Reduções em vista na US Navy

Porta-aviões George Washington (vladtepesblog.com)

Porta-aviões George Washington (vladtepesblog.com)

No âmbito da profunda revisão das despesas das forças armadas dos EUA, soube-se que os grupos aeronavais serão reduzidos a nove. Em consequência, dez porta-aviões serão mantidos, mas o porta-aviões George Washington não deve ser alvo da prevista “modernização de meia-vida”. A confirmar-se, o navio deverá manter-se operacional até que o seu combustível nuclear se esgotar, entre 2016 e 2021.

Nos próximos 3 anos, a marinha norte-americana vai retirar ao serviço, 9 dos 22 cruzadores da classe Ticonderoga. De igual forma, serão também abatidos ao inventário 3 navios anfíbios.

Fonte:
Défense & Sécurité Internationale, novembro de 2011

Anúncios
Categories: DefenseNewsPt | Etiquetas: | 13 comentários

Navegação de artigos

13 thoughts on “Reduções em vista na US Navy

  1. Depois do Afeganistão e do Iraque, isso não chega a ser uma surpresa o que também não surpreende e que poucos meios de mídia do meu país tenham não dado a devida importância para os acontecimentos dessa natureza.

  2. Jose Mario HRP

    Todos esses navios irão ser guardados, mas a qualquer momento ou nova necessidade são facilmente mobilizados.
    São de longe a maior marinha e a mais forte e moderna.

    • Facilmente, nao diria… Um superporta avioes nuclear demora quase um ano a abastecer de combustivel e a repreparar para zarpar…
      Mas ‘e verdade: de facto nao serao imediatamente desmantelado e enviado para a sucata.

      • Jose Mario HRP

        Não sabia que o reabastecimento demorava tanto.
        Vivendo e aprendendo.
        Mas é espantoso o que há de navios de guerra dos EUA, guardados , a espera de uma possível nova utilização.

        • Bem, nao ‘e impossivel que eles substituam o combustivel nuclear (urano enriquecido), facam a devida manutencao ao reator e a todo o restante imenso navio e o mantenham no cais. Mas ‘e improvavel… Geralmente fazem apenas uma manutencao minima, para impedir corrosao e isso. E um navio assim retirado ‘a frota demora sempre largos meses a ser reativado.

  3. Esse entrave a política expansionista americana, vai durar por quanto tempo?

    • Pelo menos tanto quanto tempo durar. O defice orcamental dos eua: durante muuuito tempo ate ‘a bancarrota final.
      Depois, logo se vera, se os eua reencontram aquela proverbial capacidade de autorenovacao ou se passam o testemunho a outro “lider global”. A China?…

      • Eu acho que depois do Iraque e do Afeganistão as tropas americanas não vão “libertar” outros países por uns 5 ou 6 anos. Depois disso a bola da vez podem ser Síria, Irã ou Coreia do Norte ou talvez algum país latino americano.

        • Odin

          No caso, o país latino-americano seria Cuba? Venezuela?

          • Os dois são bons alvos e é claro uma invasão americana a qualquer país latino é o cenário mais improvável, mas se for pra colocar as fichas eu diria Cuba.

  4. LuisM

    Ter em atenção que paralelamente a estas reduções, os EUA estão a construir o novo super porta-aviões Gerald Ford que será um Nimitz muito melhorado, com catapultas electromagnéticas. E continuam a construir grandes navios de desembarque de tropas anfíbias (marines) e que na prática, são porta-aviões ligeiros. Continuam a construir também os poderosos destroiers Arleigh Burke que são mais poderosos que os cruzadores Ticonderoga e além disso já está firmada a construção de pelo menos 3 unidades do novo super destroier stealth, DDG-1000, classe Zumwalt

    • Sim, de 3… O plano nao era para construir mais, muitos mais?… Do resto, sim, ‘e claro que – como disse ja algumas vezes – o declinio do poder americano nao vai acontecer num ou dois anos e tornar os eua – subitamente – numa potencia media. O processo de declinio ‘e hoje evidente mas nao sera subito. Demorara nunca menos de dez a reduzir significativamente o poder global dos eua.
      Mas de algo nao restem ja hoje duvidas: uma operacao da escala da primeira invasao do Iraque nunca mais tera lugar. So operacoes de media escala (como a segunda) ou de apoio aereo e naval.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

Site no WordPress.com.

Eleitores de Portugal (Associação Cívica)

Associação dedicada à divulgação e promoção da participação eleitoral e política dos cidadãos

Vizinhos em Lisboa

A Vizinhos em Lisboa tem em vista a representação e defesa dos interesses dos moradores residentes nas áreas, freguesias, bairros do concelho de Lisboa nas áreas de planeamento, urbanismo, valorização do património edificado, mobilidade, equipamentos, bem-estar, educação, defesa do património, ambiente e qualidade de vida.

Vizinhos do Areeiro

Núcleo do Areeiro da associação Vizinhos em Lisboa: Movimento de Vizinhos de causas locais e cidadania activa

Vizinhos do Bairro de São Miguel

Movimento informal, inorgânico e não-partidário (nem autárquico independente) de Vizinhos

TRAVÃO ao Alojamento Local

O Alojamento Local, o Uniplaces e a Gentrificação de Lisboa e Porto estão a destruir as cidades

Não aos Serviços de Valor Acrescentado nas Facturas de Comunicações !

Movimento informal de cidadãos contra os abusos dos SVA em facturas de operadores de comunicações

Vizinhos de Alvalade

Movimento informal, inorgânico e não-partidário (nem autárquico independente) de Vizinhos de Alvalade

anExplica

aprender e aprendendo

Subscrição Pública

Plataforma independente de participação cívica

Rede Vida

Just another WordPress.com weblog

Vizinhos do Areeiro

Movimento informal, inorgânico e não-partidário (nem autárquico independente) de Vizinhos do Areeiro

MDP: Movimento pela Democratização dos Partidos Políticos

Movimento apartidário e transpartidário de reforma da democracia interna nos partidos políticos portugueses

Operadores Marítimo-Turísticos de Cascais

Actividade dos Operadores Marítimo Turísticos de Cascais

MaisLisboa

Núcleo MaisDemocracia.org na Área Metropolitana de Lisboa

THE UNIVERSAL LANGUAGE UNITES AND CREATES EQUALITY

A new world with universal laws to own and to govern all with a universal language, a common civilsation and e-democratic culture.

looking beyond borders

foreign policy and global economy

O Futuro é a Liberdade

Discussões sobre Software Livre e Sociedade

%d bloggers like this: