Daily Archives: 2012/02/24

A NASA prepara-se para sair do projeto europeu ExoMars

A NASA está a avaliar a saída do projeto conjunto com a ESA para enviou de um satélite e de um rover para Marte. Responsáveis da agência deram mesmo como certo essa saída. A confirmar-se, somente a Rússia poderá compensar a saída da NASA e manter o financiamento do projeto.

Esta notícia coloca assim em risco todo o programa ExoMars, que pretendia estudar as fontes do misterioso metano marciano, um gás que é produzido regularmente no Planeta Vermelho e que é atualmente a maior evidencia cientifica da existência de vida em Marte. O projeto consistiria num. Orbiter que chegaria a Marte em 2016 e num rover que chegaria à superfície dois anos depois, em 2018.

A participação norte-americana no projeto traduzir-se-ía em instrumentos para o Rover um kit de comunicações para o orbiter, o foguetão do mesmo e um sistema de aterragem para o rover, tecnologias onde os europeus têm pouca experiência. A saída da NASA pode ser compensada pela Roscosmos russo, em instrumentos, num sistema de descida e por dois foguetões Proton. Muito provavelmente, tal mudança levaria também a uma redução do peso do rover.

Fonte:
http://rss.slashdot.org/~r/Slashdot/slashdot/~3/OP_3NRJc1E8/nasa-pulling-out-of-esa-led-exomars-mission

Categories: SpaceNewsPt | 2 comentários

Sobre os números da imigração em Portugal

Em 2008, de acordo com as estatísticas oficiais, residiam em Portugal 400 mil estrangeiros, valor que poderá ser ainda mais elevado, nomeadamente se se admitirem como não negligenciáveis aqueles que chegam ao país e aqui permanecem em situação de clandestinidade.
(…)
Segundo os dados disponíveis, em 2008, entre os estrangeiros com o estatuto legal de residente, a comunidade de origem brasileira era a mais numerosa. Com um valor registado de mais de cem mil indivíduos, o numero oficial de residentes brasileiros quadruplicou em apenas cinco anos, graças aos processos de legalização especiais que os teve como destinatários. Em segundo lugar, estão os ucranianos, com mais de 52 mil indivíduos. Em terceiro lugar, encontram-se os caboverdianos (51 mil) que até 2007 mantiveram o titulo de comunidade estrangeira mais numerosa a residir em Portugal.”

Portugal: Os Números
Maria João Valente Rosa e Paulo Chitas

São precisamente estes imigrantes que têm contribuído de uma forma crescentemente cada vez mais importante para a sustentabilidade da Segurança Social nos últimos dez anos. Se as contribuições sociais dos imigrantes, provavelmente as contas dos cofres da Seguranca Social já estariam negativas e neste momento já seria necessário reduzir de forma radical as pensões de reforma ou transferir recursos do Orçamento de Estado para colmatar essa omissão.

Os imigrantes têm contribuído também para manter o equilíbrio demográfico da sociedade portuguesa, compensando aquela que é uma das sociedades com menores taxas de substituição do mundo Ocidental, com apenas 1.3 filhos por casal, algo que resulta em muito das mulheres terem filhos cada vez mais tarde e da (justa) aspiração feminina a carreiras profissionais. A falta de incentivos à demografia (como aqueles que existem nos países nórdicos desde a década de 80) mas os elevados custos associados à educação e sustento das crianças jogam aqui, também, o seu papel nefasto, note-se… A verdade, é que o afluxo de imigrantes tem permitido minorar os efeitos económicos, financeiros e sociais da sociedade lusa. Estes factos deviam ser pensados por parte dos extremistas de todas as inspirações que advogam a expulsão ou barramento de chegada de novos imigrantes.

Em termos estritamente económicos, a imigração é um fenómeno positivo: são indivíduos ativos e produtivos, onde o Estado não investiu durante anos na sua formação e crescimento até alcançarem a idade produtiva. É uma estupidez económica combater a imigração e repelir imigrantes, mas a estupidez é a marca distintiva de todos os racistas e extremistas de direita.

Categories: Economia, Lusofonia, Política Internacional, Política Nacional, Portugal | 16 comentários

Site no WordPress.com.

Eleitores de Portugal (Associação Cívica)

Associação dedicada à divulgação e promoção da participação eleitoral e política dos cidadãos

Vizinhos em Lisboa

A Vizinhos em Lisboa tem em vista a representação e defesa dos interesses dos moradores residentes nas áreas, freguesias, bairros do concelho de Lisboa nas áreas de planeamento, urbanismo, valorização do património edificado, mobilidade, equipamentos, bem-estar, educação, defesa do património, ambiente e qualidade de vida.

Vizinhos do Areeiro

Núcleo do Areeiro da associação Vizinhos em Lisboa: Movimento de Vizinhos de causas locais e cidadania activa

Vizinhos do Bairro de São Miguel

Movimento informal, inorgânico e não-partidário (nem autárquico independente) de Vizinhos

TRAVÃO ao Alojamento Local

O Alojamento Local, o Uniplaces e a Gentrificação de Lisboa e Porto estão a destruir as cidades

Não aos Serviços de Valor Acrescentado nas Facturas de Comunicações !

Movimento informal de cidadãos contra os abusos dos SVA em facturas de operadores de comunicações

Vizinhos de Alvalade

Movimento informal, inorgânico e não-partidário (nem autárquico independente) de Vizinhos de Alvalade

anExplica

aprender e aprendendo

Subscrição Pública

Plataforma independente de participação cívica

Rede Vida

Just another WordPress.com weblog

Vizinhos do Areeiro

Movimento informal, inorgânico e não-partidário (nem autárquico independente) de Vizinhos do Areeiro

MDP: Movimento pela Democratização dos Partidos Políticos

Movimento apartidário e transpartidário de reforma da democracia interna nos partidos políticos portugueses

Operadores Marítimo-Turísticos de Cascais

Actividade dos Operadores Marítimo Turísticos de Cascais

MaisLisboa

Núcleo MaisDemocracia.org na Área Metropolitana de Lisboa

THE UNIVERSAL LANGUAGE UNITES AND CREATES EQUALITY

A new world with universal laws to own and to govern all with a universal language, a common civilsation and e-democratic culture.

looking beyond borders

foreign policy and global economy

O Futuro é a Liberdade

Discussões sobre Software Livre e Sociedade