ADSL, o que é? E como testar a velocidade efetiva da sua ligação

ADSL abrevia “Assymetric Digital Subscriber Line” ou, dito em Português, “Linha Digital Assimétrica de Assinantes”. O ADSL possibilita transferência de dados a altas velocidades em linhas telefónicas vulgares. Atualmente, esta é a tecnologia que mais utilizadores agrega em Portugal, seguida a grande distância pelo Cabo e pela Fibra.

Como funciona o ADSL?

O ADSL usa a linha telefónica com um par de fios de cobre que as companhias telefónicas (normalmente a PT) instalaram pelo país fora. Estas linhas são repartidas em três bandas diferentes, uma para voz, uma segunda para download (com velocidades elevadas) e um de upload (com velocidades mais baixas). As velocidades do ADSL variam, mas vão de 256 kbps até aos 24 Mbps. Estas velocidades são meramente indicativas, não sendo raro que as velocidades reais não cheguem sequer a metade das velocidades máximas contratadas.

O facto de um dos três canais ser de voz, significa que é possível manter uma conversação telefónica enquanto se navega na Internet. Esta separação é feita através de um equipamento designado por Splitter onde se liga um cabo para o terminal telefónico e outro, para a ligação de dados. Na central telefónica existe outro Splitter que encaminha o sinal para a rede de comutação da operadora (PSTN, ou Public Switched Telephone Network). O tráfego de dados, na central, é enviado na central para equipamentos DSLAN.

O ADSL baseia-se no conceito de que a voz navega numa linha telefónica em frequência relativamente baixas, entre os 300 Hz e os 4000 Hz, sobre estas e simultaneamente, o ADSL adiciona frequência de dados, nas frequências mais altas que estão desperdiçadas. Acima dos 4000 Hz, coloca o canal de upload de dados (upstream), mais alto ainda, e ate aos 2.2 MHz, coloca o canal de download (downstream).

A ligação ADSL entre o ponto de acesso à Internet (a residência ou o escritório) e a central telefónica nunca pode exceder os 5460 metros num cabo que pode ser subterrâneo ou elevado. Isto significa que a ligação é tanto mais rápida, quanto menor a distância à central, além de que não está disponível em todos o país, nem para todos os operadores em todos os locais. É possível conseguir velocidades máximas de 8 Mbps a distâncias de cerca de 1820 metros em download ou de 640 Kbps. Na prática, raramente se consegue em Portugal mais de 1500 Mbps para downstream e upstream entre 64 e os 640 Kbps.

A velocidade de uma ligação ADSL é assim condicionada sobretudo pela distância, mas também pela presença na linha de Bridge Taps, extensões entre o telefone e a central que prolongam a distância. Cabos de fibra e a distância pode ser maior do que a geografia por causa da geografia local entre a sua casa ou escritório e a central.

Além da ADSL existem também:
DSL de taxa alta de bits (VDSL), rápida, mas apenas para pequenas distâncias.
DSL simétrica (SDSL), usada em pequenas empresas, não permite uso simultâneo de voz e a velocidade de download e upload é a mesma.
DSL de taxa adaptável (RADSL) em que o modem adapta a velocidade da conexão em função do comprimento e qualidade da linha.

Para testar a sua ligação ADSL:
1. Aceda à página de gestão do seu router ADSL e anote a velocidade sincronizada pelo equipamento
2. Desligue todo e qualquer software que possa estar a usar o acesso à Internet. Não use também telefones durante a duração deste teste
3. Speedtest.net e anotar vários testes
4. Aceda a messenger.sapo.pt/download e verifique qual é a taxa de transferência. Uma ligação a 16000 kbits/segundo (16 megas) deverá rondar os 1536 kBytes/seg. O teste deve ser feito dentro da rede do operador (PT neste caso), já que somente aqui a velocidade máxima devera estar garantida.
5. Aceda à página de configuração do seu router e identifique o attenuation (dB) up/down (p.ex. 18/30), o sync speed (em Kbps), e o Noise Margin. Aceda ao www2.farina1.com/adsl/default.aspx e ao http://www.kitz.co.uk/adsl/max_speed_calc.php e obtenha a distância em relação à central.

Ter em conta que as velocidades comercializadas pelos operadores não são garantidas, mas apenas velocidades máximas possíveis. A velocidade real depende muito das condições técnicas e da localização da linha telefónica e, sobretudo e da localização do site testado (se está ou não dentro da rede do operador).

Anúncios
Categories: Informática | Deixe um comentário

Navegação de artigos

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

Create a free website or blog at WordPress.com.

Eleitores de Portugal (Associação Cívica)

Associação dedicada à divulgação e promoção da participação eleitoral e política dos cidadãos

Vizinhos em Lisboa

A Vizinhos em Lisboa tem em vista a representação e defesa dos interesses dos moradores residentes nas áreas, freguesias, bairros do concelho de Lisboa nas áreas de planeamento, urbanismo, valorização do património edificado, mobilidade, equipamentos, bem-estar, educação, defesa do património, ambiente e qualidade de vida.

Vizinhos do Areeiro

Núcleo do Areeiro da associação Vizinhos em Lisboa: Movimento de Vizinhos de causas locais e cidadania activa

Vizinhos do Bairro de São Miguel

Movimento informal, inorgânico e não-partidário (nem autárquico independente) de Vizinhos

TRAVÃO ao Alojamento Local

O Alojamento Local, o Uniplaces e a Gentrificação de Lisboa e Porto estão a destruir as cidades

Não aos Serviços de Valor Acrescentado nas Facturas de Comunicações !

Movimento informal de cidadãos contra os abusos dos SVA em facturas de operadores de comunicações

Vizinhos de Alvalade

Movimento informal, inorgânico e não-partidário (nem autárquico independente) de Vizinhos de Alvalade

anExplica

aprender e aprendendo

Subscrição Pública

Plataforma independente de participação cívica

Rede Vida

Just another WordPress.com weblog

Vizinhos do Areeiro

Movimento informal, inorgânico e não-partidário (nem autárquico independente) de Vizinhos do Areeiro

MDP: Movimento pela Democratização dos Partidos Políticos

Movimento apartidário e transpartidário de reforma da democracia interna nos partidos políticos portugueses

Operadores Marítimo-Turísticos de Cascais

Actividade dos Operadores Marítimo Turísticos de Cascais

MaisLisboa

Núcleo MaisDemocracia.org na Área Metropolitana de Lisboa

THE UNIVERSAL LANGUAGE UNITES AND CREATES EQUALITY

A new world with universal laws to own and to govern all with a universal language, a common civilsation and e-democratic culture.

looking beyond borders

foreign policy and global economy

O Futuro é a Liberdade

Discussões sobre Software Livre e Sociedade

%d bloggers like this: