Daily Archives: 2012/03/19

António Marques Bessa: “A política externa portuguesa passou a desenvolver uma obsessão pela Europa e depois uma obsessão na Europa: a construção da Federação Europeia”

União Europeia (http://dre.pt)

União Europeia (http://dre.pt)

“A política externa portuguesa passou a desenvolver uma obsessão pela Europa e depois uma obsessão na Europa: a construção da Federação Europeia. Pequeno país pretende ter a sua defesa acautelada pela Nato, a sua economia dominada pelas grandes potências, o seu financiamento garantido por um Orçamento Federal. Como se diz, em muitas terras donde vieram os vossos antepassados: “fidalguia sem comédia é gaita que não assobia”. O despesismo extremo dos governos, a incúria em matérias-chave de formação de pessoal qualificado, o esquecimento do agro e das pescas, a glutonica pelos programas europeus de convergência que faziam entrar dinheiro fresco, tornou Portugal num país extremamente vulnerável que a sua diplomacia já não pode mais disfarçar.”

António Marques Bessa
As Grandes Linhas da Política Externa Portuguesa nos Últimos Anos
Finis Mundi, número 3

Nunca na História uma pequena ou média potência conseguiu assegurar a sua soberania fazendo-a assentar unicamente sob os seus próprios recursos. Não resulta assim desonroso, querer que Portugal construa uma teia de alianças defensivas e ofensivas tendo em vista a defesa da sua integridade territorial ou dos seus interesses de soberania. Essa rede é atualmente – gostemos ou não – providenciada pela OTAN e pela União Europeia. Futuramente, até pela patente desagregação da União Europeia e enfraquecimento constante dos EUA, Portugal deve buscar outros apoios externos.

As grandes estratégias não se traçam e aplicam de um momento para o outro. Não se aplicam ao sabor das modas ou circunstancias nem dos lideres políticos ou dos caprichos mediáticos do momento. Traçam-se em prazos de décadas e objetivam-se ainda para mais longe. Dito isto, este é o momento para começar a lançar os alicerces para uma nova fase das relações internacionais e diplomáticas de Portugal. Uma nova fase que responda à decadência europeia e que explore a vocação atlântica e Lusófona de Portugal. Uma via estratégica, larga e ambiciosa, que dê cumprimento às profecias e ao destino de Portugal, lançando a “ideia de ser Portugal” pelo mundo fora… E realizando assim o Quinto Império dos poetas e sonhadores de todas as gerações.

Anúncios
Categories: Lusofonia, Política Internacional, Política Nacional, Portugal, união europeia | 1 Comentário

A Rússia vai receber 94 Sukhoi Su-34 a partir de 2020

O Ministério da Defesa russo assinou um contrato que prevê a aquisição de 94 aparelhos Su-34 Fullback. Os aviões serão entregues a partir de 2020 e permitirá a substituição dos últimos caças-bombardeiros Su-24 ainda em uso na força aérea deste país do Leste europeu.

Noticias anteriores indicavam que apenas 70 aparelhos seriam entregues em 2015, sendo que estes 90 aviões representam assim um incremento notável na encomenda e afirmam uma vontade muito expressiva de modernizar a força aérea russa e… Num contexto de campanha eleitoral que não deve ser esquecido.

A ocorrência de três acidentes com aviões Su-34 entre outubro de 2011 e fevereiro de 2012 indica que existe uma necessidade cada vez mais urgente de substituir estes aparelhos em operação na Rússia desde a década de 70.

Cada Su-34 custa 36 milhões de dólares (menos de um terço de um F-35), é fabricado pela Sukhoi desde 2008 e é propulsado por duas turbinas AL-31MF. O aparelho foi concebido como um bombardeiro tático de alta precisão, armado com um canhão de 30 mm GSh-301, até 12 mísseis Alamo ou Archer, sendo também capaz de transportar ASMs ou vários tipos de bombas de precisão.

Fonte:
http://www.defencetalk.com/russian-defense-ministry-to-buy-92-su-34-fighters-40697/#ixzz1nxrvKKIr

Categories: DefenseNewsPt | Etiquetas: | 31 comentários

QuidsL1: Conhece a ilha do Príncipe?

Ilha do Príncipe (http://ipt.olhares.com)

Ilha do Príncipe (http://ipt.olhares.com)

Clique AQUI para participar !

Pontos:

Clóvis Alberto Figueiredo (12) [Kristang, São Tomé e Príncipe, Guerra Civil em Angola, Timor-Leste, Alcácer Quibir, Cinema da Guiné-Bissau, História da Cidade de Luanda, História da Guiné-Bissau (pré-1700), Guerra Civil na Guiné-Bissau, A Guerra de Independência do Brasil, Conhece bem a CPLP?, Poesia Angolana]
Luis Brântuas (9) [Agostinho da Silva, Literatura Brasileira, Geografia de Moçambique, A Emigração em Cabo Verde, História de Macau,Força Aérea Angolana,GNR em Timor Leste,Cinema Moçambicano,Ilha do Principe]
Valdecio Fadrini (1): [Guerra do Paraguai]

Continuar a ler

Categories: QuidsL1 | 2 comentários

Álvaro Ribeiro: “Ligados pelos caminhos de ferro à Europa Central, donde passamos a receber o pessimismo desvalorizador dos povos latinos, começamos no século passado a esquecer a nossa projeção atlântica e ultramarina”

“Ligados pelos caminhos de ferro à Europa Central, donde passamos a receber o pessimismo desvalorizador dos povos latinos, começamos no século passado a esquecer a nossa projeção atlântica e ultramarina (…) Esquecemos as nossas virtualidades, não cultivamos as nossas virtudes, ignoramos o nosso modo de ser.”
Álvaro Ribeiro, A Escola Formal (1959)

Existe efetivamente algo de muito errado com Portugal. Não com a Nação, ela própria, mas com a forma como se organizou enquanto estrutura e se governa a si mesmo. E essa coisa reside manifestamente na importação de modelos e valores a partir de fora, esquecendo ou descartando os valores realmente portugueses e que foram vividos em pleno durante a nossa Idade Media.

Portugal tem que se reencontrar a si mesmo, esquecendo esta tresloucada “aventura europeia”, insustentável e novo-riqueira. Reencontrar o nível de consumo, reinventar o seu setor produtivo, ser, em suma, “mais Portugal” e curando a sua “doença europeia” partir para o Mar (sem o esquecer) e aproximar-se da Lusofonia.

Categories: História, Lusofonia, Movimento Internacional Lusófono, Portugal | 2 comentários

Site no WordPress.com.

Eleitores de Portugal (Associação Cívica)

Associação dedicada à divulgação e promoção da participação eleitoral e política dos cidadãos

Vizinhos em Lisboa

A Vizinhos em Lisboa tem em vista a representação e defesa dos interesses dos moradores residentes nas áreas, freguesias, bairros do concelho de Lisboa nas áreas de planeamento, urbanismo, valorização do património edificado, mobilidade, equipamentos, bem-estar, educação, defesa do património, ambiente e qualidade de vida.

Vizinhos do Areeiro

Núcleo do Areeiro da associação Vizinhos em Lisboa: Movimento de Vizinhos de causas locais e cidadania activa

Vizinhos do Bairro de São Miguel

Movimento informal, inorgânico e não-partidário (nem autárquico independente) de Vizinhos

TRAVÃO ao Alojamento Local

O Alojamento Local, o Uniplaces e a Gentrificação de Lisboa e Porto estão a destruir as cidades

Não aos Serviços de Valor Acrescentado nas Facturas de Comunicações !

Movimento informal de cidadãos contra os abusos dos SVA em facturas de operadores de comunicações

Vizinhos de Alvalade

Movimento informal, inorgânico e não-partidário (nem autárquico independente) de Vizinhos de Alvalade

anExplica

aprender e aprendendo

Subscrição Pública

Plataforma independente de participação cívica

Rede Vida

Just another WordPress.com weblog

Vizinhos do Areeiro

Movimento informal, inorgânico e não-partidário (nem autárquico independente) de Vizinhos do Areeiro

MDP: Movimento pela Democratização dos Partidos Políticos

Movimento apartidário e transpartidário de reforma da democracia interna nos partidos políticos portugueses

Operadores Marítimo-Turísticos de Cascais

Actividade dos Operadores Marítimo Turísticos de Cascais

MaisLisboa

Núcleo MaisDemocracia.org na Área Metropolitana de Lisboa

THE UNIVERSAL LANGUAGE UNITES AND CREATES EQUALITY

A new world with universal laws to own and to govern all with a universal language, a common civilsation and e-democratic culture.

looking beyond borders

foreign policy and global economy

O Futuro é a Liberdade

Discussões sobre Software Livre e Sociedade