Eleições Legislativas de 2011

Os resultados eleitorais das Legislativas de 2011 repetiram o mesmo padrão eleitoral das últimas décadas: tornaram a dar o seu voto a uma das duas cabeças desse monstro bicéfalo que devora Portugal, o seu destino, património ético, cultural e histórico: o Bi-Partido PS-PSD.

Portugal está hoje em bancarrota – devido aos desmandos de sucessivos governos PS-PSD – e levado por isso mesmo a um estado de efetivo protetorado por parte dos países do norte da Europa, situação que muito lhes agrada e que serve para seguirem no seu plano de nos tercializarem num gigantesco “resort” para os seus cidadãos, esvaziado de qualquer ind+ustria ou agricultura mas deixando os mares abertos para os seus arrastões de pesca industrial.

Portugal precisa de novos partidos, mas precisa também de uma profunda reforma democrática que não permita mais esta oscilação doentia entre dois pontos idênticos  que – no fundo – nada mudam e que garantem que tudo fica sempre na mesma. Uma oscilação que assegura que os mesmos beneficiários do Sistema permanecem sempre os mesmos e que a cleptocracia que é o governo real por detrás da partidocracia formal mantém sempre a mesma asfixia mortal sobre a democracia.

Precisamos de uma reforma que aproxime os cidadãos da democracia e que diminua a influência daquela camada de intermediários, que são os partidos, afastando os cidadãos do exercício democrático e guardando ciumentemente o exercício do poder.

Urge erguer novos partidos. Urge animar os pequenos partidos, convidá-los a formarem alianças que consolidem e aumentem a credibilidade das suas propostas. Urge reformar a Constituição por forma a permitir a eleição de deputados independentes – personalidades de reconhecido mérito invididual e valor social – que possam depois de eleitos representarem efetivamente os seus eleitores e não partidocracias ou interesses obscuros e corporativos. Urge descentralizar o pais, aproximando as pessoas das instituições onde elas são mais próximas: os municípios. Urge invadir os pequenos partidos, levá-los a dialogarem entre si, pressionando sempre os meios de comunicação a cumprirem o seu dever legal e moral e imparcialidade. Urge enfim, renovar a Democracia.

Reformemos a democracia portuguesa e acabemos com estas taxas recorde de abstenção que a descrebilizam e que simbolizam de forma tão eloquente o estado terminal em que esta se encontra.

Categories: Política Nacional, Portugal | 8 comentários

Navegação de artigos

8 thoughts on “Eleições Legislativas de 2011

  1. Odin

    Dilma dá emprego a José Sócrates ?????????? 😦

    http://economico.sapo.pt/noticias/dilma-da-emprego-a-jose-socrates_120281.html

    Sócrates desmente convite de emprego de Dilma (Ufa! Já tava ficando preocupado)

    http://economico.sapo.pt/noticias/socrates-desmente-convite-de-emprego-de-dilma_120305.html

    Frases do Sócrates que eu nunca vou esquecer. 😀

    “Manso é a tua tia pá!”

    “Não bastassem os portugueses, agora os brasileiros também?”

    “Não estou disponível para governar com o FMI”

    Na boa, Dilma! Eu não tenho nada contra a pessoa do Sócrates em si, ele não me fez mal algum. Mas oferecer emprego a um cara que acabou de praticamente destruir um país inteiro (e sem o uso de armas), um homem que provou ser um completo desastrado como gestor, que praticamente tirou o país dele dos seus concidadãos e eleitores que nele confiaram, e praticamente deu aos poderes estrangeiros, é digno de representar empresas brasileiras? Acho que a oferta de emprego é boato. Bem, ética não é o forte do PT, isso já está comprovado.

  2. Odin

    Dilma dá emprego a José Sócrates ?????????? 😦
    http://economico.sapo.pt/noticias/dilma-da-emprego-a-jose-socrates_120281.html

    Sócrates desmente convite de emprego de Dilma (Ufa! Já tava ficando preocupado)
    http://economico.sapo.pt/noticias/socrates-desmente-convite-de-emprego-de-dilma_120305.html

    Frases do Sócrates que eu nunca vou esquecer. 😀
    “Manso é a tua tia pá!”
    “Não bastassem os portugueses, agora os brasileiros também?”
    “Não estou disponível para governar com o FMI.”

    Na boa, Dilma! Eu não tenho nada contra a pessoa do Sócrates em si, ele não me fez mal algum. Mas oferecer emprego a um cara que acabou de praticamente destruir um país inteiro (e sem o uso de armas), um homem que provou ser um completo desastrado como gestor, que praticamente tirou o país dele dos seus concidadãos e eleitores que nele confiaram, e praticamente deu aos poderes estrangeiros, é digno de representar empresas brasileiras? Acho que a oferta de emprego é boato. Bem, ética não é o forte do PT, isso já está comprovado.

    PS: Não sou nem petista e nem tucano.

    • Otus scops

      Odin

      não digas essas coisas do Sócrates, ele é um bandido mas para mentir e vender é com ele. se calhar este lugar é bem adequado!
      e já que o Brasil anda a dar emprego a tanto português é mais um.
      o Camargo Correa é que gosta do Armando Vara, lá terão as suas razões.

      😀

  3. Odin

    Otus scops

    Uma sugestão para lher dar um emprego bom. Você entra num partido ou funda um partido e se torna o Secretário Geral ou Presidente do partido. Nas próximas eleições legislativas, você se candidata. Se o seu partido vencer, você será o próximo Primeiro Ministro que vai suceder o Passos. A sua prioridade nos negócios estrangeiros será lutar pela permanência portuguesa na União Européia e no Euro, acelerar o fim da austeridade, anexar de volta Olivença à Portugal, apoiar e estimular a independência da Galiza e posterior Federação entre Portugal, Galiza e Cabo Verde. Hostilidade incondicional aos castelhanos, chineses e russos. O Ocidente está acima de tudo. O seu governo vai levantar de novo o explendor de Portugal. Os tempos de glória voltarão. E o CP vai ser o seu Ministro dos Negócios Estrangeiros para depois ser candidato a Presidente da República. 😀
    (rsrsrsrsrsrsrsrsrsrsrsrsrsrsrs…)

    Quer emprego melhor para você em Portugal do que ser 1º Ministro? 😉

  4. Odin

    http://economico.sapo.pt/noticias/problema-na-contagem-de-votos-pode-levar-socrates-a-bruxelas_120538.html

    “..A questão levanta-se depois de ser noticiado que um jornal brasileiro ligado à campanha do PSD terá reunido votos de eleitores…”

    Por que diabos um jornal brasileiro interferiu na política interna de Portugal? Como assim, Sócrates? No vosso país, jornais estrangeiros podem fazer campanha para os seus partidos????? 😦

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

Create a free website or blog at WordPress.com.

Eleitores de Portugal (Associação Cívica)

Associação dedicada à divulgação e promoção da participação eleitoral e política dos cidadãos

Vizinhos em Lisboa

A Vizinhos em Lisboa tem em vista a representação e defesa dos interesses dos moradores residentes nas áreas, freguesias, bairros do concelho de Lisboa nas áreas de planeamento, urbanismo, valorização do património edificado, mobilidade, equipamentos, bem-estar, educação, defesa do património, ambiente e qualidade de vida.

Vizinhos do Areeiro

Núcleo do Areeiro da associação Vizinhos em Lisboa: Movimento de Vizinhos de causas locais e cidadania activa

Vizinhos do Bairro de São Miguel

Movimento informal, inorgânico e não-partidário (nem autárquico independente) de Vizinhos

TRAVÃO ao Alojamento Local

O Alojamento Local, o Uniplaces e a Gentrificação de Lisboa e Porto estão a destruir as cidades

Não aos Serviços de Valor Acrescentado nas Facturas de Comunicações !

Movimento informal de cidadãos contra os abusos dos SVA em facturas de operadores de comunicações

Vizinhos de Alvalade

Movimento informal, inorgânico e não-partidário (nem autárquico independente) de Vizinhos de Alvalade

anExplica

aprender e aprendendo

Subscrição Pública

Plataforma independente de participação cívica

Rede Vida

Just another WordPress.com weblog

Vizinhos do Areeiro

Movimento informal, inorgânico e não-partidário (nem autárquico independente) de Vizinhos do Areeiro

MDP: Movimento pela Democratização dos Partidos Políticos

Movimento apartidário e transpartidário de reforma da democracia interna nos partidos políticos portugueses

Operadores Marítimo-Turísticos de Cascais

Actividade dos Operadores Marítimo Turísticos de Cascais

MaisLisboa

Núcleo MaisDemocracia.org na Área Metropolitana de Lisboa

THE UNIVERSAL LANGUAGE UNITES AND CREATES EQUALITY

A new world with universal laws to own and to govern all with a universal language, a common civilsation and e-democratic culture.

looking beyond borders

foreign policy and global economy

O Futuro é a Liberdade

Discussões sobre Software Livre e Sociedade

%d bloggers like this: