O recuo de Portugal com a venda da participação do Estado na EDP

“Apesar de haver 3 candidatos selecionados para a privatização da REN, só as equipas da chinesa State Grid e da Oman Oil encetaram contactos negociais com as partes portuguesas” (…) “É provável que a proposta da State Grid explicite em termos financeiros o interesse na estratégia de internacionalização da REN (…) A REN tem uma estratégia de internacionalização para Moçambique, Colômbia, Angola e Brasil. No horizonte de uma década, essa estratégia vai tornar a sua atividade externa muito mais relevante que a gestão do mercado português e é esse o seu maior valor para a State Grid.”
Fonte:
J.F. Palma-Ferreira
Expresso, 30 de dezembro de 2011

Se existe algo que sairá prejudicado desta venda das elétricas portuguesas à China será certamente a aproximação Lusófona: existem indícios de que aquilo que mais atraiu os chineses foi precisamente a presença destas no exterior – no mundo lusófono – e que agora, as elétricas nacionais (sobretudo a EDP) virão a sua presença aqui diretamente substituída pelas empresas chinesas que a adquiriram. A venda da participação do Estado vai implicar também um sério recuo na internacionalização das empresas nacionais, já que aqui serão substituídas (segundo tudo indica) diretamente pelas empresas chinesas que as adquiriram… Portugal recua, portanto, em toda a linha…

Razões que levaram o MIL a emitir ESTE comunicado.

Categories: Economia, Política Nacional, Portugal | Deixe um comentário

Navegação de artigos

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

Create a free website or blog at WordPress.com.

Eleitores de Portugal (Associação Cívica)

Associação dedicada à divulgação e promoção da participação eleitoral e política dos cidadãos

Vizinhos em Lisboa

A Vizinhos em Lisboa tem em vista a representação e defesa dos interesses dos moradores residentes nas áreas, freguesias, bairros do concelho de Lisboa nas áreas de planeamento, urbanismo, valorização do património edificado, mobilidade, equipamentos, bem-estar, educação, defesa do património, ambiente e qualidade de vida.

Vizinhos do Areeiro

Núcleo do Areeiro da associação Vizinhos em Lisboa: Movimento de Vizinhos de causas locais e cidadania activa

Vizinhos do Bairro de São Miguel

Movimento informal, inorgânico e não-partidário (nem autárquico independente) de Vizinhos

TRAVÃO ao Alojamento Local

O Alojamento Local, o Uniplaces e a Gentrificação de Lisboa e Porto estão a destruir as cidades

Não aos Serviços de Valor Acrescentado nas Facturas de Comunicações !

Movimento informal de cidadãos contra os abusos dos SVA em facturas de operadores de comunicações

Vizinhos de Alvalade

Movimento informal, inorgânico e não-partidário (nem autárquico independente) de Vizinhos de Alvalade

anExplica

aprender e aprendendo

Subscrição Pública

Plataforma independente de participação cívica

Rede Vida

Just another WordPress.com weblog

Vizinhos do Areeiro

Movimento informal, inorgânico e não-partidário (nem autárquico independente) de Vizinhos do Areeiro

MDP: Movimento pela Democratização dos Partidos Políticos

Movimento apartidário e transpartidário de reforma da democracia interna nos partidos políticos portugueses

Operadores Marítimo-Turísticos de Cascais

Actividade dos Operadores Marítimo Turísticos de Cascais

MaisLisboa

Núcleo MaisDemocracia.org na Área Metropolitana de Lisboa

THE UNIVERSAL LANGUAGE UNITES AND CREATES EQUALITY

A new world with universal laws to own and to govern all with a universal language, a common civilsation and e-democratic culture.

looking beyond borders

foreign policy and global economy

O Futuro é a Liberdade

Discussões sobre Software Livre e Sociedade

%d bloggers like this: