Daily Archives: 2011/11/26

Chamem-me antiquado

…se quiserem, mas não gosto de ver o líder do maior partido da oposição (o PS) ir a Bruxelas falar sobre a Europa não em Português, mas em Castelhano!

Recordem-me da ultima vez em que um líder francês falou em alemão, um alemão em francês ou, sobretudo, um espanhol em alemão ou francês. Devo ter mesmo muito ma memória porque não me lembro de tal. Mas em compensação, já me lembro de ver vários lideres partidários portugueses em Espanha, tentando falar castelhano.

É claro que aquilo que vi este ultimo sábado é novo e pertence a um novo grau de humilhação nacional: o líder do maior partido da oposição vai à capital da União Europeia falar não em inglês ou francês (línguas internacionais, apesar de tudo), mas em Castelhano! Porque Castelhano?! Portugal não é Espanha, porque haveria um líder partidário português exprimir-se noutra que não fosse a sua própria língua?

Porque escolheria logo a de Espanha, sua eterna rival, devoradora de tantas empresas agrícolas e comerciais portugueses com as suas praticas comerciais agressivas, o seu descarado furto de agua dos nossos rios internacionais, ocupante ilegal e arrogante de dois concelhos portugueses desde o século XIX e país que não cessa de fazer sobrevoar o território nacional (Desertas) com os seus F-18? O que significou esta escolha consciente de José Seguro em exprimir-se numa conferencia publica em Castelhano?! Expressão de subserviência a Espanha? A mesma que levou Paulo Portas a alinhar com Madrid ao travar a entrada de galegos como observadores na CPLP? Uma inocente, mas muito ingénua vontade de demonstrar “à Europa” a sua capacidade poliglota?!

Categories: Política Nacional, Portugal | 10 comentários

Provas de um lago subterrâneo em Europa?

Sonda Galileo (http://www.jpl.nasa.gov)

Sonda Galileo (http://www.jpl.nasa.gov)

Nunca como agora, houve melhores indícios de que poderia existir vida no satélite joviano Europa. Uma equipa de planetólogos norte-americanos encontrou dados que apontam para a existência de um lago subterrâneo com tanta agua líquida como todos os Grandes Lagos da América do Norte. O lago encontra-se sob a camada de gelos de Europa e trata-se do melhor meio para suportar vida no Sistema Solar.

A mesma equipa acredita que existam muitos mais lagos como este, ainda que de menores dimensões. Sob alguns destes possíveis lagos, observam-se fraturas na superfície de gelo, permitindo assim a chegada à superfície de material biológico.

O grande obstáculo à existência de vida em Europa sempre foi a grande espessura da camada de gelo. Mas estes novos dados permitem acreditar que existem canais de comunicação entre estes lagos e a superfície.

Estes novos factos foram identificados em imagens da sonda Galileo e reforçam a necessidade de enviar uma sonda para Europa capaz de aterrar no satélite e procurar aqui provas de vida.

Fonte:
http://www.spaceref.com/news/viewpr.rss.html?pid=35254

Categories: SpaceNewsPt | 2 comentários

Portugal e os seus governos nunca souberam ou quiserem encarar o grande problema de longo prazo da nossa sociedade: a baixa demografia

Portugal e os seus governos nunca souberam ou quiserem encarar o grande problema de longo prazo da nossa sociedade: a baixa demografia. Atualmente, Portugal tem uma das mais baixas taxas de fertilidade do mundo, sendo hoje de apenas 1.4 filhos por casal, muito aquém dos 2.1 que seriam necessários para repor a população.

A médio prazo, esta demografia vai ser o problema económico número um, reduzindo a produtividade, aumentando o desequilibro e a sustentação do sistema de Segurança Social e o próprio crescimento económico pela via simples da redução bruta do numero de produtores e consumidores e pelo crescimento proporcional da população idosa inativa. Portugal não esta sozinho nesta marcha até à evaporação populacional, encontrando-se na mesma aflitiva situação outros 80 países do globo.

Nem tudo está perdido, contudo. Podem ser tomadas medidas e ainda não é tarde demais para as assumir, com ou sem o “santo beneplácito” da Troika que nada falou sobre este gravíssimo problema, talvez porque aos seus desígnios de defender os interesses da grande Banca internacional e das economias do norte da Europa convenham que os portugueses desapareçam enquanto povo e que o seu território seja entregue às cadeias turísticas multinacionais e a Espanha.

Urge agir. Em 2015, as Nações Unidas estimam que tenhamos a segunda pior taxa de fecundidade do planeta, com uns impressionantes 1.3 filhos por casal. Apenas a Bósnia-Herzegovina estará pior, com uns estimados 1.1 filhos. Perto dos nossos (maus) valores estão países como a Áustria e Malta. Vários países (como a Macedónia) pagam subsídios elevados a partir do terceiro filho, outros, como a Finlândia oferecem boas redes de proteção social. Em Portugal, quase nada se fez nas ultimas décadas e esse pouco ficou praticamente desfeito pela pressão imposta pela Troika. Até que acabemos com este país. Para grande gáudio de germanos e quejandos “parceiros” no norte da Europa.

Fonte:
http://www.ionline.pt/portugal/onu-baixa-fertilidade-penaliza-produtividade-economia-portugal

Categories: Ciência e Tecnologia, Política Nacional, Portugal | Etiquetas: | Deixe um comentário

Segundo uma pesquisa de um grupo de cientistas canadianos e britânicos, as condições de vida durante a infância teriam impactos significativos no ADN que persistiriam até bem dentro da idade adulta

Segundo uma pesquisa de um grupo de cientistas canadianos e britânicos, as condições de vida durante a infância teriam impactos significativos no ADN que persistiriam até bem dentro da idade adulta. Os investigadores procuram mutações associadas a fatores económicos e sociais registados nas fases iniciais de vida dos indivíduos que pertenciam a famílias de rendimentos extremos (ou muito abastadas ou muito pobres).

As conclusões apontaram para a existência de mutações ligadas a esses contextos sócio-económicos. E que este numero de mutações em idades menores era de pelo menos o dobro das mutações registadas em adultos provocadas por esses fatores económicos e sociais de contexto.

O estudo aponta na direção de que os efeitos das condições de vida das crianças podem ser geneticamente determinantes para os padrões de vida que irão experimentar mais tarde, enquanto adultos. Suporta também – pela genética – um fenómeno que socialmente já é bem conhecido e que se traduz na tendência para os filhos manterem enquanto adultos os mesmos padrões de vida dos progenitores. O estudo sublinha também a necessidade criar mecanismos de apoio ao desenvolvimento social e económico das famílias com crianças, favorecendo-as em detrimento das – cada vez mais comuns – núcleos familiares sem crianças, do pontos de vista fiscal (sobretudo) e da subsidiação (menos).

Fonte:
http://scienceblog.com/48584/your-dna-may-carry-a-%E2%80%98memory%E2%80%99-of-your-living-conditions-in-childhood/

Categories: Ciência e Tecnologia, Sociedade, Sociedade Portuguesa | Deixe um comentário

Create a free website or blog at WordPress.com.

Eleitores de Portugal (Associação Cívica)

Associação dedicada à divulgação e promoção da participação eleitoral e política dos cidadãos

Vizinhos em Lisboa

A Vizinhos em Lisboa tem em vista a representação e defesa dos interesses dos moradores residentes nas áreas, freguesias, bairros do concelho de Lisboa nas áreas de planeamento, urbanismo, valorização do património edificado, mobilidade, equipamentos, bem-estar, educação, defesa do património, ambiente e qualidade de vida.

Vizinhos do Areeiro

Núcleo do Areeiro da associação Vizinhos em Lisboa: Movimento de Vizinhos de causas locais e cidadania activa

Vizinhos do Bairro de São Miguel

Movimento informal, inorgânico e não-partidário (nem autárquico independente) de Vizinhos

TRAVÃO ao Alojamento Local

O Alojamento Local, o Uniplaces e a Gentrificação de Lisboa e Porto estão a destruir as cidades

Não aos Serviços de Valor Acrescentado nas Facturas de Comunicações !

Movimento informal de cidadãos contra os abusos dos SVA em facturas de operadores de comunicações

Vizinhos de Alvalade

Movimento informal, inorgânico e não-partidário (nem autárquico independente) de Vizinhos de Alvalade

anExplica

aprender e aprendendo

Subscrição Pública

Plataforma independente de participação cívica

Rede Vida

Just another WordPress.com weblog

Vizinhos do Areeiro

Movimento informal, inorgânico e não-partidário (nem autárquico independente) de Vizinhos do Areeiro

MDP: Movimento pela Democratização dos Partidos Políticos

Movimento apartidário e transpartidário de reforma da democracia interna nos partidos políticos portugueses

Operadores Marítimo-Turísticos de Cascais

Actividade dos Operadores Marítimo Turísticos de Cascais

MaisLisboa

Núcleo MaisDemocracia.org na Área Metropolitana de Lisboa

THE UNIVERSAL LANGUAGE UNITES AND CREATES EQUALITY

A new world with universal laws to own and to govern all with a universal language, a common civilsation and e-democratic culture.

looking beyond borders

foreign policy and global economy

O Futuro é a Liberdade

Discussões sobre Software Livre e Sociedade