O Medalhão de Dom Dinis descoberto em Malaca

Medalhão português de Klebang (http://sicnoticias.sapo.pt)

Medalhão português de Klebang (http://sicnoticias.sapo.pt)

A descoberta por uma dona de casa malaia, da cidade de Klebang de um medalhão português do século XIII criou alguma celeuma nos meios de comunicação: como é que uma peça pessoal religiosa de uma época muito anterior às primeiras navegações portuguesas na Ásia teria chegado ao estômago de um tubarão na Malásia?

O medalhão foi encontrado por esta doméstica quando preparava um tubarão acabado de comprar no mercado para o jantar. Ao abri-lo, descobriu um medalhão com dez gramas tendo de um lado uma mulher coroada e do outro o desenho de um crucifixo com a palavra “antonii”. A mulher coroada deverá ser a Rainha Isabel, consorte do Rei Dom Dinis.

A presença do medalhão nas costas da Malásia pode ser explicada pelo facto de não ser somente a nossa época a ter o fascínio pelas antiguidades: os navegadores portugueses de seiscentos e setecentos eram tão religiosos (o Cristianismo sempre foi um dos motores da presença lusa na Ásia) como admiradores de antiguidades e este medalhão deve ter navegado embarcado numa das varias naus e galeões das carreiras do Oriente, servindo como amuleto a um marinheiro ou oficial desses navios.

Malaca foi durante o século XVI e XVII um dos portos mais demandados do Oriente português e a existência de vários navios naufragados nestas agua segura… Como o famoso “Flor de la Mar” de 400 toneladas, um dos maiores tesouros marítimos de sempre e resultante do saque de Malaca após a conquista da cidade por Afonso de Albuquerque.
A cidade malaia esteve sob domínio português entre 1511 e 1641.

Fonte:
http://sol.sapo.pt/inicio/Vida/Interior.aspx?content_id=42143

Anúncios
Categories: História, Mitos e Mistérios, Portugal | Deixe um comentário

Navegação de artigos

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

Site no WordPress.com.

Eleitores de Portugal (Associação Cívica)

Associação dedicada à divulgação e promoção da participação eleitoral e política dos cidadãos

Vizinhos em Lisboa

A Vizinhos em Lisboa tem em vista a representação e defesa dos interesses dos moradores residentes nas áreas, freguesias, bairros do concelho de Lisboa nas áreas de planeamento, urbanismo, valorização do património edificado, mobilidade, equipamentos, bem-estar, educação, defesa do património, ambiente e qualidade de vida.

Vizinhos do Areeiro

Núcleo do Areeiro da associação Vizinhos em Lisboa: Movimento de Vizinhos de causas locais e cidadania activa

Vizinhos do Bairro de São Miguel

Movimento informal, inorgânico e não-partidário (nem autárquico independente) de Vizinhos

TRAVÃO ao Alojamento Local

O Alojamento Local, o Uniplaces e a Gentrificação de Lisboa e Porto estão a destruir as cidades

Não aos Serviços de Valor Acrescentado nas Facturas de Comunicações !

Movimento informal de cidadãos contra os abusos dos SVA em facturas de operadores de comunicações

Vizinhos de Alvalade

Movimento informal, inorgânico e não-partidário (nem autárquico independente) de Vizinhos de Alvalade

anExplica

aprender e aprendendo

Subscrição Pública

Plataforma independente de participação cívica

Rede Vida

Just another WordPress.com weblog

Vizinhos do Areeiro

Movimento informal, inorgânico e não-partidário (nem autárquico independente) de Vizinhos do Areeiro

MDP: Movimento pela Democratização dos Partidos Políticos

Movimento apartidário e transpartidário de reforma da democracia interna nos partidos políticos portugueses

Operadores Marítimo-Turísticos de Cascais

Actividade dos Operadores Marítimo Turísticos de Cascais

MaisLisboa

Núcleo MaisDemocracia.org na Área Metropolitana de Lisboa

THE UNIVERSAL LANGUAGE UNITES AND CREATES EQUALITY

A new world with universal laws to own and to govern all with a universal language, a common civilsation and e-democratic culture.

looking beyond borders

foreign policy and global economy

O Futuro é a Liberdade

Discussões sobre Software Livre e Sociedade

%d bloggers like this: