Comentário ao artigo “Lusofonia: Cultura ou Ideologia?” de Lourenço Rosário (Moçambique)

“Quando em 1988, Itamar Franco se reuniu com os seus homólogos em São Luís do Maranhão, o encontro não se designou Lusófono, mas sim dos Países de Língua Portuguesa. Assim, também as bases para a constituição de uma comunidade constituída por esses Países também não adotou o nome de Comunidade Lusófona, mas sim Comunidade dos Países de Língua Portuguesa, CPLP. Este é o primeiro ponto que coloco à reflexão e discussão. Por que razão é que do ponto de vista oficial, na diplomacia e na cooperação multilateral, jamais o termo lusófono foi adotado? E por que razão é que a nível do discurso político, sobretudo na relação entre o olhar de vários segmentos da sociedade portuguesa, este termo tem vindo a ser consagrado como sendo o de maior utilidade”

> O termo “lusofonia” introduziu-se no discurso político, económico e comum da sociedade portuguesa do século XXI. É praticamente impossível abrir ou jornal ou assistir a um programa noticioso na televisão sem que a palavra “lusofonia” seja lida ou escutada. O termo entrou claramente na moda. Politicamente neutro, economicamente imparcial, socialmente e culturalmente muito relevante, a palavra “lusofonia” designa hoje um conjunto de países geograficamente descontínuos unidos entre si mais por proximidades linguísticas, históricas e culturais do que económicas, sociais ou políticas. Neste contexto, “lusofonia” é algo de profundamente diverso de “anglofonia” ou “francofonia”, termos neocoloniais onde o fator económico, militar e político são dominantes.

“Marcelo Rebelo de Sousa esteve recentemente em Moçambique, no âmbito de cooperação académica entre as universidades portuguesas e moçambicanas. Ele escandalizou meio mundo ao, pela primeira vez, assumir a postura muitas vezes pronunciada em surdina de que havia que resgatar o lado bom do colonialismo, fazendo justiça àqueles que, embora servidores do sistema, conseguiram dar-lhe um rosto humano.”

> Tido geralmente como um fenómeno completamente negativo, com efeito, o colonialismo (e em particular, o colonialismo português) foi algo de muito mais profundo e complexo do que as leituras feitas na época de descolonização pareciam fazer transparecer. Especialmente no caso português e apesar de toda a carga negativa e dada a especificidade da presença portuguesa em África não se traduziu numa exploração massiva de recursos, nem no saque sistemático que carateriza a maioria dos outros colonialismos europeus. Isto deveu-se ao cruzamento de vários fatores:
a. Demografia: Portugal nunca teve a escala populacional, nem o crescimento demográfico que lhe permitisse enviar excedentes humanos para as colónias, como fizeram os holandeses com a África do Sul, os franceses com o Quebec, os ingleses com os EUA, Austrália e Nova Zelândia. Com excepção única do Brasil, Portugal não “colonizou” (no sentido restrito, enviando “colonos” em massa) nenhuma das suas colónias.
B. A escassez de recursos financeiros e logo, militares do país nunca lhe permitiu manter nos territórios sobre os quais tinha direitos administrativos uma exploração sistemática de recursos. O contributo económico das colónias (com excepção de Angola na década de 70) foi sempre diminuto para o todo da economia nacional.
C. Como Portugal sai apressadamente das suas colónias africanas e depois de uma longa e dura tripla guerra colonial não teve nem tempo, nem disposição anímica para deixar atrás de si a rede de dependências neocoloniais que ainda hoje potencias como a França ou o Reino Unido deixaram em África.
Estas condições tornam o colonialismo português e, sobretudo, o o seu legado em algo de substancialmente diferente do que foi o colonialismo europeu em África.

“O destino dos portugueses é plasmar o seu ser nos quatro cantos do mundo. A história, em parte, confirma isso, na medida em que, a partir do século XV, Portugal tornou-se numa grande potência mundial, presente em todos os continentes, fazendo-se respeitar e fazendo com que a sua língua se tornasse na língua franca nos meandros da economia, do comércio e da diplomacia. Mesmo com o enfraquecimento do estado português e consequente desaparecimento desse poderio real, os portugueses interiorizaram esse desígnio de grandeza histórica que lhe não permite ser contido naquele pequeno rectângulo que constitui o seu território.”

> E é por isso que a adesão à União Europeia (então, CEE) não se traduziu no “salto em frente” que se esperava. Houve, desde 1986, uma melhoria significativa de muitos indicadores de desenvolvimento, mas nada que fosse correspondente à escala dos fundos estruturais derramados sobre Portugal nem que permitisse reduzir o hiato económico entre os países do norte e Portugal: com excepcao de alguns anos na década de 90, desde a integração, Portugal cresceu sempre a um ritmo médio anual de 2.5%, inferior ao da maioria dos seus parceiros do norte, que, de resto partiam já de um patamar muito mais elevado. De facto, e curiosamente, as décadas de maior crescimento em Portugal correspondem às que medeiam entre 1930 e 1970, onde a economia terá crescido mais de 30%, apesar dos custos humanos e económicos de manter o segundo maior exército ao sul da Saará em três frentes de guerra muito ativas.

“O primeiro grande golpe sobre o mito do império é dado no início da década de 60, com a saída pouco gloriosa de Portugal dos territórios e colónias da Índia. A rendição militar bateu fundo no orgulho histórico dos heróis do mar, nobre povo e nação valente. Mais do que o Ultimato Inglês dos anos 90 do século XIX, a perda de Goa, Damão e Diu constituía a primeira machadada na herança sonhada, criada e deixada por Dom João II. Quero lembrar aqui, que pouco tempo antes e não por mera coincidência, Gilberto Freyre fora hóspede convidado de Salazar, naqueles territórios, onde foi buscar mais subsídios para consubstanciar as suas teorias lusotropicalistas, ido de Cabo verde.”

> A teimosia de Salazar em deixar os territórios da União Indiana de uma forma negociada e que assegurasse a preservação da herança portuguesa no território pela via de um referendo que permitisse que a população local escolhesse entre autonomia, independência, integração na União Indiana ou continuação do domínio português condenou a Índia Portuguesa ao fim.
É certo que o regime do Estado Novo não estava realmente perante uma plena escolha: a preservação do império era parte da matriz identitária do regime e o exemplo da cedência – ainda que negociada – de uma das suas parcelas seria uma motivação para que outras colónias seguissem o mesmo caminho. Organizar e seguir um referendo livre e independente em Goa seria também muito problemático para um regime que ao fim ao cabo, não era democrático, nem na metropole e muito menos nas suas colónias… Os resultados até poderiam favorecer uma autonomia alargada ou a continuação no estatuto atual, dada a intensidade da presença portuguesa no território (especialmente religiosa e administrativa), mas um tal exemplo poderia ser depois ser seguido em Moçambique ou em Angola, onde o desfecho não seria certamente tão favorável aos interesses de Lisboa…

“Uma das grandes discussões que ainda divide os integrantes das estruturas do Instituto Internacional de Língua Portuguesa, com sede em Cabo Verde, reside precisamente no facto de os representantes portugueses com a neutralidade cúmplice dos brasileiros considerarem que aquela instituição deve velar essencialmente os interesses e defesa da língua portuguesa, denominador comum dos países nele representados. Os africanos procuram lembrar aos seus parceiros que o panorama linguístico dos três países africanos continentais e Timor Leste é de diversidade linguística.” (…) “O impasse tem praticamente paralisado o IILP que não consegue encontrar saídas e os poucos projectos alternativos não avançam por falta de vigor.”

> A Lusofonia e a CPLP têm que trilhar o seu caminho na senda da originalidade e inovação. O IILP não deve, não pode ser uma pura emanação dos interesses da industria cultural portuguesa ou brasileira. Por isso, não pode ser um instrumento de um “imperialismo cultural lusófono” em que o português seja um agente de opressão ou imposição linguística e cultural. A língua de Camões não é uma língua morta, como o latim, e incorpora no seu seio muitos elementos alheios. Em África e no Brasil, em particular, as variantes locais do português incorporam vários vocábulos de línguas locais e isso enriquece a língua – no seu todo – tornando-a dinâmica, adaptável e viva. O IILP tem que incluir no seu programa operativo e de investigação não somente a promoção e o desenvolvimento da língua portuguesa, mas também o das línguas nacionais de todos os Estados da CPLP, incluindo o mirandês, em Portugal e a variante galega do português. Assim, enriquecerá a língua cuja defesa é a sua missão principal, não as tolerando (termo sempre pejorativo) mas promovendo-as e estimulando a sua coexistência ao lado do português.

Categories: Brasil, Economia, Lusofonia, Movimento Internacional Lusófono, Política Nacional, Portugal | 115 comentários

Navegação de artigos

115 thoughts on “Comentário ao artigo “Lusofonia: Cultura ou Ideologia?” de Lourenço Rosário (Moçambique)

  1. Odin

    Inclusive, uma considerável parcela de colonos portugueses da África emigraram para o Brasil após a independência dos Palop, principalmente os de Angola.

  2. riquepqd

    Como os mineiros dizem, vou contar dois “causos” do ilustríssimo ex presidente que tem sua fotografia ilustrando este post:

    Quando era governador de MG, se desentendeu seriamente com o presidente FHC, por causa das políticas econômicas do ultimo, não achava que estas políticas eram benéficas para seu Estado. Suas divergências se tornaram públicas, e se tornaram desafetos declarados.

    Até aí normal, onde no mundo não existe inimigos na política? Mas a coisa desandou mesmo…

    Segundo informações da ABIN, Agência Brasileira de Inteligência, O MST, Movimento dos Trabalhadores sem Terra estava planejando (supostamente coordenados por Itamar Franco) invadir uma fazenda em MG de propriedade do então presidente FHC. E o mesmo aproveitou a situação para enviar um recado a Itamar Franco.

    Ao invés de solicitar o apoio da Polícia Militar do Estado de Minas Gerais, órgão estadual subordinado ao governo e responsável pela ordem pública naquele Estado, o presidente resolveu afrontar o governador e enviou uma tropa desproporcional de 2.500 homens do Exército para “supostamente” proteger a fazenda dos sem-terra.

    Para Itamar Franco aquilo foi um aviso claro: “Manda quem pode e obedece quem tem juízo”, Mas como Itamar não tinha juízo…

    Itamar Franco então respondeu à altura, se reuniu com o estado-maior de suas forças militares estaduais, se abrigou no Palácio da Liberdade, sede do poder Executivo do Estado de Minas Gerais, e ordenou que a polícia militar realizasse a proteção do perímetro do palácio, armados com fuzis e blindados, e sugeriu que dali comandaria uma guerrilha formada por policiais e bombeiros militares de todo seu Estado contra o governo federal.

    “Protegerei até o fim os mineiros e o Estado de Minas Gerais contra o autoritarismo que vem de Brasília, Minas não é uma simples província, estamos em uma república federativa, e MG é um dos mais importantes Estados federados, tem seus deveres, mas também tem seus direitos, não aceitarei ingerências federais inconstitucionais dentro do território mineiro e nem políticas econômicas que auxiliem outros Estados em detrimento de MG…”

    Com isto o recado foi claro à FHC, Itamar estava claramente dizendo que se FHC continuasse com tropas federais intervindo no Estado de Minas Gerais em uma situação em que apenas tropas estaduais deveriam intervir, e se não mudasse a política econômica, a coisa poderia ficar feia.

    FHC, percebendo a grande popularidade de Itamar em MG, o que poderia gerar uma revolta popular a favor de MG, e que em um extremo poderia chegar até em uma tentativa de independência, FHC resolveu mudar o discurso e assumir um tom mais conciliador, retirou as tropas e atendeu alguns dos pedidos econômicos de Itamar.

    E parece que depois disto viveram felizes para sempre.

    Outro causo do folclórico Itamar Franco:

    Ele nasceu abordo de um navio no litoral do Estado da Bahia, e por isso foi registrado em Salvador, sua capital, mas cresceu no interior de Minas Gerais, e por causa disso criou uma idolatria cega por MG, ao ponto de abdicar de sua “cidadania” bahiana e se considerar legitimo mineiro, e até sua morte jurava de pés juntos que era mineiro e não suportava ouvir alguém o chamando de bahiano.

    Meus amigos, será que se o presidente e o 1º ministro de Portugal tivessem uma atitude bravia como esta em relação à Bruxelas, qual seria o resultado? Será que Bruxelas mudaria suas políticas econômicas para atender as necessidades do Estado português ou Portugal seria simplesmente expulso, ou será que teríamos tanques alemães adentrando por Lisboa?

    Um abraço a todos

    http://www.istoe.com.br/reportagens/39182_A+REELEICAO+FOI+COMPRADA+

  3. Otus scops

    CP

    que coisa tão chata de ler…

    minhas Senhoras e meus Senhores, Itamar Franco fica na história pelo caso Lilian Ramos, mais nada:
    http://3.bp.blogspot.com/-WtDP5AksHqo/ThNcA0NCavI/AAAAAAAABUw/0rEnI3gu-Y8/s1600/lilian_ramos.jpg 😈

    grande Itamar!!! 😀

    agora a hipocrisia moralista dos portugueses:

    (a partir dos 2 min.)

    • riquepqd

      Que visão hein? 🙂

      Também dizem que foi ele que iniciou a virada histórica econômica do Brasil, ao lançar FHC como seu ministro, e querendo ou não, o posterior embate dele com FHC foi histórico.

      • Quanto mais sei e leio, mais creio que FHC foi o verdadeiro responsavel pelo bom momento atual do Brasil… Lula teve o grande merito de nao estragar o trabalho do seu antecessor, o que tambem nao é displiciente!

        • Otus scops

          CP

          então como vai ser, é FHCardoso para secretário-geral da ONU ou o Lulinha???
          para onde pende o teu coração???
          😉

        • Odin

          É claro que o governo FHC teve o seu lado bom. Eu demonizo os neoliberais, mas há um ponto que eu reconheço que eles estão certos. O ponto é a questão da busca pela qualidade total. Muitos milhares de trabalhadores deixam de ter boa produtividade quando o Estado os protege demais, e isso compromete a qualidade dos produtos e serviços. É verdade! 🙄
          Mas a forma de solucionar isso não é entregando tudo para a iniciativa privada e deixar o Estado como um enfeite, pois a conseqüência disto são as crises mundiais. Resolve-se reformando a estrutura do Estado. Lembrando que seres humanos não são perfeitos, mas vivem em busca da perfeição.

          • Tambem acredito que a Riqueza se gera de uma forma muito mais eficaz do que num contexto “publico”. Um bom exemplo disso foi o “sovietismo” (nao confundir com comunismo) onde todas as empresas eram publicas e a produtividade, a inovacao e a qualidade eram baixissimaa (com excepcao do setor espacial e militar).
            O incentivo ‘e sempre o melhor estimulo ‘a produtividade. Mas este capitalismo global e selvagem da atualidade parece que o esqueceu: os rendimentos do trabalho, sao cada vez menores por comparacao com os do capital e o Trabalho ‘e cada vez mais precario. Obviamente, que tem consequencias no dominio da produtividade… Falo do que se passa no Ocidente (europa-eua) claro.

  4. riquepqd

    Então gente, o que vocês acham da atitude do Itamar Franco em relação ao FHC, ou melhor, de MG em relação ao Brasil? No quesito economia, a situação era parecida com a atual situação de Portugal em relação à UE, caberia a mesma loucura à Portugal e deveria realmente chutar o balde? Pelo menos pra MG deu certo.

    E só pra constar, Lula e FHC são os maiores rivais politicos do atual Brasil, entre um e outro pra ONU, eu escolheria o Lula, iguais ao FHC já passaram muitos por lá.

    • Riquepqd

      Como ninguém me responde o paralelo que citei no #8 sobre o caso que contei do Itamar no #2, em protesto eu mesmo farei… 😀

      Eu acho que Portugal tinha mesmo era que chutar o balde, dizer que estava defecando pros alemães, franceses e britânicos, que não ia pagar nada, que estava metendo o pé da UE e do Euro, que ninguém mais poderia pescar em sua ZEE senão o negócio ia feder, que não era uma simples província de Bruxelas, mas sim um dos Estados mais antigos do mundo e que não toleraria mais os abusos dos demais europeus, como esses finlandeses que querem o ouro português, que se a Espanha não devolvesse Olivença, seria declarado guerra imediatamente por este pedaço de chão português, e também financiaria uma guerrilha de libertação na Galiza.

      E quem não gostasse disto, Portugal tinha que responder “problema é seu!”.

      Acho que depois disto, ou Portugal passaria a ser um dos cabeças da UE ou seguiria seu rumo livre e verdadeiramente independente.

      Obs: Pra isto, Portugal tinha que ter forças armadas com força pelo menos semelhante a da Espanha e Itália, para dissuadir qualquer tentativa de intimidamento.

      😉

      • Bem, o chuto no rabo dos credores ‘e algo com que ate o Otus concorda… ‘E inevitavel recusar pagar uma divida que passou todos os limites e pela qual os credores (e a uniao europeia) sao tao responsaveis como nos!
        Quanto a forças armadas: sou grande crente de um exercito cidadao, no modelo suico ou israelita, sem grandes quantidades de mbts ou avioes de 5a geracao, mas com os mesmos em quantidades minimas mas com equipamentos modernos.

        • Riquepqd

          Portugal tem que falar grosso com esses malditos germano-nordicos, só assim passará a ser ouvido. tem que fazer igual a MG em relação ao Brasil na época em que Itamar era seu governador, reclamar, questionar civilizadamente não adiantou, o Brasil (FHC) só escutou e mudou politicas economicas em favor de MG quando MG (Itamar Franco) falou grosso.

          • Bem sei que é dificil “falar grosso” de mao estendida. Por isso ‘e que acho que a recuperacao da dignidade necessaria para dizer aos germanos o que eles precisam de ouvir e parar com estas humilhacoes sucessivas tem que passar pela declaracao de incumprimento. E os bancos espanhois, franceses e alemaes que detem a nossa divida que contabilizem as suas perdas nos balancetes.

  5. Odin

    Otus scops :
    CP
    então como vai ser, é FHCardoso para secretário-geral da ONU ou o Lulinha???
    para onde pende o teu coração???

    Valha-me Deus!!! 🙄

    Vamos indicar o D. Duarte e o Cavaco, ou o Durão Barroso! 😯

    • Horror! Nao ha mais opcoes?! Voto Duarte! Sempre ‘e o menos bronco (por larga vantagem desses outros dois) !

      • Odin

        Ô CP!!! 🙄
        É só o Darth Duarte… quero dizer, o Dom Duarte ( 😳 ) virar lusofonista que você virou monárquico??? 😯

        Se o governo chinês passar a apoiar a união dos países lusófonos, você passa a apoiar o regime chinês??? ❓

        • Ora, sempre fui monarquico, mas eletivo, o que é uma especie de republicanismo…
          De qualquer modo, sempre disse que o problema portugues nao é um problema de regime e de qualquer modo… Nao deixei agendada mais nenhuma publicacao de Dom Duarte. Acho…

          • riquepqd

            CP, eu não gosto da monarquia, mas lendo você dizer que gosta, parei pra pensar, porque te considero um cara inteligente, então a monarquia deve ter algo de bom.

            Me diz, o que te agrada na monarquia? Tu acha que ela seria interessante a uma união lusófona?

            • Otus scops

              Riquepqd

              sem colocar em causa nalgum momento a inteligência do CP, nunca te esqueças que ele é humano, logo errar é algo inerente a todos nós.

              repara bem na incoerência dele, “monarquia electiva”!!! 😀
              por motivos de respeito e de reverência por ele nem escrevo mais nada senão ele ainda me bane do Quintus (eu sei que depois seria perdoado) 😀 😀 😀

              “Os Políticos e as Fraldas devem ser mudadas com frequeência, pelos mesmos motivos…”
              Sua Altíssima Excelência, José Maria de Eça de Queiroz!!!

              • riquepqd

                😀

              • A incoerencia nao ‘e minha… Os germanos (que tanto adulas) elegiam assim os seus reis e nao consta que fossem mal governados, basta ver, alias, a monarquia visigotica e a ostrogoda, ambas com reis eleitos.

            • Bem, custa-me um tanto defender a monarquia porque nao me considero monarquico… Alias, ainda ha poucos meses andava em campanha presidencial! 😉
              Mas vejo algumas vantagens nessa forma de regime… O facto de haver mais estabilidade, de existir uma ligacao ‘a tradicao e da simplificar a uniao de paises diferentes numa figura transnacional…
              Reitero nao sou monarquico, mas nao fechei a minha mente a essa opcao.

              • Riquepqd

                CP

                “…simplificar a uniao de paises diferentes numa figura transnacional…”

                Já eu acho que a monarquia seria um entrave a uma futura UL, ao invés de aproximar, distanciaria.

                Já escrevi por aqui em algum lugar porque não gosto da monarquia, mas no caso especifico de uma hipotética UL sob uma monarquia, seria natural então que um representante da família real portuguesa fosse o rei.

                Mas há uns anos atrás, tivemos um referendo no Brasil para escolher entre a república ou a volta da monarquia, com um representante da família real brasileira como rei ou imperador. E escolhemos continuar com a república.

                Se os brasileiros não quiseram um rei brasileiro no poder, quem dirá um português???!!!

                Eu penso que uma UL com um representante da família real portuguesa no cargo de chefe de Estado, seria a mesma coisa que voltássemos a ser colônia, então penso que nenhum cidadão integrante da CPLP aceitaria uma coisa dessas, e ao invés de aproximar, distanciaria ainda mais a idéia de uma UL.

                Por isso, sou um republicano 😉

        • Darth Duarte… 🙂

          • Odin

            Faço esta brincadeira com o D. Duarte porque ele quer destruir a República e restaurar o Império. Já li em algum lugar por aqui que ele tem ligações com o clube de Bilderberg (o Lado Negro da Força), então, pode ser um Lord Sith. 😀

            Brincadeira, D. Duarte! Não se zangue!!! 😉

            • Ligacoes aos Bilds? Essa nao tinha ainda ouvido, nao… Nem digo nada, mas nao tenho grandes duvidas de que os bilds sao uma especie de “governo subterraneo” do mundo, duvidando portanto que lhes interesse arregimentar alguem que nunca podera ter um cargo de poder efetivo…

      • Otus scops

        eu “deitava” no Cavaco.
        o Duarte Nuno não conta para nada, o Durão é a Criatura, o Cavaco pelo menos é o Pai da Criatura.

        Cavaco é uma espécie de Salazar mais moderno, da democracia.
        já vi por aqui alguns elogios ao ditador, coisa que me costuma fazer algum frenesim… sobretudo a quem anda a maldizer de chineses.

        • Cavaco ‘e moderno?! Cavaco ‘e o Salazar possivel desta falsa democracia dos interesses em que vivemos… ‘E tao tacanho e limitado quanto ele, mas muito mais amador do vil metal, como se viu a palhacada do bpn e da casota no algarve…

      • Odin

        Mais opções? O Sócrates, o Francisco Pinto Balsemão (Que tem mais direito ao trono português que o D. Duarte), o Paulo Portas, o Alberto João Jardim, José Eduardo dos Santos… 😯
        😈

        • Safa! Essa lista da para arrepiar! E o que faz o jes ai pelo meio! 🙂

        • Otus scops

          Odin

          “Mais opções? O Sócrates, o Francisco Pinto Balsemão (Que tem mais direito ao trono português que o D. Duarte), o Paulo Portas, o Alberto João Jardim, José Eduardo dos Santos”
          – “(es)tarás” bom da “cachimónia”??? chiça-penico chapéu de coco!

          – vê lá se queres que te responda com o Macaco Tião, o Gen. Figueiredo, o Rinoceronte Cacareco, o Medici, o Tiririca, Enéas, etc…
          queres mais??? 😈

          P.S. – Brasil super-potência??? parece que não será possível: Tiririca (um bronco analfabeto) é Titular das Comissões
          EDUCAÇÃO E CULTURA.
          não troco a UE pela via Lusófona, convictamente!

          • Confundes via lusofona com Brasil… E sem duvida que o grande bloqueio do Brasil ‘e a Educacao da sua populacao, quando esse problema estiver em vias de resolucao, entao os tiriricas deste mundo nao serao mais eleitos.

          • Odin

            Otus Scops

            Mas que raio de Português é você que não quer ver um ilustre português ser secretário geral da ONU? 😀

            Sobre o Tiririca, depois que o Lula foi eleito, agora a moda pegou. 🙄

            “não troco a UE pela via Lusófona, convictamente!”
            > Você é minoria no seu país. A maioria dos Portugueses já não quer saber nem da UE e nem de uma UL com a CPLP. Quem está querendo que você troque a UE pela via Lusófona, é o CP. Por mim, você deve seguir o que o seu coração pede. E faça-me o favor de aprender todos os idiomas da UE! :mrgreen:
            O alemão, você já pode começar cantanto “Portugal über alles…” ………………………………………………….. pá! 😛

            • Otus scops

              Odin

              “Você é minoria no seu país. ”
              obrigado!!! é um elogio. tenho tido desde à muitos anos posições diferentes dos meus concidadãos. vê como estamos… 😉

              “A maioria dos Portugueses já não quer saber nem da UE e nem de uma UL com a CPLP.”
              sabes mais do que eu (nisso “da maioria dos portugueses”). duvido que 99,9% saiba o que é a UL para a rejeitar sequer…

              “Quem está querendo que você troque a UE pela via Lusófona, é o CP. ”
              qual via lusófona qual quê, ele quer é fundir Portugal no Brasil. se o Prof. Agostinho da Silva tivesse vivido na Alemanha ele queria a fusão de Portugal com a Alemanha e por aí adiante! 😈

              “Por mim, você deve seguir o que o seu coração pede.”
              Odin, estes assuntos não os trato muito com o coração, é mais com a reflexão. não há união de povos, há interesses entre elites e minorias, que nos conduzem como carneiros.
              o patamar de afecto fica entre ti e mim, entre os amigos e familiares que tenho no Brasil, entre pessoas. bem se viu a President(a) [que figura ridícula fez ela com o título no feminino…] quando veio a Portugal, qual afecto qual quê!!!

              “E faça-me o favor de aprender todos os idiomas da UE!” eu nem o (des)AO90 aplico, quanto mais aprender mais línguas… :mrgreen:

              “O alemão, você já pode começar cantanto “Portugal über alles…” nada disso, eles é que tem de aprender o Hino de Portugal:
              Helder der edlen Seeleute brave und unsterbliche Nation

              😀

              • Mein gott! (Assim deves gostar) nao quero fusao de Portugal no Brasil. Defendo (diferente de “quero”) uma uniao lusofona, num quadro politico novo, muito descentralizado nos municipios e de presidencia rotativa, em que Portugal e o Brasil seriam os primeiros a aproximarem-se, mas nao seriam os unicos. ‘E diferente…

                • Riquepqd

                  E se fosse “…fundir Portugal no Brasil…”, qual o problema?

                  Portugal já não está fundido na UE como “uma mera provincia longinqua e periférica do sul”?

                  O modelo de UL que acredito ser o melhor é uma confederação lusófona, com um legislativo sediado em Lisboa e com duas casas, uma proporcional e outra paritária, e com sede do executivo em Brasília, e no caso de demais integrantes da CPLP nesta UL, o poder judiciário seria rotativo entre eles.

                  Mas o modelo menos dificil de sair do papel é a federação de Portugal no Brasil, Portugal é federado a UE, se realmente desandar esta UE, é uma possibilidade Portugal se unir ao Brasil, culturalmente não haverá qualquer choque, somos geneticamente e culturalmente quase um povo só.

                  E pelo fato de sermos uma república federativa, Portugal poderia manter todos os seus símbolos nacionais, capital executiva, legislativa e judiciária, bandeira, hino, controle de instituições públicas a nível de seu território, assim como resguardadas todas as suas atuais soberanias no território português.

                  E certamente federado ao Brasil, Portugal deixaria de ser “uma simples provincia européia” e passaria a ser o mais importante federado brasileiro, com voz ativa em todas as decisões do governo federal, assim como faz hoje SP.

                  E fazendo uma brincadeira com uma possivel federação de Portugal no Brasil, digo o seguinte, hoje sou um homem adulto, independente e casado. Mas quando visito meus pais, certamente me calo e abaixo a cabeça em sinal de respeito quando eles estão me aconselhando.

                  E se no futuro, meus país precisarem vir morar comigo, vou recebe-los de todo o coração e com alegria de retribuir a tudo o que fizeram por mim, até que eu pudesse andar com as próprias pernas, e será inevitavel que eles tenham as suas opiniões respeitadas e cumpridas dentro da minha casa, não serão meros figurantes, mas também ao meu lado e de minha esposa, serão donos da minha casa também.

                  Acho que entenderam a mensagem e por favor não me interpretem mal, não tenho qualquer vocação imperialista para absorver Portugal, mas não consigo me calar vendo uma nação gigante como Portugal, sendo tratada como um pedaço inexpressivo da Europa, quando poderia estar sendo um dos pilares de sustentação de um tipo de UL.

                • Nem eu. Tambem nao creio que estejamos agindo por forma a honrar os nossos antepassados que defenderam a nossa bandeira pelas praças do Oriente e de África. Nao devemos, nao podemos, ser sabujos que vao a madrid “explicar” aos espanhois que ja nao podemos pagar o TGV com as linhas que Espanha desenhou para nos e que lhes convinham.
                  Mas nao defendi tambem nunca uma absorcao simples na atual federacao brasileira… Isso seria uma forma invertida de neocolonialismo ao estilo dos receios do Otus. O que advogo ‘e uma Uniao Lusofona, uma confederacao entre Portugal e o Brasil, com ampla autonomia, incluindo idealmente pelo menos outra nacao lusofona (como Cabo Verde) e contendo uma grande forma de descentralizacao municipalista que aplacasse os restantes receios de neocolonialistas. A UL nao pode ser feita absorvendo um pais no outro. Tem que ser feita aproximando paritariamente um ao outro, com outro parceiro de permeio (idealmente Angola, para completar o triangulo lusofono) e com os mesmos mecanismos paritarios pelos quais se regia a UE de principio e que regem ainda hoje a CPLP em que um voto de Sao Tome vale tanto quanto o do Brasil, mas ambos têm o direito de veto.

          • Otus scops

            CP

            achas que “Confundes via lusofona com Brasil”???
            olha que não.
            analisando as Tags do Quintus conto 313 Brasil e 229 Lusofonia… achas mesmo que sou eu que confundo???
            😉

            P.S. – ainda não me disseste o que achaste da votação do Rinoceronte Cacareco???
            hihihihihihihihihihihi
            😀

            • Ah, e como evitar? Qual ‘e a percentagem de lusofonos brasileiros?… Para ser estritamente justo ainda deviam ser mais…
              Nao sei quem ‘e esse! O que ‘e que andas a ver?!

            • Otus scops

              CP

              “Para ser estritamente justo ainda deviam ser mais…”
              😀

              quanto ao Rinoceronte Cacareco não te vou privar do prazer de descobrires por ti. se eu conheço e tu não fico pensativo… 🙄

      • fada do bosque

        Ora Clavis… horror é isto: REVISTA FORBES CONSIDERA ANGELA MERKEL A MULHER MAIS PODEROSA DO MUNDO 👿
        http://amafiaportuguesa.blogspot.com/2011/08/revista-forbes-considera-angela-merkel.html

  6. fada do bosque

    Jasus!!! Isto está um filme de terror! Odin logo que possa vou para o Brasil! 🙂
    para alegrar um pouco:

    • Odin

      Sim! Aguardamos ansiosamente a sua vinda, nobre Fada do Bosque mágico. 😉

    • Otus scops

      “Jasus!!!”
      😀 😀 😀

      a fada do bosque é o máximo!!!

      é a surpresa deste ano, Amor Electro!!!
      adoro.

      P:S- se ficasse Amor Eletro seria pavoroso…

      • Odin

        “a fada do bosque é o máximo!!!”
        >Ah sim! A Fadinha Tuguinha é mesmo o máximo! Muitos pensam que só a Irlanda e a Inglaterra têm fadas fantásticas, é porque nunca foram ao Minho verificar! 😉

  7. fada do bosque

    Obrigada Odin e Otus! 🙂
    São uns cavalheiros muito simpáticos e hoje em dia em risco de extinção. D. Duarte está com os Bild sim.
    Por falar nisso, vejam aqui a “cimeira macabra”:
    http://kafekultura.blogspot.com/2011/08/cimeira-macabra.html

  8. fada do bosque

    Veja este artigo, Clavis: 😦 😦 😦 👿
    (…)Os líderes da União Europeia da mesma forma violam as suas próprias Constituições nacionais na promoção do resgate ilegal dos grandes bancos, enquanto o Banco Central Europeu viola seus princípios fundadores ao comprar a dívida dos Estados soberanos aos bancos e às companhias de seguros em falencia tecnica, que são proprietários desta dívida. O Fundo Europeu de Estabilidade Financeira, que agora realiza os empréstimos para os estados também em falência técnica vai ser autorizado a também comprar títulos do Estado no mercado secundário. Este dinheiro de confetti não é somente contra a lei, mas ao agir como os falsificadores, os Chefes de Estado Europeus conduzem a Europa a uma hiperinflação estilo Weimar. Tal como Barack Obama, agora merecem ser afastados do cargo por alta traição de acordo com os princípios e procedimentos relativos a seus respectivos Estados. A infame troika constituida pela Comissão Europeia, o Banco Central Europeu e o Fundo Monetário Internacional, que está impondo uma austeridade sem precedentes sobre os Estados soberanos com a cumplicidade activa do Presidente francês e a Chanceler alemã, deve ser imediatamente impedidos de destruir as economias e os povos da Europa.
    Em poucas horas depois da remoção do presidente Obama do cargo —por meio de impeachment ou renúncia, ou através da invocação da Emenda 25, Secção 4, proporcionando os procedimentos para a remoção de um presidente do cargo, se ele não está mais fisicamente ou mentalmente competente para servir(…)

  9. fada do bosque

    Ainda esta notícia:
    JURO GREGO ACIMA DOS 44% A DOIS ANOS: 😦

    http://amafiaportuguesa.blogspot.com/2011/08/juro-grego-acima-dos-44-dois-anos.html

    • Otus scops

      fada do bosque

      isto tem que estoirar. já advogo a bancarota à muito tempo. NÃO HÁ SOLUÇÃO SUAVE PARA ESTE BECO SEM SAÍDA!!!

  10. Riquepqd

    Resposta a CP em 38

    Eu também não acho a melhor opção a simples absorção, apenas dei um exemplo que seria melhor isto do que ficar do jeito que está na UE.

    E se Angola se juntasse, seria melhor ainda, porque o Atlântico Sul seria só nosso. 😀

    To brincando, o Brasil ainda tem alguns milhões de miseráveis principalmente em suas regiões norte e nordeste, e se tivermos que somar os de Angola fi0caria ainda mais difícil. O melhor é se unir a Angola depois que o Brasil estiver desenvolvido por completo.

    • Angola neste momento nao esta disposta a se juntar ninguem, receio bem, pelo que vejo nas suas fontes. Padece de um otimismo exagerado que vem do crescimento continuo das receitas do petroleo… Que sao distribuidas por apenas 5 por cento da populacao! Angola so pode pensar estrategicamente quando resolver esse problema grave de reparticao da riqueza e aprofundar um sistema democratico que, de facto, ainda nao existe…

      • Riquepqd

        Graças a Deus o Brasil passou desta fase, apesar de ainda ser muito desigual, mas já mostramos que aprendemos a distribuir riqueza e há pelo menos 18 anos estamos crescendo cada vez mais em distribuição de renda.

        • O grande desafio ‘e nesse respeito, o emprego formal… Gera descontos para a seguranca social e rendas fiscais para o Estado. Mas creio que a vossa carga fiscal sobre o trabalho ainda ‘e mais forte do que a nossa, certo? Ao que julgo saber, em Portugal uma empresa paga de impostos – em media – por um trabalhador efetivo – quanto lhe paga em vencimento…

  11. Hello There. I found your blog using msn. This is a really well written article.
    I’ll make sure to bookmark it and come back to read more of your useful info.
    Thanks for the post. I will definitely return.

  12. I don’t even understand how I finished up right here, but I believed this
    publish was good. I don’t recognize who you are however certainly you
    are going to a well-known blogger when you are not already.
    Cheers!

  13. social network tools

    Good article. I am going through some of these issues as well..

  14. This site was… how do you say it? Relevant!!

    Finally I have found something that helped me. Kudos!

  15. We are a gaggle of volunteers and starting a brand new scheme in our community.

    Your web site provided us with valuable information to work on.
    You’ve done an impressive job and our whole community might be grateful
    to you.

  16. This can be related to anything ranging from poorly-closing doors and windows to wall leakages, from minor
    electrical repairs or change of bulbs to ground maintenance.

    The true handyman is a person who is providing a professional
    service to the members of their community using their knowledge and experience.
    A single far more way that is turning out to be more common
    to Handyman Businesses is sites targeted to entice internet surfers seeking
    for your sort of trade in your certain town.

  17. Spot on with this write-up, I really believe that this site needs much more attention.

    I’ll probably be returning to see more, thanks for the information!

  18. Wow, marvelous blog structure! How lengthy have you been running a blog for?
    you made blogging glance easy. The full look of your web site is fantastic, let alone
    the content!

  19. Very nice post. I just stumbled upon your weblog
    and wanted to say that I’ve truly enjoyed browsing your blog posts.
    After all I will be subscribing to your rss feed and I hope you write again soon!

  20. In this article I want to show you exactly how you can do
    this the easy way so you can massively increase your profits.
    The general rule is that you should make your page content short and most important of
    all, straight to the point. A screen will appear to confirm that your blog was created.

  21. I read this paragraph fully on the topic of the comparison of most recent and earlier technologies,
    it’s awesome article.

  22. Excellent post. I was checking continuously this blog
    and I’m impressed! Very useful info specifically the last part 🙂 I care for
    such info a lot. I was seeking this certain information for a long time.

    Thank you and good luck.

  23. wonderful submit, very informative. I wonder why the opposite specialists of this
    sector do not understand this. You must continue your writing.
    I’m confident, you have a huge readers’ base already!

  24. Yes! Finally someone writes about Termite Control Service Brantford ON.

  25. Hi my family member! I wish to say that this article is
    awesome, great written and include approximately all vital infos.
    I’d like to peer extra posts like this .

  26. IRRs for residential projects range between 30% and 35%.
    Today, more and more investors are looking toward the real estate sector.
    Here is what to study: Sales rate, time on market, list
    to sale ratios, average sale price per square foot by style of
    home, percentage of listings that expire unsold and home
    value and rental rate trends.

  27. I do not even know how I ended up here, but I
    thought this post was great. I do not know who you are but certainly you’re
    going to a famous blogger if you are not already 😉 Cheers!

  28. I all the time emailed this webpage post page to all my associates, as if like to read it
    afterward my links will too.

  29. Bev

    It’s going to be finish of mine day, but before ending I
    am reading this fantastic paragraph to improve my experience.

  30. Hello, Neat post. There’s a problem with your site in web explorer,
    could check this? IE still is the market leader and a huge
    section of folks will miss your great writing because of this
    problem.

  31. Howdy! I could have sworn I’ve been to this site before but after browsing through many of
    the posts I realized it’s new to me. Regardless,
    I’m definitely delighted I stumbled upon it and I’ll be bookmarking it and checking back frequently!

  32. You really make it seem so easy with your presentation but I find
    this matter to be actually something which I think I would never
    understand. It seems too complicated and very broad for me.

    I am looking forward for your next post, I’ll try to get the
    hang of it!

  33. Given the importance of the static stretch, and of flexibility in general, it is always interesting how few soccer-athletes
    engage in it. To perform this movement, stand with your feet about shoulder-width
    apart. A personal trainer will be able to get you fit, but a trainer can also help you in many more ways than this.

  34. Hi there to every one, the contents existing at this web site are actually remarkable for
    people experience, well, keep up the good work fellows.

  35. Greate pieces. Keep posting such kind of information on your site.
    Im really impressed by it.
    Hi there, You’ve done an excellent job. I will certainly digg it and for my part recommend to my friends.

    I’m confident they will be benefited from this
    site.

  36. Hello, for all time i used to check web site posts here early in the break of day,
    for the reason that i love to find out more
    and more.

  37. What’s up Dear, are you actually visiting this website on a regular basis, if so after that you will without doubt take good experience.

  38. Good day! This post couldn’t be written any better!
    Reading through this post reminds me of my good old room
    mate! He always kept chatting about this. I will forward this article to him.
    Pretty sure he will have a good read. Thank you for sharing!

  39. Do the perform Through time your roof should be able capitol roofing
    to set your house on fire. They are durable and
    dent resistant, though they might offer a low-cost price tag on a
    top and expect the funds up front. If you want patches done or you
    want to upgrade the structure. Upon preparing to purchase
    whichever property, we must be precautious enough as a result capitol roofing of poor installation or low-quality skylights.
    Tips for Hiring a South Florida Roofing ContractorTri-County Roofing
    has an A+ rating with the BBB Omaha.

  40. Hey there, I think your website might be having browser compatibility issues.

    When I look at your blog site in Firefox, it looks fine but when opening in Internet Explorer, it has some overlapping.
    I just wanted to give you a quick heads up! Other then that, fantastic blog!

  41. Thanks for sharing your thoughts about video. Regards

  42. Today, while I was at work, my cousin stole my iPad and
    tested to see if it can survive a 30 foot drop, just so she can be a youtube sensation. My iPad is now
    destroyed and she has 83 views. I know this is entirely off topic
    but I had to share it with someone!

  43. Everyone loves what you guys are usually up too.
    This kind of clever work and reporting! Keep uup the good works guys I’ve incorporated
    you guys tto my owwn blogroll.

  44. Hello, its pleasant paragraph concerning media print, we all be familiar
    with media is a fantastic source of data.

  45. excellent post, very informative. I’m windering why the other specialists of this sector do
    not understand this. You must continue your writing.
    I amm sure, you have a great readers’ base already!

  46. Nice blog here! Also your web site loads up fast! What web host are you using?
    Can I get your affiliate link to your host? I wish my web site loaded up as quickly
    as yours lol

  47. Pretty great post. I simply stumbled upon your blog and wanted
    to say that I’ve truly loved surfing around your blog posts.
    After all I’ll be subscribing on your feed and I am hoping you write once more very soon!

  48. Thanks for a marvelous posting! I actually enjoyed reading it, you’re a great author.I will always bookmark your blog and may come back
    from now on. I want to encourage you to definitely continue your great work, have a nice
    day!

  49. Good day! I could have sworn I’ve been to this blog before but after checking through some of the post I realized it’s new to me.
    Nonetheless, I’m definitely happy I found it and I’ll be bookmarking
    and checking back often!

  50. Look for ideas in magazine or visit neighboring gardens.
    Bungalow landscaping can be kept as simple as you would like.
    If you choose a very large landscaping rock then it should be deeper than a smaller landscaping rock.

  51. I do not even know how I ended up here, but I thought this post was great.
    I do not know who you are but definitely you are going to a famous blogger if you aren’t already
    😉 Cheers!

  52. Very good post! We are linking to this great article
    on our website. Keep up the great writing.

  53. Thanks for sharing your thoughts on karatbars 12 week plan. Regards

  54. It’s an amazing piece of writing for all the online people; they will obtain advantage
    from it I am sure.

  55. It is not my first time to pay a quick visit this
    website, i am visiting this site dailly and obtain good data
    from here all the time.

  56. I am actually grateful to the owner of this website who has shared this impressive article
    at here.

  57. The protective underlayment is typically an option, and do not add excessive weight to the structure of your house, the style of the house to remain cool.
    Metal shingles display an eye-catching beauty as most
    of the industrial buildings, barns and extensive sheds.

    Plus, you can walk on it to perform repairs.

  58. Most HDCs use that standard question to limit capitol
    roofing their purview over a proposed alteration. Unfortunately, any skimping can result in a
    different look and finish. It’s more than just
    work on roofs, such as are, wind, snow, sleet, hail
    they need a permanent roof at the top of capitol roofing
    the shingle, causing leaks. But for many people, but it can be so heavy that
    extra roof support may be required for a manufactured roof.
    There will unfortunately come a time when their expenses
    are jumping.

  59. Consider the size of your home doesn’t just protect you from the situation, if every capitol roofing time there
    is a problem in your roofing. The right thing to do is check out the functionality of every additional bit of product mounted on your homes roof to deteriorate quickly.
    It capitol roofing is very easy to choose a legitimate and experienced roofer.

  60. What’s Happening i am new to this, I stumbled upon this
    I have discovered It absolutely useful and it has helped me out loads.
    I am hoping to give a contribution & help different users
    like its aided me. Great job.

  61. Every weekend i used to visit this website, as i want enjoyment, since this this website conations genuinely pleasant funny stuff too.

  62. I’m not sure where you’re getting your information, but great topic.

    I needs to spend some time learning more or understanding more.
    Thanks for wonderful information I was looking for this information for my mission.

  63. I love what you ghys are usually up too. This
    kind of clever work and reporting! Keep uup the excellent works guys I’ve added you guys to our blogroll.

  64. Hurrah! After all I got a weblog from where I know how to in fact
    take valuable facts regarding my study and knowledge.

  65. Hurrah, that’s what I was exploring for, what a stuff!
    existing here at this weblog, thanks admin of this site.

  66. Your style is very unique in comparison to other people I have read stuff from.
    Thanks for posting when you have the opportunity, Guess I’ll just book mark this blog.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

Site no WordPress.com.

Eleitores de Portugal (Associação Cívica)

Associação dedicada à divulgação e promoção da participação eleitoral e política dos cidadãos

Vizinhos em Lisboa

A Vizinhos em Lisboa tem em vista a representação e defesa dos interesses dos moradores residentes nas áreas, freguesias, bairros do concelho de Lisboa nas áreas de planeamento, urbanismo, valorização do património edificado, mobilidade, equipamentos, bem-estar, educação, defesa do património, ambiente e qualidade de vida.

Vizinhos do Areeiro

Núcleo do Areeiro da associação Vizinhos em Lisboa: Movimento de Vizinhos de causas locais e cidadania activa

Vizinhos do Bairro de São Miguel

Movimento informal, inorgânico e não-partidário (nem autárquico independente) de Vizinhos

TRAVÃO ao Alojamento Local

O Alojamento Local, o Uniplaces e a Gentrificação de Lisboa e Porto estão a destruir as cidades

Não aos Serviços de Valor Acrescentado nas Facturas de Comunicações !

Movimento informal de cidadãos contra os abusos dos SVA em facturas de operadores de comunicações

Vizinhos de Alvalade

Movimento informal, inorgânico e não-partidário (nem autárquico independente) de Vizinhos de Alvalade

anExplica

aprender e aprendendo

Subscrição Pública

Plataforma independente de participação cívica

Rede Vida

Just another WordPress.com weblog

Vizinhos do Areeiro

Movimento informal, inorgânico e não-partidário (nem autárquico independente) de Vizinhos do Areeiro

MDP: Movimento pela Democratização dos Partidos Políticos

Movimento apartidário e transpartidário de reforma da democracia interna nos partidos políticos portugueses

Operadores Marítimo-Turísticos de Cascais

Actividade dos Operadores Marítimo Turísticos de Cascais

MaisLisboa

Núcleo MaisDemocracia.org na Área Metropolitana de Lisboa

THE UNIVERSAL LANGUAGE UNITES AND CREATES EQUALITY

A new world with universal laws to own and to govern all with a universal language, a common civilsation and e-democratic culture.

looking beyond borders

foreign policy and global economy

O Futuro é a Liberdade

Discussões sobre Software Livre e Sociedade

%d bloggers like this: