Daily Archives: 2012/02/17

A Phobos-Grunt foi vítima de… Microcircuitos demasiado finos

Phobos-Grunt (http://www.popsci.com)

Phobos-Grunt (http://www.popsci.com)

A agência espacial russa Roscosmos declarou recentemente que a causa do falhanço da sua sonda marciana Phobos-Grunt foi uma “falha informática” no computador de bordo da sonda. Não se sabe ainda é muitos detalhes sobre a natureza da falha…

Segundo o jornal Kommersant, a falha teria residido num erro de software no computador da sonda. Posteriormente, Vladimir Popovkin, o diretor da Roscosmos acrescentou que “dois grupos foram rebooted e então o computador entrou em modo de poupança de energia e em modo de espera de comandos” dizendo aqui que a causa do problema terá sido um bombardeamento de partículas eletricamente carregadas num microcircuito importado com apenas 90 nm, quando deveria ser um circuito com 200 nm, como é normal. Ou seja, os russos terão usado microcircuitos comerciais na Phobos-Grunt… Por motivos financeiros? Porque alguém ficou no bolso com a diferença e comprou componentes comerciais quando estes deviam ter sido fabricados à medida e cumprindo rigorosas especificações?…

Fonte:
http://www.spacedaily.com/reports/The_Phobos_Crash_Was_Preprogrammed_999.html

Anúncios
Categories: SpaceNewsPt | Etiquetas: | Deixe um comentário

QuidsLusófono T1: Guerra Civil em Angola

Clique Aqui!
Batalha de Cuito Canavale (http://resistir.info)

Batalha de Cuito Canavale (http://resistir.info)

Pontos:
Clóvis Alberto Figueiredo (3) [Kristang, São Tomé e Príncipe, Guerra Civil em Angola]
Luis Brântuas (1) [Agostinho da Silva]

Regulamento:
1. Todos os quids valem um ponto
2. Os Quids são lançados a qualquer momento do dia ou da noite, de qualquer dia da semana
3. Os Quids terminam quando um concorrente chegar aos 20 pontos
4. Sai vencedor do Quid o primeiro concorrente a acertar em todas as respostas
5. Cada participante só pode responder uma vez

Categories: Lusofonia, QuidsL1 | 8 comentários

Investimento Direto Estrangeiro (IED) em Portugal – parte 1

O investimento estrangeiro é essencial para dinamizar o mercado interno e a própria economia nacional. O afluxo de capitais estrangeiros atrai ele próprio (por lógica de exemplo e contágio) mais capitais, desencadeando um processo de crescimento económico que rapidamente se propaga a toda a economia.

Fatores que atraem o investimento estrangeiro:
1. Capital atrai capital… A existência de valores significativos de capitais estrangeiros a entrar numa economia atrai mais capitais, por contágio e exemplo.
2. A abertura económica nacional
3. Os laços muito estreitos com a União Europeia e com os grandes mercados do norte da Europa
4. Os laços económicos, culturais e linguísticos com os países da Lusofonia servem de alicerce decisivo para a internacionalização da economia portuguesa e têm atraído muitos capitais, em especial do Brasil e de Angola, de que a Embraer e o BIC são apenas dois dos exemplos recentes mais conhecidos.
5. O quadro legal nacional é já bastante favorável ao investimento estrangeiro, quer depois da última revisão do Código Laboral, quer pelas concessões fiscais ou pelas infra-estruturas que têm conhecido um grande incremento nas últimas décadas.
6. A mão-de-obra portuguesa é relativamente qualificada, versátil e conhecida pela sua facilidade na adoção de novas tecnologias e métodos de trabalho.
7. Os custos laborais da mão-de-obra são considerados em muitos estudos comparativos dos mais competitivos da União Europeia.
8. Os níveis de segurança ambiental, riscos naturais e de segurança pessoal são dos mais altos do mundo, oferecendo uma estabilidade social de que poucos países no mundo se podem orgulhar.
9. Nos últimos anos, tem-se registado em Portugal um notável progresso no campo do crescimento da produção cientifica provando a existência de ampla camada de investigadores e instituições cientificas internacionalizadas e muito dinâmicas.
10. Em termos de infra-estruturas de energia, transportes rodoviários e portos, Portugal dispõe de uma das melhores ofertas mundiais. Sines, em particular, é o melhor porto de aguas profundas da Europa e a sua eminente ligação a uma rede europeia de alta velocidade irá torná-lo numa das principais portas de entrada e saída de mercadorias daquela que é hoje a maior zona de comercio do globo: a Europa.

Categories: Economia, Economia Politica, Política Nacional, Portugal | Deixe um comentário

Create a free website or blog at WordPress.com.

Eleitores de Portugal (Associação Cívica)

Associação dedicada à divulgação e promoção da participação eleitoral e política dos cidadãos

Vizinhos em Lisboa

A Vizinhos em Lisboa tem em vista a representação e defesa dos interesses dos moradores residentes nas áreas, freguesias, bairros do concelho de Lisboa nas áreas de planeamento, urbanismo, valorização do património edificado, mobilidade, equipamentos, bem-estar, educação, defesa do património, ambiente e qualidade de vida.

Vizinhos do Areeiro

Núcleo do Areeiro da associação Vizinhos em Lisboa: Movimento de Vizinhos de causas locais e cidadania activa

Vizinhos do Bairro de São Miguel

Movimento informal, inorgânico e não-partidário (nem autárquico independente) de Vizinhos

TRAVÃO ao Alojamento Local

O Alojamento Local, o Uniplaces e a Gentrificação de Lisboa e Porto estão a destruir as cidades

Não aos Serviços de Valor Acrescentado nas Facturas de Comunicações !

Movimento informal de cidadãos contra os abusos dos SVA em facturas de operadores de comunicações

Vizinhos de Alvalade

Movimento informal, inorgânico e não-partidário (nem autárquico independente) de Vizinhos de Alvalade

anExplica

aprender e aprendendo

Subscrição Pública

Plataforma independente de participação cívica

Rede Vida

Just another WordPress.com weblog

Vizinhos do Areeiro

Movimento informal, inorgânico e não-partidário (nem autárquico independente) de Vizinhos do Areeiro

MDP: Movimento pela Democratização dos Partidos Políticos

Movimento apartidário e transpartidário de reforma da democracia interna nos partidos políticos portugueses

Operadores Marítimo-Turísticos de Cascais

Actividade dos Operadores Marítimo Turísticos de Cascais

MaisLisboa

Núcleo MaisDemocracia.org na Área Metropolitana de Lisboa

THE UNIVERSAL LANGUAGE UNITES AND CREATES EQUALITY

A new world with universal laws to own and to govern all with a universal language, a common civilsation and e-democratic culture.

looking beyond borders

foreign policy and global economy

O Futuro é a Liberdade

Discussões sobre Software Livre e Sociedade