Competitividade

A competitividade externa de um pais é a sua capacidade para produzir e vender mais barato que os seus competidores. Assim, consegue aumentar as suas exportações.

A competitividade internacional é medida pela Taxa de Câmbio Real.

Quatro fatores principais para a Competitividade Internacional de um país são:
.Eficiência Empresarial
.Eficiência Governamental
.Performance Económica e
.Infra-Estruturas

Na primeira fase da Globalização, os países ricos deslocalizaram a produção para países mais pobres. Assim, reduziram os custos e puderam manter níveis baixos de inflação. Mas na segunda fase – em que vivemos atualmente – os países emergentes estão a aproximar-se rapidamente dos ricos e aumentam os consumos de recursos como agua, energia e matérias-primas. Isto pressiona a inflação mundial que hoje ronda os 6 por cento, e isto em clima de recessão.

Taxa de Câmbio Real

A Taxa de Câmbio Real afere a variação relativa do padrão geral dos preços registados num dado país frente aos demais. Uma sua subida implica uma queda da competitividade externa, já que quer dizer que os preços aumentaram menos que nos demais países. É difícil medir a Taxa de Cambio Real porque os preços comparados usam diferentes unidades monetárias, o que força a conversões constantes. Este dificuldade é vencida através do recurso ao Índice de Taxa de Câmbio Efetiva (ITCN).

Índice de Taxa de Câmbio Efetiva (ITCN)

O ITCN mede o valor relativo de uma moeda no seio de um conjunto de moedas. Este conjunto agrega os principais parceiros externos de um dado país, entre os seus principais importadores e exportadores. Quando o ITCN sobe, estamos perante uma depreciação da moeda nacional.

Anúncios
Categories: Economia, Economia Politica | Deixe um comentário

Navegação de artigos

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

Create a free website or blog at WordPress.com.

Eleitores de Portugal (Associação Cívica)

Associação dedicada à divulgação e promoção da participação eleitoral e política dos cidadãos

Vizinhos em Lisboa

A Vizinhos em Lisboa tem em vista a representação e defesa dos interesses dos moradores residentes nas áreas, freguesias, bairros do concelho de Lisboa nas áreas de planeamento, urbanismo, valorização do património edificado, mobilidade, equipamentos, bem-estar, educação, defesa do património, ambiente e qualidade de vida.

Vizinhos do Areeiro

Núcleo do Areeiro da associação Vizinhos em Lisboa: Movimento de Vizinhos de causas locais e cidadania activa

Vizinhos do Bairro de São Miguel

Movimento informal, inorgânico e não-partidário (nem autárquico independente) de Vizinhos

TRAVÃO ao Alojamento Local

O Alojamento Local, o Uniplaces e a Gentrificação de Lisboa e Porto estão a destruir as cidades

Não aos Serviços de Valor Acrescentado nas Facturas de Comunicações !

Movimento informal de cidadãos contra os abusos dos SVA em facturas de operadores de comunicações

Vizinhos de Alvalade

Movimento informal, inorgânico e não-partidário (nem autárquico independente) de Vizinhos de Alvalade

anExplica

aprender e aprendendo

Subscrição Pública

Plataforma independente de participação cívica

Rede Vida

Just another WordPress.com weblog

Vizinhos do Areeiro

Movimento informal, inorgânico e não-partidário (nem autárquico independente) de Vizinhos do Areeiro

MDP: Movimento pela Democratização dos Partidos Políticos

Movimento apartidário e transpartidário de reforma da democracia interna nos partidos políticos portugueses

Operadores Marítimo-Turísticos de Cascais

Actividade dos Operadores Marítimo Turísticos de Cascais

MaisLisboa

Núcleo MaisDemocracia.org na Área Metropolitana de Lisboa

THE UNIVERSAL LANGUAGE UNITES AND CREATES EQUALITY

A new world with universal laws to own and to govern all with a universal language, a common civilsation and e-democratic culture.

looking beyond borders

foreign policy and global economy

O Futuro é a Liberdade

Discussões sobre Software Livre e Sociedade

%d bloggers like this: