Agostinho da Silva: “Não o simples saber e a cega obediência intelectual, mas o espírito critico, a tolerância, a coragem ante as pequenas ou grandes dificuldades”

Agostinho da Silva

Agostinho da Silva

“Não o simples saber e a cega obediência intelectual, mas o espírito critico, a tolerância, a coragem ante as pequenas ou grandes dificuldades, a calma inabalável, o amor da Humanidade, a cooperação de todos para o bem de todos, a largueza das soluções inteligentes e nobres.”
Agostinho da Silva, As Altas Escolas Populares da Dinamarca

Eis os valores para os quais a Escola deve preocupar-se em orientar os seus alunos, tornando-os em cidadãos ativos e conscientes, capazes de produzirem reais alterações na sociedade e nas comunidades em que estão inseridos. Escola para a Vida em Comunidade, mais do que mero reprodutor de saber alheio, a Escola deve assim assumir um papel mais Cívico do que de mero repositório de conhecimento.

Categories: Agostinho da Silva, Educação, Movimento Internacional Lusófono, Política Nacional, Portugal | 2 comentários

Navegação de artigos

2 thoughts on “Agostinho da Silva: “Não o simples saber e a cega obediência intelectual, mas o espírito critico, a tolerância, a coragem ante as pequenas ou grandes dificuldades”

  1. Sim, a Escola (pública ou privada) deve ser, antes do mais, um espaço de excelência, uma micro-comunidade local ou, como a «família», uma «comunidade de afectos, de educação e de cultura» (VITTORIO POSSENTI), onde se aprende a «ser pessoa» e a respeitar a «pessoa» no outro e com a qual o aluno tem um relação de «pertença». E o professor deve ser, mais do que (também) um fornecedor de conhecimentos, de saberes, de perícias e de competências, um transmissor de valores e de cultura, orientando o aluno para uma «democracia cosmopolita» e para uma «cidadania global».

    • Defendo a Escola Pública sem reservas ou falsos pudores. Mas existem muitas disfunções no ensino público português: a percentagem de despesa (superior à alemã) tem que descer, têm que ser instalados mecanismos de prémio ao mérito dos professores e alunos (apesar de toda a descarada oposição corporativa) e os dois tristes recordes de Portugal ter o país da OCDE com maior diferença remuneratória entre professores em principio e em fim de carreira assim como o facto de o ME gastar 95% do seu orçamento em ordenados tem que ser corrigido. A antiguidade tem que deixar de ser um “posto” para passar a ser o mérito.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

Create a free website or blog at WordPress.com.

Eleitores de Portugal (Associação Cívica)

Associação dedicada à divulgação e promoção da participação eleitoral e política dos cidadãos

Vizinhos em Lisboa

A Vizinhos em Lisboa tem em vista a representação e defesa dos interesses dos moradores residentes nas áreas, freguesias, bairros do concelho de Lisboa nas áreas de planeamento, urbanismo, valorização do património edificado, mobilidade, equipamentos, bem-estar, educação, defesa do património, ambiente e qualidade de vida.

Vizinhos do Areeiro

Núcleo do Areeiro da associação Vizinhos em Lisboa: Movimento de Vizinhos de causas locais e cidadania activa

Vizinhos do Bairro de São Miguel

Movimento informal, inorgânico e não-partidário (nem autárquico independente) de Vizinhos

TRAVÃO ao Alojamento Local

O Alojamento Local, o Uniplaces e a Gentrificação de Lisboa e Porto estão a destruir as cidades

Não aos Serviços de Valor Acrescentado nas Facturas de Comunicações !

Movimento informal de cidadãos contra os abusos dos SVA em facturas de operadores de comunicações

Vizinhos de Alvalade

Movimento informal, inorgânico e não-partidário (nem autárquico independente) de Vizinhos de Alvalade

anExplica

PEDAÇOS DE SABER

Subscrição Pública

Plataforma independente de participação cívica

Rede Vida

Just another WordPress.com weblog

Vizinhos do Areeiro

Movimento informal, inorgânico e não-partidário (nem autárquico independente) de Vizinhos do Areeiro

MDP: Movimento pela Democratização dos Partidos Políticos

Movimento apartidário e transpartidário de reforma da democracia interna nos partidos políticos portugueses

Operadores Marítimo-Turísticos de Cascais

Actividade dos Operadores Marítimo Turísticos de Cascais

MaisLisboa

Núcleo MaisDemocracia.org na Área Metropolitana de Lisboa

THE UNIVERSAL LANGUAGE UNITES AND CREATES EQUALITY

A new world with universal laws to own and to govern all with a universal language, a common civilsation and e-democratic culture.

looking beyond borders

foreign policy and global economy

<span>%d</span> bloggers like this: