Sobre a necessidade de um avião de combate “Low Cost” nas forças aéreas europeias

Agora que a campanha aérea da Líbia chegou ao fim importa colocar uma questão: seria mesmo necessário usar aviões tão caros e sofisticados como  o Typhoon ou o Rafale? Se ainda estivesse disponível um aparelho mais básico, mas de custos de operação muito inferiores como AMX não teria sido mais fácil realizar a missão que depôs a ditadura líbia de Kadafi?

A quantidade de saídas que foi necessário realizar, a sua intensidade e os elevados custos daqui decorrentes levaram à necessidade de a partir de um dado momento da campanha abrandar o ritmo das operações por falta de meios e de aviões disponíveis.

Coloca-se assim a questão: terá sido uma boa opção, do ponto de vista financeiro e da disponibilidade de meios, apostar tudo na substituição de vários tipos e categorias de aparelhos por um único, seja ele o Rafale ou Typhoon? Não deveriam os europeus terem mantido, pelo menos, um avião de suporte de proximidade media tecnologia e de baixo custo operacional e de construção.

Aparelhos como o Rafale e o Typhoon podem ser essenciais a assegurarem o controlo do ar num dado cenário de crise, mas uma vez este estabelecido não conseguem manter a intensidade de missões de suporte terrestre que são necessárias para auxiliar as forças no terreno. Em suma, os países europeus devem reavaliar a sua opção das ultimas décadas e que consistiu em substituírem todos os tipos de aviões por um único, caro, multi-função e extremamente versátil, sofisticado e caro. A esta aparelho deve seguir-se um outro menos sofisticado, que possa ser construído em números razoáveis e a custos baixos. Ou seja, um “AMX 2.0″…

Fonte:
http://www.aviationweek.com/aw/generic/story_generic.jsp?channel=defense&id=news/asd/2011/11/10/02.xml&headline=Libya%20Ops%20Show%20Need%20For%20Lower-Cost%20Strike

Anúncios
Categories: DefenseNewsPt | 13 comentários

Navegação de artigos

13 thoughts on “Sobre a necessidade de um avião de combate “Low Cost” nas forças aéreas europeias

  1. Observação interessante essa Clavis e ao que me parece correta, bem mas eu acho que é meio tarde pra voltar atras o que está feito esta feito, talvez em um futuro distante se essa lição não for esquecida ela possar ser aplicada mas agora é tarde demais.

  2. Já existe um avião de combate de baixo custo na Europa.
    Chama-se F-16.

    Uma evolução do AMX?
    Agora estamos na era dos UAV/UCAV.

  3. Jose Mario HRP

    O estranho é como aí na Europa como aqui no Brasil não se pensou nisso.
    Um avião barato, menos “enfeitado” e capaz de ser fabricado em maior numero.
    Preconceito ou máfia das armas?
    Superioridade acima de tudo ou quantidade que supre a qualidade?

  4. Penso que andou tudo embeiçado com a alta tecnologia do F-22 e a tentar imitá-lo… esqueceram-se que tais aviões nunca estarão ao alcance da bolsa de muitos países do mundo e que é sempre necessário ter um avião que se possa construir em grandes números.
    Penso que tal opção (sobretudo agora, com a recessão) terá que ser posta sobre a mesa, rapidamente. E há várias plataformas que podem ser desenvolvidas…

  5. LuisM

    A Europa trocará a sua independência tecnológica e irá contra os seus próprios interesses em nome de um atlantismo fixo e patologicamente doentio que só a prejudica, e acabará por adquirir esse grande flop chamado…F-35.

  6. Irá mesmo?… não foram os noruegueses que roeram já com a corda?…

  7. A USAF tem actualmente um programa com uma exigência semelhante.

    Light Air Support (LAS)
    http://www.aereo.jor.br/2011/12/27/hawker-beechcraft-vai-entrar-com-peticao-relacionada-ao-programa-las-da-usaf/

    Tens razão Clavis. Na Europa não há disto.

  8. Sorry… Não tinha visto esta pergunta… 😉

  9. I think that what you published was very reasonable. However, what about this?
    suppose you wrote a catchier post title? I am not saying your information is not good., however suppose you added a title to
    maybe grab a person’s attention? I mean Sobre a necessidade de um avião de combate Low Cost nas forças aéreas
    europeias | Quintus is kinda boring. You could glance at Yahoo’s
    front page and note how they create article headlines
    to grab people to click. You might add a video or a pic or two to get readers excited
    about everything’ve got to say. Just my opinion, it would bring your website a little livelier.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

Create a free website or blog at WordPress.com.

Eleitores de Portugal (Associação Cívica)

Associação dedicada à divulgação e promoção da participação eleitoral e política dos cidadãos

Vizinhos em Lisboa

A Vizinhos em Lisboa tem em vista a representação e defesa dos interesses dos moradores residentes nas áreas, freguesias, bairros do concelho de Lisboa nas áreas de planeamento, urbanismo, valorização do património edificado, mobilidade, equipamentos, bem-estar, educação, defesa do património, ambiente e qualidade de vida.

Vizinhos do Areeiro

Núcleo do Areeiro da associação Vizinhos em Lisboa: Movimento de Vizinhos de causas locais e cidadania activa

Vizinhos do Bairro de São Miguel

Movimento informal, inorgânico e não-partidário (nem autárquico independente) de Vizinhos

TRAVÃO ao Alojamento Local

O Alojamento Local, o Uniplaces e a Gentrificação de Lisboa e Porto estão a destruir as cidades

Não aos Serviços de Valor Acrescentado nas Facturas de Comunicações !

Movimento informal de cidadãos contra os abusos dos SVA em facturas de operadores de comunicações

Vizinhos de Alvalade

Movimento informal, inorgânico e não-partidário (nem autárquico independente) de Vizinhos de Alvalade

anExplica

aprender e aprendendo

Subscrição Pública

Plataforma independente de participação cívica

Rede Vida

Just another WordPress.com weblog

Vizinhos do Areeiro

Movimento informal, inorgânico e não-partidário (nem autárquico independente) de Vizinhos do Areeiro

MDP: Movimento pela Democratização dos Partidos Políticos

Movimento apartidário e transpartidário de reforma da democracia interna nos partidos políticos portugueses

Operadores Marítimo-Turísticos de Cascais

Actividade dos Operadores Marítimo Turísticos de Cascais

MaisLisboa

Núcleo MaisDemocracia.org na Área Metropolitana de Lisboa

THE UNIVERSAL LANGUAGE UNITES AND CREATES EQUALITY

A new world with universal laws to own and to govern all with a universal language, a common civilsation and e-democratic culture.

looking beyond borders

foreign policy and global economy

O Futuro é a Liberdade

Discussões sobre Software Livre e Sociedade

%d bloggers like this: