Foram descobertas mais fontes hidrotermais nos mares dos Açores

As riquezas submersas da Zona Económica marítima portuguesa são cada vez mais fonte de interesse internacional. Recentemente, um grupo de oceanógrafos irlandeses e britânicos encontrou a cerca de 3 km de profundidade e não muito longe da ilha açoriana da Graciosa, um novo campo de fontes hidrotermais com grandes chaminés. Este campo está rodeado de montes submarinos com concentrações muito elevadas (e impossíveis na superfície) de metais. Nestes locais, existe um tipo de vida muito especial e completamente independente da luz solar.

O interesse internacional pelos campos hidrotermais situados em águas portuguesas não é novo e deve provocar em Portugal um autêntico sinal de alarme: Ainda recentemente, a China conseguiu corromper um organismo da ONU para obter direitos de exploração dos minerais do leito do Oceano Índico. Não é de excluir que estas “investigações científicas” sejam também uma preparação de movimentações semelhantes, especialmente se Portugal persistir em não ter submarinos capazes de explorar os campos hidrotermais já existentes e de mapear novos. Assim como a “ocupação efetiva” dos territórios inscritos no “Mapa Cor-de-Rosa” foi determinante para que a Inglaterra nos furtasse o território entre Angola e Moçambique, o mesmo tipo de argumentação pode agora ser usado para instalar campos de exploração submarinos de minerais, como aquele que foi recentemente inaugurado ao largo da Nova Guiné.

Portugal, cuidado. Os tubarões do norte da Europa começam a afiar os dentes a pretexto da “ciência” e têm do seu lado a mesma ferramenta que destruiu a nossa marinha mercante e a frota pesqueira: a “União Europeia”. Contra uns e outros, há que trabalhar e preencher o Mar Português de navios e submarinos de investigação, antecipando a exploração submarina de metais e minerais de que pode depender a sobrevivência do país nas próximas décadas.

Fonte:
http://astropt.org/blog/2011/08/07/chamines-hidrotermais-gigantescas-descobertas-a-norte-dos-acores

Anúncios
Categories: Ecologia, Economia, Política Internacional, Política Nacional, Portugal | 4 comentários

Navegação de artigos

4 thoughts on “Foram descobertas mais fontes hidrotermais nos mares dos Açores

  1. Bom dia quintus

    Sou engenheiro civil, e trabalhei nos açores entre 1998 e 2000.

    Nesta altura, foi noticiado que um navio oceanografico françes teria descoberto um campo hidrotermal nos açores, onde teria encontrado chamines que expeliam ouro !!!!!!!

    Noticia por um dia , nunca mais li ou ouvi mais nada.

    Havia cientistas portugueses que teriam vazado a informação, o que os calou ????

    Os espanhois querem o mar dos açores.

    O palhaço do Alberto João Jardim não ajuda.

    Temo por portugal, sem pessoas patriotas.

    Agora na Figueira da foz andam a fazer pesquisas a procura de petroleo…….. petroleo, há anos que ouço que há gas no algrave, agora procuram petroleo na figueira.

    estamos a ser comidos aos poucos

    um abraço.

    Ramiro Lopes Andrade

    ramirolopesandrade.blogspot.com

    • Sim, ao que sei sim, entre os varios metais em altas concentracoes nas chamines, um deles é o ouro… A sua exploracao é claramente rentavel, mas para tal ainda tem que se desenvolver a tecnologia adequada, coisa que Portugal nao domina e poucos paises no mundo.
      A presenca de petroleo ao largo de Peniche está confirmada… Resta é saber se a sua exploracao é rentavel. O mesmo se diz do gás no Algarve.

  2. Odin

    Defendam as suas águas territoriais! É o que Portugal tem de mais precioso para reerguer a sua economia. Sua ZEE, seus recursos naturais.

    • fada do bosque

      Depois de ler o comentário de Ramiro Lopes da Silva, fiquei com vontade de chorar!
      Odin, estamos entregues à bicharada… 😦

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

Create a free website or blog at WordPress.com.

Eleitores de Portugal (Associação Cívica)

Associação dedicada à divulgação e promoção da participação eleitoral e política dos cidadãos

Vizinhos em Lisboa

A Vizinhos em Lisboa tem em vista a representação e defesa dos interesses dos moradores residentes nas áreas, freguesias, bairros do concelho de Lisboa nas áreas de planeamento, urbanismo, valorização do património edificado, mobilidade, equipamentos, bem-estar, educação, defesa do património, ambiente e qualidade de vida.

Vizinhos do Areeiro

Núcleo do Areeiro da associação Vizinhos em Lisboa: Movimento de Vizinhos de causas locais e cidadania activa

Vizinhos do Bairro de São Miguel

Movimento informal, inorgânico e não-partidário (nem autárquico independente) de Vizinhos

TRAVÃO ao Alojamento Local

O Alojamento Local, o Uniplaces e a Gentrificação de Lisboa e Porto estão a destruir as cidades

Não aos Serviços de Valor Acrescentado nas Facturas de Comunicações !

Movimento informal de cidadãos contra os abusos dos SVA em facturas de operadores de comunicações

Vizinhos de Alvalade

Movimento informal, inorgânico e não-partidário (nem autárquico independente) de Vizinhos de Alvalade

anExplica

aprender e aprendendo

Subscrição Pública

Plataforma independente de participação cívica

Rede Vida

Just another WordPress.com weblog

Vizinhos do Areeiro

Movimento informal, inorgânico e não-partidário (nem autárquico independente) de Vizinhos do Areeiro

MDP: Movimento pela Democratização dos Partidos Políticos

Movimento apartidário e transpartidário de reforma da democracia interna nos partidos políticos portugueses

Operadores Marítimo-Turísticos de Cascais

Actividade dos Operadores Marítimo Turísticos de Cascais

MaisLisboa

Núcleo MaisDemocracia.org na Área Metropolitana de Lisboa

THE UNIVERSAL LANGUAGE UNITES AND CREATES EQUALITY

A new world with universal laws to own and to govern all with a universal language, a common civilsation and e-democratic culture.

looking beyond borders

foreign policy and global economy

O Futuro é a Liberdade

Discussões sobre Software Livre e Sociedade

%d bloggers like this: