Pedro Nuno Santos e a “bomba atómica” da Bancarrota

Pedro Nuno Santos (http://www.ps.parlamento.pt)

Pedro Nuno Santos (ps.parlamento.pt)

Recentemente, muita celeuma foi criada quando Pedro Nuno Santos, vice-presidente do grupo parlamentar do PS, disse que Portugal devia ameaçar com a “bomba atómica” da suspensão do pagamento da dívida externa por forma a conseguir recolher da Troika melhores condições de ajustamento financeiro. Sendo muito direto, o deputado socialista afirmou que “Estou marimbando-me para os bancos alemães que nos emprestaram dinheiro nas condições em que nos emprestaram. Estou marimbando-me que nos chamem irresponsáveis. Nós temos uma bomba atómica que podemos usar na cara dos alemães e dos franceses. Ou os senhores se põem finos ou nós não pagamos a dívida”.

As palavras (e o tom) podem ser excessivos, mas não andam nem perto de metade daquilo que já escrevi aqui sobre os credores da nossa dívida… E o que diz o deputado socialista é factual: num incumprimento ou bancarrota, quem perde mais é sempre o credor, não o devedor. É certo que tal opção implicaria o afastamento total dos mercados da dívida durante um prazo nunca inferior a dez anos (observando o caso argentino), e que o ajustamento seria mais brutal do que pela via atual, via dinheiro da UE e do FMI, seria também certo que haveria necessidade de reduzir rapidamente e de forma radical as despesas com salários da função pública e pensões, com despedimentos e redução de pelo menos 50%, mas a prazo haverá outra opção? Sim, a de recolocar a economia a crescer pelo menos 2% ao ano até 2020. Mas como o fazer com um pesado serviço da divida e com as politicas de austeridade impostas pela Troika?…

Fonte:
http://www.jornaldenegocios.pt/home.php?template=SHOWNEWS_V2&id=525585

Anúncios
Categories: Economia, Política Internacional, Política Nacional, Portugal | Deixe um comentário

Navegação de artigos

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

Site no WordPress.com.

Eleitores de Portugal (Associação Cívica)

Associação dedicada à divulgação e promoção da participação eleitoral e política dos cidadãos

Vizinhos em Lisboa

A Vizinhos em Lisboa tem em vista a representação e defesa dos interesses dos moradores residentes nas áreas, freguesias, bairros do concelho de Lisboa nas áreas de planeamento, urbanismo, valorização do património edificado, mobilidade, equipamentos, bem-estar, educação, defesa do património, ambiente e qualidade de vida.

Vizinhos do Areeiro

Núcleo do Areeiro da associação Vizinhos em Lisboa: Movimento de Vizinhos de causas locais e cidadania activa

Vizinhos do Bairro de São Miguel

Movimento informal, inorgânico e não-partidário (nem autárquico independente) de Vizinhos

TRAVÃO ao Alojamento Local

O Alojamento Local, o Uniplaces e a Gentrificação de Lisboa e Porto estão a destruir as cidades

Não aos Serviços de Valor Acrescentado nas Facturas de Comunicações !

Movimento informal de cidadãos contra os abusos dos SVA em facturas de operadores de comunicações

Vizinhos de Alvalade

Movimento informal, inorgânico e não-partidário (nem autárquico independente) de Vizinhos de Alvalade

anExplica

aprender e aprendendo

Subscrição Pública

Plataforma independente de participação cívica

Rede Vida

Just another WordPress.com weblog

Vizinhos do Areeiro

Movimento informal, inorgânico e não-partidário (nem autárquico independente) de Vizinhos do Areeiro

MDP: Movimento pela Democratização dos Partidos Políticos

Movimento apartidário e transpartidário de reforma da democracia interna nos partidos políticos portugueses

Operadores Marítimo-Turísticos de Cascais

Actividade dos Operadores Marítimo Turísticos de Cascais

MaisLisboa

Núcleo MaisDemocracia.org na Área Metropolitana de Lisboa

THE UNIVERSAL LANGUAGE UNITES AND CREATES EQUALITY

A new world with universal laws to own and to govern all with a universal language, a common civilsation and e-democratic culture.

looking beyond borders

foreign policy and global economy

O Futuro é a Liberdade

Discussões sobre Software Livre e Sociedade

%d bloggers like this: