Daily Archives: 2012/03/01

X Fórum PASC: Encontro Público “A Importância da Lusofonia” (9)

Intervenção de Delmar Gonçalves (Moçambique)
Membro da direção do MIL

Fórum organizado pelo MIL (entidade PASC)
http://www.movimentolusofono.org

Categories: Europa e União Europeia, Lusofonia, Movimento Internacional Lusófono, Política Internacional, Política Nacional, Portugal | Deixe um comentário

Sobre a iminente guerra Irão-Israel

Nao restam hoje muitas dúvidas de que quer Israel, quer o Irão estao hoje profundamente empenhados em planear golpes e contra-golpes… O Irão parece mesmo convencido da iminencia de um ataque israelita e deslocou unidades militares para os alvos que considera serem mais prováveis…

Um confronto militar entre Israel e o Irao é inevitável. Restam apenas dúvidas sobre a sua escala, duração e momento. Israel sabe que tem nao somente que reduzir as possibilidades de o Irao desenvolver uma arma nuclear, como tem que reduzir o papel cada vez mais importante que o Irao tem assumido no Médio Oriente devido à satelização do Iraque e do Líbano. Esse papel está a preocupar os países arabes (sunitas) a um tal ponto que estes estão prontos a deixar passar nos seus ceus os avioes israelitas sem mais que um protesto formal, mas inofensivo. Os paises arabes sabem que qualquer ataque israelita será precedido de ataques de saturacao que destruirao o poder defensivo da República Islâmica e, logo, o seu prestígio e influencia regionais.

O problema é que pode ser já tarde demais para travar o programa nuclear iraniano… E mesmo se esse objetivo for alcançado, os custos materiais e humanos para Israel serao muito provavelmente consideráveis, tamanho é o grau de dispersão, a distancia, a força das defesas aereas e a qualidade das fortificações iranianas. Além dessas perdas, Israel tem que contar também com retaliações por parte do Hezbollah libanes… E com uma possivel deriva fundamentalista shiita do regime no poder no Iraque.

Perante um ataque israelite o apoio norte-americano é certo, quer logistico, quer diplomático e até, provavelmente, militar, com bombardeamentos aereos e por misseis de cruzeiro que destruam a força aérea e os mísseis anti-aéreos iranianos, abrindo caminho aos caças-bombardeiros israelitas. Aqui, de novo, a recompensa para os Estados do Golfo (como o Bahrein) que têm maiorias shiitas e para a Arábia Saudita serão notáveis: o seu grande rival regional perderá completamente todas as garras.

Categories: DefenseNewsPt, Política Internacional | Etiquetas: , | 34 comentários

O Presidente do Supremo Tribunal de Justiça e o Corporativismo da Casta Judicial

Noronha do Nascimento (http://www.dn.pt)

Noronha do Nascimento (http://www.dn.pt)

“Numa recente entrevista o presidente do Supremo Tribunal de Justiça afirmou: Dava-me muito prazer que todas as escutas no processo Face Oculta que envolvem o primeiro-ministro Jose Sócrates fossem conhecidas. Dava-me muito prazer”. O jornalista perguntou-lhe “porquê?” E o entrevistado respondeu: “Primeiro, dava uma lição de indemnização contra o Estado.” Dava-lhe prazer? A terceira figura do Estado iria ter muito prazer em que fosse intentada uma ação contra o Estado? Que raio de prazer seria este? E afirma-o enquanto decorre o julgamento do processo Face Oculta? Sendo o magistrado mais politico do nosso pais, é também, no meu entender, aquele que menos sentido de Estado tem – o que é, igualmente, lamentável.”
Francisco Teixeira da Mota
Publico 20 de dezembro de 2011

Esta atitude infelizmente não é exclusiva da “terceira (triste) figura do Estado”. Pode ser encontrada também em muitos membros da corporação judicial. Denota um feroz e arreigado espírito corporativo que sobrepesa qualquer outro critério, dever ou sentido de serviço público. Estas infelizes declarações não são assim pontuais ou individuais. São o triste testemunho de uma classe profissional que se julga superior à plebe e que usado o seu poder e (injustificados) privilégios a seu favor e exercendo a sua profissão com a incompetência e o laxismo que hoje praticamente todos reconhecem.

Categories: Justiça, Política Nacional, Portugal | Deixe um comentário

QuidsL1: História da Cidade de Luanda

Participe clicando AQUI !

Pontos:
Clóvis Alberto Figueiredo (7) [Kristang, São Tomé e Príncipe, Guerra Civil em Angola, Timor-Leste, Alcácer Quibir, Cinema da Guiné-Bissau, História da Cidade de Luanda]
Luis Brântuas (5) [Agostinho da Silva, Literatura Brasileira, Geografia de Moçambique, A Emigração em Cabo Verde, História de Macau]

Regulamento:
1. Todos os quids valem um ponto
2. Os Quids são lançados a qualquer momento do dia ou da noite, de qualquer dia da semana
3. Os Quids terminam quando um concorrente chegar aos 20 pontos
4. Sai vencedor do Quid o primeiro concorrente a acertar em todas as respostas
5. Cada participante só pode responder uma vez

Categories: Lusofonia, QuidsL1 | 7 comentários

Dívida Pública Europeia = Bancarrota a prazo (a situação francesa)

“Em 2001, só o reembolso dos juros da dívida de França (46,9 mil milhões de euros) terá representado a segunda maior despesa orçamental do Estado, após a Educação, muito à frente da Defesa e da Segurança. Por si só, os juros absorverão a totalidade dos impostos sobre as empresas.”
O Ano de 2012 será terrível! Divida Pública: Como os Estados se tornaram prisioneiros dos Bancos
Alain de Benoist
Finis Mundi, número 3

Quando o pagamento de juros de divida externa passam nos orçamentos de um grande pais (como a Franca, neste caso) ultrapassam rubricas estrategicamente tão centrais às mais centrais funções de soberania, como a Educação ou a Defesa então estamos numa situação terminal. A prazo (curto) a saída é clara e passa pelo Incumprimento total ou seletivo, com os credores a assumirem as consequências dos riscos que aceitaram ao realizarem os empréstimos.

A situação resulta dos efeitos da terceira globalização, aquela que se instalou no mundo como “pensamento único” e que escancarou as fronteiras do Ocidente aos produtos baratos do Terceiro Mundo, sem assegurar que nos locais de fabrico se respeitassem as mais basilares regras de humanidade, ambiente ou respeito pelos direitos laborais. A selvajaria capitalista conseguiu assim – por múltiplos dumpings simultâneos – deslocalizar a industria europeia e dos EUA, para a China, engordando assim as multinacionais e exaurindo de Capital o Ocidente (como recentemente alertou o Nobel da Economia, Paul Samuelson). A deslocalização, perda de Emprego e de exportações só podia ser compensada pelo embaratecimento massivo do crédito. E foi isso que aconteceu. Com as consequências que agora estão à vista de todos.

Categories: Economia | Etiquetas: | 1 Comentário

Site no WordPress.com.

Eleitores de Portugal (Associação Cívica)

Associação dedicada à divulgação e promoção da participação eleitoral e política dos cidadãos

Vizinhos em Lisboa

A Vizinhos em Lisboa tem em vista a representação e defesa dos interesses dos moradores residentes nas áreas, freguesias, bairros do concelho de Lisboa nas áreas de planeamento, urbanismo, valorização do património edificado, mobilidade, equipamentos, bem-estar, educação, defesa do património, ambiente e qualidade de vida.

Vizinhos do Areeiro

Núcleo do Areeiro da associação Vizinhos em Lisboa: Movimento de Vizinhos de causas locais e cidadania activa

Vizinhos do Bairro de São Miguel

Movimento informal, inorgânico e não-partidário (nem autárquico independente) de Vizinhos

TRAVÃO ao Alojamento Local

O Alojamento Local, o Uniplaces e a Gentrificação de Lisboa e Porto estão a destruir as cidades

Não aos Serviços de Valor Acrescentado nas Facturas de Comunicações !

Movimento informal de cidadãos contra os abusos dos SVA em facturas de operadores de comunicações

Vizinhos de Alvalade

Movimento informal, inorgânico e não-partidário (nem autárquico independente) de Vizinhos de Alvalade

anExplica

aprender e aprendendo

Subscrição Pública

Plataforma independente de participação cívica

Rede Vida

Just another WordPress.com weblog

Vizinhos do Areeiro

Movimento informal, inorgânico e não-partidário (nem autárquico independente) de Vizinhos do Areeiro

MDP: Movimento pela Democratização dos Partidos Políticos

Movimento apartidário e transpartidário de reforma da democracia interna nos partidos políticos portugueses

Operadores Marítimo-Turísticos de Cascais

Actividade dos Operadores Marítimo Turísticos de Cascais

MaisLisboa

Núcleo MaisDemocracia.org na Área Metropolitana de Lisboa

THE UNIVERSAL LANGUAGE UNITES AND CREATES EQUALITY

A new world with universal laws to own and to govern all with a universal language, a common civilsation and e-democratic culture.

looking beyond borders

foreign policy and global economy

O Futuro é a Liberdade

Discussões sobre Software Livre e Sociedade