Revista Nova Aguia, numero 8

Se antes de Portugal surgir no mundo, este não havia, assim era porque pertence a Portugal essa invenção daquilo a que hoje se chama (nem sempre pelos melhores motivos) “Globalização”. Portugal não se limitou a dar mundos ao mundo, ele deu ao mundo a efetiva percepção de que ele existia, que estávamos num planeta global, pleno de povos e civilizações fechadas e que não comunicavam entre si. Depois de Portugal enviar as suas caravelas para o Atlântico e as naus para o Índico e Pacífico, tudo mudou.

Os portugueses de Quinhentos souberam dar provimento à sua herança fenícia, especializarem-se na feitura de “pontes” entre realidades geográficas e culturais muito diversas e servirem de ligadores de um mundo que antes da sua aparição em cena estava essencialmente desligado e inconsciente da sua plenitude e presença comum. Esse foi o grande feito de Portugal. Não foi o descobrimento de novas terras ou ilhas, o desbravamento de mares distantes ou perigosos, nem a elaboração de novas e extraordinárias cartas marítimas: Foi a constatação de que existiam vários mundos dentro do mundo e, mais, que era possível ligá-los entre si.

Categories: Lusofonia, Política Internacional, Portugal | 2 comentários

Site no WordPress.com.

Eleitores de Portugal (Associação Cívica)

Associação dedicada à divulgação e promoção da participação eleitoral e política dos cidadãos

Vizinhos em Lisboa

A Vizinhos em Lisboa tem em vista a representação e defesa dos interesses dos moradores residentes nas áreas, freguesias, bairros do concelho de Lisboa nas áreas de planeamento, urbanismo, valorização do património edificado, mobilidade, equipamentos, bem-estar, educação, defesa do património, ambiente e qualidade de vida.

Vizinhos do Areeiro

Núcleo do Areeiro da associação Vizinhos em Lisboa: Movimento de Vizinhos de causas locais e cidadania activa

Vizinhos do Bairro de São Miguel

Movimento informal, inorgânico e não-partidário (nem autárquico independente) de Vizinhos

TRAVÃO ao Alojamento Local

O Alojamento Local, o Uniplaces e a Gentrificação de Lisboa e Porto estão a destruir as cidades

Não aos Serviços de Valor Acrescentado nas Facturas de Comunicações !

Movimento informal de cidadãos contra os abusos dos SVA em facturas de operadores de comunicações

Vizinhos de Alvalade

Movimento informal, inorgânico e não-partidário (nem autárquico independente) de Vizinhos de Alvalade

anExplica

aprender e aprendendo

Subscrição Pública

Plataforma independente de participação cívica

Rede Vida

Just another WordPress.com weblog

Vizinhos do Areeiro

Movimento informal, inorgânico e não-partidário (nem autárquico independente) de Vizinhos do Areeiro

MDP: Movimento pela Democratização dos Partidos Políticos

Movimento apartidário e transpartidário de reforma da democracia interna nos partidos políticos portugueses

Operadores Marítimo-Turísticos de Cascais

Actividade dos Operadores Marítimo Turísticos de Cascais

MaisLisboa

Núcleo MaisDemocracia.org na Área Metropolitana de Lisboa

THE UNIVERSAL LANGUAGE UNITES AND CREATES EQUALITY

A new world with universal laws to own and to govern all with a universal language, a common civilsation and e-democratic culture.

looking beyond borders

foreign policy and global economy

O Futuro é a Liberdade

Discussões sobre Software Livre e Sociedade