Daily Archives: 2012/02/04

Sobre as contas da CGD nos Offshores e a Crise Moral da Sociedade Portuguesa

“Que a CGD transfira as contas do seu balcão no offshore da Madeira para as Ilhas Caimão é um sinal inequívoco que o banco público (e, portanto, o Governo indiretamente) dá à sociedade portuguesa sobre qual deve ser a hierarquia de valores a adotar: a borla fiscal é preferível à responsabilidade de pagar os impostos que um horizonte de mínima justiça exige. (…) “O país vai mal, tem-se vindo a perder a noção de ética e do comportamento social responsável”, sentenciando o patrão da Jerónimo Martins) se reduz a pó quando o truque fiscal é sedutor. Que a PT antecipe a distribuição de dividendos para os subtrair a tributação que a democracia entendeu ser justa, mostra que o capital recorrerá a tudo (e é tanto) o que estiver ao seu alcance para se manter isento de sacrifícios.”

José Manuel Pureza
Diário de Noticias, 6 de janeiro de 2012

Já o disse antes no Quintus: as crises financeira, económica e social são apenas aspetos ou consequências da verdadeira crise que atravessa todos os segmentos da sociedade portuguesa: a Crise Moral.

Substanciada num sistema de Justiça completamente bloqueado e dominado por interesses corporativos (advogados, juízes e funcionários judiciais) a Justiça perde a sua capacidade para travar atitudes moralmente desbragadas e os baixos níveis de civismo tradicionais da sociedade portuguesa não chegam para compensar esta ineficiência crónica da sociedade lusa. Sem o medo da chibata, nem a regra do espírito, todos se furtam ao seu dever social e ético. E nesta deriva moral que carateriza o Portugal de hoje os mais ricos e poderosos são particularmente responsáveis: pelo poderoso poder do Exemplo levam milhões a agirem como eles. Se são corruptos e impunemente corruptos, as camadas socialmente inferiores sentem-se compelidas a imitá-los. Se cometem crimes sem punição (porque as policias estão subfinanciadas pelos políticos), as passam imitam-nos. Se fogem aos impostos (como Manuel dos Santos, fugindo para a Holanda), as massas migram em massa para a economia subterrânea…

Exemplo. É este o termo que em épocas de crise nacional grave e potencialmente terminal urge estimular e promover. E todos devemos civicamente dar este Exemplo de contenção de despesa e disciplina cívica. Exemplos que faltam à Jerónimo Martins e ao Pingo Doce na sua Fuga para a Holanda.

Anúncios
Categories: Uncategorized | Deixe um comentário

Consequências Económicas de um Choque Externo

Quando aumentam as taxas de juros internacionais, as consequências são diversas se estamos perante um:

Câmbio flexível; há uma depreciação da moeda nacional o que aumenta as exportações e expande a economia.

Câmbio fixo; leva a uma saída de capitais o que reduz a massa monetária e o rendimento de equilíbrio.

Os choques externos, como uma recessão mundial, fazem cair as exportações.

Em câmbios flexíveis; o défice da Balança de Pagamentos leva a uma depreciação da moeda nacional que procura assim reencontrar o nível de rendimento de equilíbrio.

Em câmbios fixos, o défice na Balança de Pagamentos faz sair capitais, o que reduz a massa monetária total e intensifica a quebra no rendimento.

Categories: Economia, Economia Politica | Deixe um comentário

Site no WordPress.com.

Eleitores de Portugal (Associação Cívica)

Associação dedicada à divulgação e promoção da participação eleitoral e política dos cidadãos

Vizinhos em Lisboa

A Vizinhos em Lisboa tem em vista a representação e defesa dos interesses dos moradores residentes nas áreas, freguesias, bairros do concelho de Lisboa nas áreas de planeamento, urbanismo, valorização do património edificado, mobilidade, equipamentos, bem-estar, educação, defesa do património, ambiente e qualidade de vida.

Vizinhos do Areeiro

Núcleo do Areeiro da associação Vizinhos em Lisboa: Movimento de Vizinhos de causas locais e cidadania activa

Vizinhos do Bairro de São Miguel

Movimento informal, inorgânico e não-partidário (nem autárquico independente) de Vizinhos

TRAVÃO ao Alojamento Local

O Alojamento Local, o Uniplaces e a Gentrificação de Lisboa e Porto estão a destruir as cidades

Não aos Serviços de Valor Acrescentado nas Facturas de Comunicações !

Movimento informal de cidadãos contra os abusos dos SVA em facturas de operadores de comunicações

Vizinhos de Alvalade

Movimento informal, inorgânico e não-partidário (nem autárquico independente) de Vizinhos de Alvalade

anExplica

aprender e aprendendo

Subscrição Pública

Plataforma independente de participação cívica

Rede Vida

Just another WordPress.com weblog

Vizinhos do Areeiro

Movimento informal, inorgânico e não-partidário (nem autárquico independente) de Vizinhos do Areeiro

MDP: Movimento pela Democratização dos Partidos Políticos

Movimento apartidário e transpartidário de reforma da democracia interna nos partidos políticos portugueses

Operadores Marítimo-Turísticos de Cascais

Actividade dos Operadores Marítimo Turísticos de Cascais

MaisLisboa

Núcleo MaisDemocracia.org na Área Metropolitana de Lisboa

THE UNIVERSAL LANGUAGE UNITES AND CREATES EQUALITY

A new world with universal laws to own and to govern all with a universal language, a common civilsation and e-democratic culture.

looking beyond borders

foreign policy and global economy

O Futuro é a Liberdade

Discussões sobre Software Livre e Sociedade