Daily Archives: 2011/11/07

China: “Não vamos salvar a Europa”

A China deixou bem claro: “não vai salvar a Europa“. Isso mesmo disse o Presidente Hu Jintao pouco antes de deixar o país a caminho de mais uma cimeira do G20.

Esta declaração indica que a China, apesar de todo o Cash que acumula não está disposta a injetar parte dele na dormente economia europeia nem a cumprir a sua parte no impedimento da recessão mundial que agora se desenha como certa em 2012.

Segundo a agência noticiosa oficial chinesa: “a Europa deve resolver sozinha os seus problemas” não podendo fornecer “a cura para a doença europeia“.

Mas obviamente, pode. A China conserva hoje mais de 3.2 triliões em moeda estrangeira e poderia usar parte desta fortuna, obtida por décadas de exportações para a Europa e para os EUA, num programa de estimulo da industria europeia, que permitisse ao continente sair da sua condição de insustentável dependência da “fábrica do mundo”.

A China poderia também fazer a sua parte valorizando a sua moeda, por forma a permitir que a Europa conseguisse exportar mais para a China e facilitar a entrada de produtos ocidentais no seu mercado interno. Com esta atitude, Pequim arrisca-se a prejudicar-se a si mesma, já que numa economia tão virada para as exportações como a sua, se o Ocidente não resolve rapidamente a Crise da Divida, o problema dos outros é necessariamente também o seu problema. Sim, porque sem exportações, os 3.2 triliões não durarão eternamente… nem a sua numerosa e reprimida população terá paciência para suportar o regime de Pequim.

Fonte:
http://www.spacewar.com/reports/China_wont_save_Europe_Xinhua_commentary_999.html

Categories: China, Economia, Política Internacional | 12 comentários

Alguns comentários aos “Ficheiros OVNI” das décadas de 50 e 60 recentemente revelados

Alguns “ficheiros OVNI” recentemente tornados públicos pela CIA. Ainda que a CIA não seja propriamente vocacionada para estas atividades, o facto é que a agência dedicou durante bastantes anos mais atenção ao fenómeno do que geralmente se crê.

No total, existirão mais de 240 documentos da CIA sobre este tema, ao longo de mais de 50 anos. Nenhum faz referência a ETs ou a discos voadores despenhados e guardados pela agência (infelizmente…). Mencionaremos apenas aqueles que parecem mais interessantes:

Um documento de 1 de julho de 1952 menciona as possibilidades de uma invasão alienígena falsa poderia ter num contexto “ofensivo ou defensivo”. Enviado para o “Psychological Strategy Board” o memorando sugere que alguém na Agência avaliou as vantagens em promover o medo público pelos “discos voadores” algo que pode ter levado a algumas simulações com vista a camuflar outras atividades da Agência.

O “Report of Unusual Flying Object Sightings and Attendant Scientific Activity” de 17 de abril de 1956 refere uma observação registada na Hungria (então um Estado-Satélite soviético). O memorando menciona “atividade OVNI” durante várias semanas “enervando a população” e tendo alguns “grupos científicos” estimado velocidades da ordem dos 12 mil km/h.

Um outro memorando de 27 de outubro de 1958, intitulado “Unexplained Traveling Bright Light Seen in the Sky” que refere uma observação “perto de Leninegrado” de um objeto avistado a partir do comboio e que deixaria atrás de si “um longo rasto de fumo negro”. Segundo o relato “o aparelho seri demasiado brilhante para um avião”.

Um relatório de 16 de dezembro de 1960 menciona um objeto “que parecia um meteoro mas que era extremamente grande e quase como um disco”. O objeto teria uma cor esverdeada.

Um relatório mais recente, datado de 17 de fevereiro de 1967, menciona uma série de fotografias de um OVNI fornecidas pela Força Aérea. O memorando, contudo, não conclui pela veracidade ou não das fotografias…

Em conclusão, o mais interessante é a referência ao uso do fenómeno OVNI para efeitos de manipulação da opinião pública e o interesse com que a CIA seguia os relatos destes fenómenos para além da Cortina de Ferro… como que para validar assim os registos semelhantes ocorridos no Ocidente.

Fonte:
http://dvice.com/archives/2011/09/investigating-t-1.php

Categories: Mitos e Mistérios, OVNIs | Deixe um comentário

Create a free website or blog at WordPress.com.

Eleitores de Portugal (Associação Cívica)

Associação dedicada à divulgação e promoção da participação eleitoral e política dos cidadãos

Vizinhos em Lisboa

A Vizinhos em Lisboa tem em vista a representação e defesa dos interesses dos moradores residentes nas áreas, freguesias, bairros do concelho de Lisboa nas áreas de planeamento, urbanismo, valorização do património edificado, mobilidade, equipamentos, bem-estar, educação, defesa do património, ambiente e qualidade de vida.

Vizinhos do Areeiro

Núcleo do Areeiro da associação Vizinhos em Lisboa: Movimento de Vizinhos de causas locais e cidadania activa

Vizinhos do Bairro de São Miguel

Movimento informal, inorgânico e não-partidário (nem autárquico independente) de Vizinhos

TRAVÃO ao Alojamento Local

O Alojamento Local, o Uniplaces e a Gentrificação de Lisboa e Porto estão a destruir as cidades

Não aos Serviços de Valor Acrescentado nas Facturas de Comunicações !

Movimento informal de cidadãos contra os abusos dos SVA em facturas de operadores de comunicações

Vizinhos de Alvalade

Movimento informal, inorgânico e não-partidário (nem autárquico independente) de Vizinhos de Alvalade

anExplica

aprender e aprendendo

Subscrição Pública

Plataforma independente de participação cívica

Rede Vida

Just another WordPress.com weblog

Vizinhos do Areeiro

Movimento informal, inorgânico e não-partidário (nem autárquico independente) de Vizinhos do Areeiro

MDP: Movimento pela Democratização dos Partidos Políticos

Movimento apartidário e transpartidário de reforma da democracia interna nos partidos políticos portugueses

Operadores Marítimo-Turísticos de Cascais

Actividade dos Operadores Marítimo Turísticos de Cascais

MaisLisboa

Núcleo MaisDemocracia.org na Área Metropolitana de Lisboa

THE UNIVERSAL LANGUAGE UNITES AND CREATES EQUALITY

A new world with universal laws to own and to govern all with a universal language, a common civilsation and e-democratic culture.

looking beyond borders

foreign policy and global economy

O Futuro é a Liberdade

Discussões sobre Software Livre e Sociedade