Agostinho da Silva: “Não o simples saber e a cega obediência intelectual, mas o espírito critico, a tolerância, a coragem ante as pequenas ou grandes dificuldades”

Agostinho da Silva

Agostinho da Silva

“Não o simples saber e a cega obediência intelectual, mas o espírito critico, a tolerância, a coragem ante as pequenas ou grandes dificuldades, a calma inabalável, o amor da Humanidade, a cooperação de todos para o bem de todos, a largueza das soluções inteligentes e nobres.”
Agostinho da Silva, As Altas Escolas Populares da Dinamarca

Eis os valores para os quais a Escola deve preocupar-se em orientar os seus alunos, tornando-os em cidadãos ativos e conscientes, capazes de produzirem reais alterações na sociedade e nas comunidades em que estão inseridos. Escola para a Vida em Comunidade, mais do que mero reprodutor de saber alheio, a Escola deve assim assumir um papel mais Cívico do que de mero repositório de conhecimento.

Anúncios
Categories: Agostinho da Silva, Educação, Movimento Internacional Lusófono, Política Nacional, Portugal | 2 comentários

Navegação de artigos

2 thoughts on “Agostinho da Silva: “Não o simples saber e a cega obediência intelectual, mas o espírito critico, a tolerância, a coragem ante as pequenas ou grandes dificuldades”

  1. Sim, a Escola (pública ou privada) deve ser, antes do mais, um espaço de excelência, uma micro-comunidade local ou, como a «família», uma «comunidade de afectos, de educação e de cultura» (VITTORIO POSSENTI), onde se aprende a «ser pessoa» e a respeitar a «pessoa» no outro e com a qual o aluno tem um relação de «pertença». E o professor deve ser, mais do que (também) um fornecedor de conhecimentos, de saberes, de perícias e de competências, um transmissor de valores e de cultura, orientando o aluno para uma «democracia cosmopolita» e para uma «cidadania global».

    • Defendo a Escola Pública sem reservas ou falsos pudores. Mas existem muitas disfunções no ensino público português: a percentagem de despesa (superior à alemã) tem que descer, têm que ser instalados mecanismos de prémio ao mérito dos professores e alunos (apesar de toda a descarada oposição corporativa) e os dois tristes recordes de Portugal ter o país da OCDE com maior diferença remuneratória entre professores em principio e em fim de carreira assim como o facto de o ME gastar 95% do seu orçamento em ordenados tem que ser corrigido. A antiguidade tem que deixar de ser um “posto” para passar a ser o mérito.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

Create a free website or blog at WordPress.com.

Eleitores de Portugal (Associação Cívica)

Associação dedicada à divulgação e promoção da participação eleitoral e política dos cidadãos

Vizinhos em Lisboa

A Vizinhos em Lisboa tem em vista a representação e defesa dos interesses dos moradores residentes nas áreas, freguesias, bairros do concelho de Lisboa nas áreas de planeamento, urbanismo, valorização do património edificado, mobilidade, equipamentos, bem-estar, educação, defesa do património, ambiente e qualidade de vida.

Vizinhos do Areeiro

Núcleo do Areeiro da associação Vizinhos em Lisboa: Movimento de Vizinhos de causas locais e cidadania activa

Vizinhos do Bairro de São Miguel

Movimento informal, inorgânico e não-partidário (nem autárquico independente) de Vizinhos

TRAVÃO ao Alojamento Local

O Alojamento Local, o Uniplaces e a Gentrificação de Lisboa e Porto estão a destruir as cidades

Não aos Serviços de Valor Acrescentado nas Facturas de Comunicações !

Movimento informal de cidadãos contra os abusos dos SVA em facturas de operadores de comunicações

Vizinhos de Alvalade

Movimento informal, inorgânico e não-partidário (nem autárquico independente) de Vizinhos de Alvalade

anExplica

aprender e aprendendo

Subscrição Pública

Plataforma independente de participação cívica

Rede Vida

Just another WordPress.com weblog

Vizinhos do Areeiro

Movimento informal, inorgânico e não-partidário (nem autárquico independente) de Vizinhos do Areeiro

MDP: Movimento pela Democratização dos Partidos Políticos

Movimento apartidário e transpartidário de reforma da democracia interna nos partidos políticos portugueses

Operadores Marítimo-Turísticos de Cascais

Actividade dos Operadores Marítimo Turísticos de Cascais

MaisLisboa

Núcleo MaisDemocracia.org na Área Metropolitana de Lisboa

THE UNIVERSAL LANGUAGE UNITES AND CREATES EQUALITY

A new world with universal laws to own and to govern all with a universal language, a common civilsation and e-democratic culture.

looking beyond borders

foreign policy and global economy

O Futuro é a Liberdade

Discussões sobre Software Livre e Sociedade

%d bloggers like this: