Daily Archives: 2011/11/30

Até 2020, a Rússia vai receber entre 8 a 10 novos submarinos Kilo Project 636.3

Submarino Kilo (http://www.militarypictures.info)

Submarino Kilo

Até 2020, a Rússia vai receber entre 8 a 10 novos submarinos a diesel. Os submarinos serão entregues às frotas do Báltico e do Mar Negro e permitirão dobrar a quantidade deste tipo de meios navais ao dispor destas frotas.

Os submarinos são da classe Kilo, mas numa variante mais moderna, a Projeto 636.3. Os navios irão embarcar 52 marinheiros e terão uma velocidade enquanto submersos de 20 nós, um raio de ação de 400 milhas náuticas e a capacidade para se manterem no Mar em períodos de até 45 dias. Os Kilo estarão armados com 18 torpedos 8 mísseis mar-ar.

Esta variante 636.3 terá modificações que conferem aos navios caraterísticas furtivas, um raio de ação em combate mais alargado e a capacidade para embarcarem mísseis mar-ar e mar-terra.

Fonte:
http://www.defencetalk.com/russian-navy-to-receive-10-diesel-submarines-by-2020-38486/#ixzz1ePxgEmwI

Categories: DefenseNewsPt | Etiquetas: | 6 comentários

Questionário sobre a União Lusófona

União Lusófona (http://blog.opovo.com.br)

União Lusófona (http://blog.opovo.com.br)

Portugal vive um momento de viragem. A Europa atravessa um momento de crise sem fim à vista que pode produzir a prazo (curto) a sua própria destruição, já que o iminente colapso do Euro virá inevitavelmente ecoar no próprio edifício da União Europeia já que a construção europeia sempre se baseou demasiado nos instrumentos financeiros e bem pouco nos laços imateriais e nas mentalidades… mas resilientes e duradouros.

A progressiva putrefação da União Europeia vai confrontar Portugal mais cedo ou mais tarde com a questão de saber qual será o seu rumo estratégico de longo prazo. Perante o patente esgotamento da energia vital do projeto europeu, há que preparar o país e os portugueses para um projeto polarizador capaz de substituir o moribundo sonho europeu. Um projeto compatível com o sentimento mais profundo da portugalidade e que dê cumprimento a toda a nossa História milenar, realizando o incumprido fado português que se perdeu nas de Alcácer Quibir para nunca mais tornar a ser reencontrado.

Esse é o projeto da União Lusófona.

Categories: Brasil, Lusofonia, Movimento Internacional Lusófono, Política Internacional, Política Nacional, Portugal | 12 comentários

Agostinho da Silva: “Os progressos técnicos, que toda a gente está confundindo cada vez mais com progresso humano, vão criar cada vez mais também um suplemento de ócio”

Agostinho da Silva (http://www.cm-sintra.pt)

Agostinho da Silva (http://www.cm-sintra.pt)

“Os progressos técnicos, que toda a gente está confundindo cada vez mais com progresso humano, vão criar cada vez mais também um suplemento de ócio que, excelente em si próprio, porque nos aproxima exatamente daquele contemplar dos lírios e das aves que deve ser nosso ideal, vai criar, olhado à nossa escala, uma força de ataque e de triunfo; mais gente vai ter cada vez mais tempo para ouvir rádio e para ir ao cinema, para frequentar museus, para ler revistas ou para discutir política.”
Agostinho da Silva, As Aproximações, 1960

Visionário e acutilante como sempre, em 1960, Agostinho antevia já a contradição entre maquinismo, industrialização e Emprego. O que nos diziam os “economistas do sistema”, neoliberais e globalistas, era de que o crescimento do Emprego no setor dos serviços iria compensar a crescente automatização das industrias e as deslocalizações. Hoje, com níveis elevados e crónicos de Desemprego constata-se o quanto estavam enganados…

Obviamente, não é possível des-automatizar as fábricas, ainda que seja possível fazê-las regressar da China, assim o decidam os Governos (por exemplo, forçando as multinacionais que querem vender aos europeus a produzirem na Europa) e a tal os obriguem os cidadãos… Mas os níveis que quase pleno emprego da década de 60 acabaram. Mas não podemos ter sociedades estáveis e cidadãos plenos e participativos cronicamente desempregados. Importa assim reformar pela raiz os fundamentos da sociedade. Tudo deve ser repensado. Economias gratuitas, Moeda-hora, moedas locais, não-propriedade, todos estes conceitos devem ser ponderados, combinados e adaptados na construção de uma Nova Economia que inevitavelmente terá que surgir.

Categories: Agostinho da Silva, Lusofonia, Movimento Internacional Lusófono, Política Internacional, Política Nacional, Portugal | Deixe um comentário

Site no WordPress.com.

Eleitores de Portugal (Associação Cívica)

Associação dedicada à divulgação e promoção da participação eleitoral e política dos cidadãos

Vizinhos em Lisboa

A Vizinhos em Lisboa tem em vista a representação e defesa dos interesses dos moradores residentes nas áreas, freguesias, bairros do concelho de Lisboa nas áreas de planeamento, urbanismo, valorização do património edificado, mobilidade, equipamentos, bem-estar, educação, defesa do património, ambiente e qualidade de vida.

Vizinhos do Areeiro

Núcleo do Areeiro da associação Vizinhos em Lisboa: Movimento de Vizinhos de causas locais e cidadania activa

Vizinhos do Bairro de São Miguel

Movimento informal, inorgânico e não-partidário (nem autárquico independente) de Vizinhos

TRAVÃO ao Alojamento Local

O Alojamento Local, o Uniplaces e a Gentrificação de Lisboa e Porto estão a destruir as cidades

Não aos Serviços de Valor Acrescentado nas Facturas de Comunicações !

Movimento informal de cidadãos contra os abusos dos SVA em facturas de operadores de comunicações

Vizinhos de Alvalade

Movimento informal, inorgânico e não-partidário (nem autárquico independente) de Vizinhos de Alvalade

anExplica

aprender e aprendendo

Subscrição Pública

Plataforma independente de participação cívica

Rede Vida

Just another WordPress.com weblog

Vizinhos do Areeiro

Movimento informal, inorgânico e não-partidário (nem autárquico independente) de Vizinhos do Areeiro

MDP: Movimento pela Democratização dos Partidos Políticos

Movimento apartidário e transpartidário de reforma da democracia interna nos partidos políticos portugueses

Operadores Marítimo-Turísticos de Cascais

Actividade dos Operadores Marítimo Turísticos de Cascais

MaisLisboa

Núcleo MaisDemocracia.org na Área Metropolitana de Lisboa

THE UNIVERSAL LANGUAGE UNITES AND CREATES EQUALITY

A new world with universal laws to own and to govern all with a universal language, a common civilsation and e-democratic culture.

looking beyond borders

foreign policy and global economy

O Futuro é a Liberdade

Discussões sobre Software Livre e Sociedade