Daily Archives: 2011/11/09

O Banco Central do Japão desvaloriza o Iene

Enquanto o BCE continua embevecido e paralisado com os dogmas monetaristas tão do agrado de Vítor Gaspar e que tanto têm feito para destruir a competitividade internacional das exportações portuguesas, o Japão, sem medo intervém nos mercado e desvaloriza o Iene.

O Iene tem sido alvo de vários ataques especulativos, que têm valorizado a sua moeda relativamente ao dólar, não muito diferentes daqueles que a propósito da “crise da Divida Soberana” se lançam contra o Euro, mas ao contrario do BCE, o Banco Central do Japão tem agido sempre contra essa valorização artificial da sua moeda. Em Agosto esteve ativo e em finais de outubro tornou a agir.

O Japão sabe que o aumento da cotação do iene dispara os custos de produção dos seus produtos e reduz as suas exportações e não hesita em agir quando tal ação é necessária para salvar a economia. O BCE não. Só sabe aquilo que os arquipapas germânicos do neoliberalismo e do fundamentalismo monetarista lhe dizem: Moeda Forte acima de tudo. Sieg!

Fonte:
www.publico.pt

Categories: Economia, Política Internacional, Política Nacional | Etiquetas: | Deixe um comentário

O Rover marciano Curiosity e o Mistério de Marte

Rover Curiosity (http://i1.r7.com)

Rover Curiosity (http://i1.r7.com)

Existe em Marte um grande mistério: o que é que está a produzir num ritmo regular e constante o metano que as sondas detetam na ténue atmosfera marciana? As moléculas de metano são rapidamente dispersas para fora do planeta pelo vento solar, pelo que a constante e regular presença de metano em Marte só pode provir de uma fonte igualmente constante e regular.

Na Terra, a principal fonte de metano é a vida, na escala macro (vacas, por exemplo) ou micro (bactérias ou outros micro-organismos). Responder à pergunta de saber de onde vem este metano marciano é uma das principais respostas que se espera do novo rover marciano Curiosity.

O rover de 2.5 mil milhões de dólares deverá estar ativo em Marte durante pelo menos 23 meses recolhendo dados científicos de uma qualidade e extensão nunca antes obtida. Um dos seus objetivos é o de procurar vida microbiana atual ou passada na sua zona de aterragem.

Para cumprir tão importante missão, o Curiosity tem mais de 3 metros de comprimento, sendo duas vezes maior e cinco vezes mais pesado do que qualquer um dos dois últimos Rovers que a NASA colocou em Marte. O Rover será capaz de perfurar o solo, recolhendo amostras com um laser que as vaporiza e permite a sua analise com um espectrómetro. O Curiosity também tem um detetor de metano atmosférico, numa abordagem muito direta ao problema do metano marciano.

Fonte:
http://www.smh.com.au/world/scientists-baffled-by-methane-mystery-as-mars-rover-mission-gets-ready-to-hit-the-gas-20111125-1nz6o.html#ixzz1ejIc07Su

Categories: SpaceNewsPt | Etiquetas: | Deixe um comentário

A sonda marciana Phobos-Grunt está em apuros…

Phobo-Grunt (www.inovacaotecnologica.com.br)

Phobo-Grunt (www.inovacaotecnologica.com.br)

Depois de mais de vinte anos em que a Rússia esteve muito ativa na orbita terrestre, com as suas Soyuz e Progress, alem de ter realizado vários lançamentos de satélite, mas esteve completamente ausente do Espaço Exterior desde 1988, eis que finalmente termina esse jejum com o lançamento bem sucedido de uma missão com o ambicioso objetivo de recolher uma amostra do solo da lua marciana Phobos e de a trazer de volta para a Terra.

O registo histórico das missões soviéticas para Marte não é, contudo, famoso… Todas as suas sondas marcianas foram rotundos fracassos e para nao fazer exceção, esta ultima sonda está agora em “modo de emergência” em orbita terrestre e aguardando nova ocasião para tentar ativar novamente os motores que a levarão para fora de orbita, ja que a primeira tentativa falhou.

Este cada vez mais provável falhanço soma-se assim a uma serie de problemas nas ultimas semanas com lançamentos de satélites com foguetões Soyuz e Proton. O registo russo para com Marte arrisca-se também a permanecer muito negro: o falhanço desta sonda iria somar-se ao da Phobos e à explosão de uma outra sonda aquando do seu lançamento, em 1996.

Os russos já tinham avisado para com eventuais dificuldades com a Phobos-Grunt, alertando para o facto de ser a primeira missão extra-planetária em muitos anos e ao facto de todas as equipas e técnicos terem entretanto mudado. Em muitos casos, os russos “terão partido do zero”, o que introduz na missão um novo factor de risco que está ausente das missões tripuladas para a orbita terrestre.

Fonte:
http://au.news.yahoo.com/thewest/a/-/world/11462644/mars-moon-lander-to-return-russia-to-deep-space/

Categories: SpaceNewsPt | Etiquetas: | Deixe um comentário

A Batalha pela Transparência nos Dados Públicos e a Participação Cívica

Na batalha pela aproximação entre o exercício da Democracia e os Cidadãos a transparência dos dados públicos deve cumprir um papel central. O Governo e, muito particularmente, as Administrações municipais, devem permitir que os Cidadãos possam aceder de forma fácil e intuitiva aos dados sobre a administração política, financeira e económica de todos os órgãos democráticos.

Os dados públicos devem reger-se por critérios de acessibilidade, transparência e qualidade. Todos os arquivos públicos devem estar abertos ao público e acessíveis a quem quer que tenha acesso à Internet.

Estes dados devem ser formatados por forma a permitirem a sua compreensão por não especialistas e servirem de fonte a investigações jornalísticas que possam expor situações polémicas, falhas de governação ou situações de corrupção pura e simples. Muito em particular estas regras de Transparência devem ser aplicadas na área judicial, onde a opacidade tem sido regra, mas nem sempre pelas melhores razoes… por exemplo; a produtividade dos juízes, as suas pendências, a eficiência dos tribunais, os seus custos e rendimentos, assim como o polémico “segredo de Justiça” devem ser reavaliados e postos em causa, sem preconceitos nem ideias feitas.

Fonte:
http://www1.folha.uol.com.br/poder/987553-especialistas-cobram-dados-publicos-mais-transparentes.shtml

Categories: Política Nacional, Portugal | Deixe um comentário

Site no WordPress.com.

Eleitores de Portugal (Associação Cívica)

Associação dedicada à divulgação e promoção da participação eleitoral e política dos cidadãos

Vizinhos em Lisboa

A Vizinhos em Lisboa tem em vista a representação e defesa dos interesses dos moradores residentes nas áreas, freguesias, bairros do concelho de Lisboa nas áreas de planeamento, urbanismo, valorização do património edificado, mobilidade, equipamentos, bem-estar, educação, defesa do património, ambiente e qualidade de vida.

Vizinhos do Areeiro

Núcleo do Areeiro da associação Vizinhos em Lisboa: Movimento de Vizinhos de causas locais e cidadania activa

Vizinhos do Bairro de São Miguel

Movimento informal, inorgânico e não-partidário (nem autárquico independente) de Vizinhos

TRAVÃO ao Alojamento Local

O Alojamento Local, o Uniplaces e a Gentrificação de Lisboa e Porto estão a destruir as cidades

Não aos Serviços de Valor Acrescentado nas Facturas de Comunicações !

Movimento informal de cidadãos contra os abusos dos SVA em facturas de operadores de comunicações

Vizinhos de Alvalade

Movimento informal, inorgânico e não-partidário (nem autárquico independente) de Vizinhos de Alvalade

anExplica

aprender e aprendendo

Subscrição Pública

Plataforma independente de participação cívica

Rede Vida

Just another WordPress.com weblog

Vizinhos do Areeiro

Movimento informal, inorgânico e não-partidário (nem autárquico independente) de Vizinhos do Areeiro

MDP: Movimento pela Democratização dos Partidos Políticos

Movimento apartidário e transpartidário de reforma da democracia interna nos partidos políticos portugueses

Operadores Marítimo-Turísticos de Cascais

Actividade dos Operadores Marítimo Turísticos de Cascais

MaisLisboa

Núcleo MaisDemocracia.org na Área Metropolitana de Lisboa

THE UNIVERSAL LANGUAGE UNITES AND CREATES EQUALITY

A new world with universal laws to own and to govern all with a universal language, a common civilsation and e-democratic culture.

looking beyond borders

foreign policy and global economy

O Futuro é a Liberdade

Discussões sobre Software Livre e Sociedade