Daily Archives: 2011/09/26

Vítor Bento: “O valor nocional de todos os contratos de derivativos financeiros, incipiente há pouco mais de um quarto de século, equivalia, em junho último, a cerca de 14 vezes o PIB mundial”

Rita Pereira também é mais fotogénica de Vítor Bento (http://www.exposay.com)

Rita Pereira também é mais fotogénica que Vítor Bento (http://www.exposay.com)

“O valor nocional de todos os contratos de derivativos financeiros, incipiente há pouco mais de um quarto de século, equivalia, em junho último, a cerca de 14 vezes o PIB mundial.”

> 14 vezes o PIB mundial! Esta espantosa deriva da economia virtual dos “mercados” resulta em primeiro lugar da virtualização das moedas (depois do abandono do Padrão-Ouro) que levou a uma multiplicação do valor (artificial) dos bens e da facto do “valor” acumulado ao longo de várias bolhas especulativas, a começar pela das “.com” em 2000… Todo este “valor” não desapareceu, mas foi transportado de bolha em bolha até à atual: a Crise da Dívida Soberana.

“Ter-se deixado acumular uma tal situação, completamente desproporcionada, constitui, no mínimo, um desafio ao bom senso regulatório, não podendo por isso surpreender que a sua sustentabilidade acabasse por ser questionada de forma tão estrondosa.”

> Os Bancos centrais no geral e os políticos em particular assumiram aqui culpas de leão… Os governadores dos Bancos – cegos pelo dogma neoliberal da desregulamentação dos Mercados financeiros – ficaram paralisados antes o desnorte absoluto dos Bancos e Especuladores. Pela inação ou incompetência foram culpados e deviam estar hoje a ser julgados… pelo contrário, acabaram promovidos, como Vítor Constâncio, à vice-presidência do BCE!

“Ademais, uma boa parte da pirâmide invertida de ativos financeiros, originais e derivados, constitui-se através de uma encadeada teia de relações cruzadas de direitos de saque de umas instituições sobre as outras, pelo que a quebra de uma instituição ou de uma classe de ativos desta cadeia facilmente arrasta a queda de toda a teia, dando caráter sistémico a muitos problemas que, por natureza, deveriam ser individuais.”

Foi o que sucedeu por exemplo com a AIG que tinha seguros de derivados e créditos subprime que se revelariam sem valor e que quase levaram essa gigantesca seguradora global à falência. Em particular, deixou-se enredar a Banca de Investimentos, com a da Retalho (uma separação que datava da crise de 1924) e permitiu-se a erupção de produtos financeiros abstratos, incompreensíveis e completamente desligados da realidade: os Derivados e os Futuros. As ações deixaram de ser uma forma de as empresas reais, na economia real, se financiarem para passarem a ser constructos abstratos de valorização constante e completamente desligadas do mundo físico.

Urge impor aos mercados financeiros pelo menos as mesmas formas de regulação que existiam em 1990, quando nos EUA estas começaram a ser desmanteladas (por Clinton e Greenspan). Urge proibir Derivados e produtos opacos e de natureza obscura, proibir os Offshores, esses paraísos do Crime e da fuga ao fisco e tornar a dar aos Mercados aquele que é efetivamente o seu papel: o de financiador da Economia Real.

Fonte:
Economia, Moral e Política
Vítor Bento

Anúncios
Categories: Economia, Política Internacional, Política Nacional, Portugal | Deixe um comentário

Site no WordPress.com.

Eleitores de Portugal (Associação Cívica)

Associação dedicada à divulgação e promoção da participação eleitoral e política dos cidadãos

Vizinhos em Lisboa

A Vizinhos em Lisboa tem em vista a representação e defesa dos interesses dos moradores residentes nas áreas, freguesias, bairros do concelho de Lisboa nas áreas de planeamento, urbanismo, valorização do património edificado, mobilidade, equipamentos, bem-estar, educação, defesa do património, ambiente e qualidade de vida.

Vizinhos do Areeiro

Núcleo do Areeiro da associação Vizinhos em Lisboa: Movimento de Vizinhos de causas locais e cidadania activa

Vizinhos do Bairro de São Miguel

Movimento informal, inorgânico e não-partidário (nem autárquico independente) de Vizinhos

TRAVÃO ao Alojamento Local

O Alojamento Local, o Uniplaces e a Gentrificação de Lisboa e Porto estão a destruir as cidades

Não aos Serviços de Valor Acrescentado nas Facturas de Comunicações !

Movimento informal de cidadãos contra os abusos dos SVA em facturas de operadores de comunicações

Vizinhos de Alvalade

Movimento informal, inorgânico e não-partidário (nem autárquico independente) de Vizinhos de Alvalade

anExplica

aprender e aprendendo

Subscrição Pública

Plataforma independente de participação cívica

Rede Vida

Just another WordPress.com weblog

Vizinhos do Areeiro

Movimento informal, inorgânico e não-partidário (nem autárquico independente) de Vizinhos do Areeiro

MDP: Movimento pela Democratização dos Partidos Políticos

Movimento apartidário e transpartidário de reforma da democracia interna nos partidos políticos portugueses

Operadores Marítimo-Turísticos de Cascais

Actividade dos Operadores Marítimo Turísticos de Cascais

MaisLisboa

Núcleo MaisDemocracia.org na Área Metropolitana de Lisboa

THE UNIVERSAL LANGUAGE UNITES AND CREATES EQUALITY

A new world with universal laws to own and to govern all with a universal language, a common civilsation and e-democratic culture.

looking beyond borders

foreign policy and global economy

O Futuro é a Liberdade

Discussões sobre Software Livre e Sociedade