Daily Archives: 2011/06/12

“Há meio século, se não mais, que andamos a tapar défices com dívida flutuante e a consolidar dívida flutuante com empréstimos”

“Há meio século, se não mais, que andamos a tapar défices com dívida flutuante e a consolidar dívida flutuante com empréstimos. (…) A situação financeira do país tornar-se-á desesperada: virá a bancarrota, a administração estrangeira, e quiçá a perda da independência nacional. (…) Ou matar o défice, ou ser morto por ele, eis o dilema”.
Diário de Notícias do Funchal de 9 de junho de 1897

Quando se leem textos sobre esta bancarrota de finais do século XIX ou sobre a bancarrota parcial de 1911, fico absolutamente siderado pelas semelhanças flagrantes com a situação que estamos presentemente a viver. Então – como hoje – pedia-se emprestado para pagar juros de empréstimos antigos, ontem – como hoje – esperava-se por qualquer milagre futuro e improvável para salvar o país e pagar a dívida. Na falta de novos diamantes do Brasil ou da Pimenta da Ásia, estourámos no século XIX e tornámos a estourar em 2011. Ontem, como hoje, deixámos-nos reger por políticos incompetentes e irresponsáveis e – sobretudo – deixámos-nos embalar nas doces cantilenas dos publicistas e das suas fogueiras de vaidades, hiperconsumindo e dispensando a cultura de exigência que os tempos atuais requerem.

Portugal é uma nação milenar e não vai acabar amanhã. Mas importa trabalhar hoje para que as gerações seguintes não tornem a experimentar uma crise destas proporções. Importa ter coragem e visão para recusar o jugo europeu quando este for demasiado pesado e ver mais além do que a fechada “muralha Europa” e reestruturar o nosso tecido produtivo devolvendo-lhe o músculo que décadas de globalização e tercialização da economia lhe tiraram. E este trabalho tem que ser feito já hoje. Como? Participando, de forma empenhada e descomprometida na vida política do nosso pais: em Partidos, criando novos Partidos, participando em associações e movimentos cívicos (como o MIL), procurando, em suma, não mudar o mundo, mas impactando aquela parcela deste onde podemos ter realmente alguma influência efetiva.

Categories: Política Nacional, Portugal | 1 Comentário

Sobre o projeto brasileiro de Scramjet: o 14-X

Scramjet 14-X (http://www.defesabr.com)

Scramjet 14-X (http://www.defesabr.com)

O Instituto de Estudos Avançados da Força Aérea do Brasil está a trabalhar num protótipo que deverá ser lançado pela primeira vez em 2013 e que tem o críptico nome 14-X.

O 14-X usa propulsão com a tecnologia Scramjet e deverá ser lançado por um foguete convencional, alcançando assim a velocidade requerida para que o Scramjet possa começar a funcionar. Nos primeiros dois testes, o Scramjet voará sempre acoplado ao foguete lançador, mas no terceiro será libertado e voará de forma independente até aquela que se crê ser a sua velocidade máxima de Mach 10.

A tecnologia Scramjet é o “santo graal” da propulsão de foguetes. Países como os EUA e a Austrália têm realizado aqui grandes investimentos dado que pela ausência de partes móveis se conseguem alcançar grandes velocidades com uma grande redução de peso pela poupança do comburente, que é recolhido diretamente da atmosfera (oxigénio) e não transportado em tanques dentro do foguete. A tecnologia tem a dificuldade de só funcionar a altas velocidades, devido à necessária hiper-compressão do oxigénio antes deste ser lançado na câmara de combustão.

Ficamos assim na expetativa do sucesso do 14-X  e que este dê ao dormente programa espacial brasileiro o impulso de que este precisa…

Fonte:
http://www.gizmodo.com.br/conteudo/brasil-prepara-14-x-uma-nave-hipersonica-para-voar-em-2013/

Categories: Brasil, SpaceNewsPt | 5 comentários

Site no WordPress.com.

Eleitores de Portugal (Associação Cívica)

Associação dedicada à divulgação e promoção da participação eleitoral e política dos cidadãos

Vizinhos em Lisboa

A Vizinhos em Lisboa tem em vista a representação e defesa dos interesses dos moradores residentes nas áreas, freguesias, bairros do concelho de Lisboa nas áreas de planeamento, urbanismo, valorização do património edificado, mobilidade, equipamentos, bem-estar, educação, defesa do património, ambiente e qualidade de vida.

Vizinhos do Areeiro

Núcleo do Areeiro da associação Vizinhos em Lisboa: Movimento de Vizinhos de causas locais e cidadania activa

Vizinhos do Bairro de São Miguel

Movimento informal, inorgânico e não-partidário (nem autárquico independente) de Vizinhos

TRAVÃO ao Alojamento Local

O Alojamento Local, o Uniplaces e a Gentrificação de Lisboa e Porto estão a destruir as cidades

Não aos Serviços de Valor Acrescentado nas Facturas de Comunicações !

Movimento informal de cidadãos contra os abusos dos SVA em facturas de operadores de comunicações

Vizinhos de Alvalade

Movimento informal, inorgânico e não-partidário (nem autárquico independente) de Vizinhos de Alvalade

anExplica

aprender e aprendendo

Subscrição Pública

Plataforma independente de participação cívica

Rede Vida

Just another WordPress.com weblog

Vizinhos do Areeiro

Movimento informal, inorgânico e não-partidário (nem autárquico independente) de Vizinhos do Areeiro

MDP: Movimento pela Democratização dos Partidos Políticos

Movimento apartidário e transpartidário de reforma da democracia interna nos partidos políticos portugueses

Operadores Marítimo-Turísticos de Cascais

Actividade dos Operadores Marítimo Turísticos de Cascais

MaisLisboa

Núcleo MaisDemocracia.org na Área Metropolitana de Lisboa

THE UNIVERSAL LANGUAGE UNITES AND CREATES EQUALITY

A new world with universal laws to own and to govern all with a universal language, a common civilsation and e-democratic culture.

looking beyond borders

foreign policy and global economy

O Futuro é a Liberdade

Discussões sobre Software Livre e Sociedade