Sobre o estado atual do exército da África do Sul

MBT Olifant Mk2 (http://sa-transport.co.za)

MBT Olifant Mk2 (http://sa-transport.co.za)

A modernização das componentes aéreas e naval do exército sul africano durante a década de 1990 e 2000 foi muito ambiciosa, incluindo novas fragatas, submarinos e caças Gripen. Nestes programas, o grande ausente era o Exército. Isto acentuou a grave crise da indústria de defesa sul-africana, um fenómeno pela corrupção que grassa em todos os níveis do governo e pelos cortes orçamentais.

As restrições orçamentais estão a reduzir a mínimos absolutos o número de horas de voo na força aérea e as saídas para o mar da marinha. A grande carestia de quadros técnicos para estas armas que empregam meios tecnologicamente mais sofisticados estão também a reduzir a níveis inéditos a capacidade das forças armadas da nação que ainda é o maior e melhor exercito a sul do Sara.

No Exército, as duas maiores fragilidades encontram-se nas forças blindadas em que restam apenas 34 MBTs Olifant Mk2 e na artilharia (onde era excelsa até à pouco) somente restam um batalhão ativo com 43 G-6 autopropulsionados de 155 mm.

Fonte:
Défense & Sécurité internationale
junho 2011

Anúncios
Categories: DefenseNewsPt | Etiquetas: | 2 comentários

Navegação de artigos

2 thoughts on “Sobre o estado atual do exército da África do Sul

  1. Renato Rodrigues da Silva

    Sul africanos…levaram foi pau dos cubanos quando foram se aventurar em Angola…

    Agora, já ouvi dizer que, na época dos portugueses, os cubanos que se aventuravam por Angola acabavam sendo mortos pelos comandos lusos, e seus corpos enviados de volta para Fidel, de avião.

    Seria verdade ? Que os comandos lusos não eram para brincadeiras, já sabemos.

  2. paulo rodrigues

    Em resposta ao sr. Renato da silva, terá de se informar melhor em relação ao resultado da batalha do cuito cuanavale pois quem perdeu com grande diferença em meios e material foram os angolanos e os cubanos. Existe uma grande diferença entre propaganda militar e a realidade.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

Create a free website or blog at WordPress.com.

Eleitores de Portugal (Associação Cívica)

Associação dedicada à divulgação e promoção da participação eleitoral e política dos cidadãos

Vizinhos em Lisboa

A Vizinhos em Lisboa tem em vista a representação e defesa dos interesses dos moradores residentes nas áreas, freguesias, bairros do concelho de Lisboa nas áreas de planeamento, urbanismo, valorização do património edificado, mobilidade, equipamentos, bem-estar, educação, defesa do património, ambiente e qualidade de vida.

Vizinhos do Areeiro

Núcleo do Areeiro da associação Vizinhos em Lisboa: Movimento de Vizinhos de causas locais e cidadania activa

Vizinhos do Bairro de São Miguel

Movimento informal, inorgânico e não-partidário (nem autárquico independente) de Vizinhos

TRAVÃO ao Alojamento Local

O Alojamento Local, o Uniplaces e a Gentrificação de Lisboa e Porto estão a destruir as cidades

Não aos Serviços de Valor Acrescentado nas Facturas de Comunicações !

Movimento informal de cidadãos contra os abusos dos SVA em facturas de operadores de comunicações

Vizinhos de Alvalade

Movimento informal, inorgânico e não-partidário (nem autárquico independente) de Vizinhos de Alvalade

anExplica

aprender e aprendendo

Subscrição Pública

Plataforma independente de participação cívica

Rede Vida

Just another WordPress.com weblog

Vizinhos do Areeiro

Movimento informal, inorgânico e não-partidário (nem autárquico independente) de Vizinhos do Areeiro

MDP: Movimento pela Democratização dos Partidos Políticos

Movimento apartidário e transpartidário de reforma da democracia interna nos partidos políticos portugueses

Operadores Marítimo-Turísticos de Cascais

Actividade dos Operadores Marítimo Turísticos de Cascais

MaisLisboa

Núcleo MaisDemocracia.org na Área Metropolitana de Lisboa

THE UNIVERSAL LANGUAGE UNITES AND CREATES EQUALITY

A new world with universal laws to own and to govern all with a universal language, a common civilsation and e-democratic culture.

looking beyond borders

foreign policy and global economy

O Futuro é a Liberdade

Discussões sobre Software Livre e Sociedade

%d bloggers like this: