Daily Archives: 2011/05/17

Quids S23: Quem é este autor de Banda Desenhada?

1. Todos os quids valem um ponto.

2. Os Quids são lançados pela manhã. Entre as 21:00 e as 24:00 (Hora de Lisboa)

3. As pistas só serão dadas à hora de almoço (12:30-14:30) ou mais cedo, se possível. Contudo, nesse período do dia seguinte podem ser dadas várias pistas, desde que pedidas por um (qualquer) dos participantes.

4. Só há quids entre 2ª e 6ª (incluindo feriados). Salvo imprevisto…

5. Os Quids terminam quando um concorrente chegar aos 20 pontos.

6. A qualquer momento, poderão sair “QuidsExtra” de texto ou de imagens, com as mesmas regras dos demais, mas sem limite de dia ou de hora. Estes quids valerão sempre 3 pontos e correrão até que um nickname novo, num IP novo, chegue aos 100% ou se tendo passado mais de 48 horas, ao participante que recolher melhor classificação.

7. É vivamente desencorajado o uso de vários nicknames para o mesmo concorrente, já que desvirtua o espírito do jogo. Lembrem-se que o IP tudo revela…

Anúncios
Categories: Quids S23 | 4 comentários

Catalina Pestana: “Os espetadores de futebol, organizados em seitas, são bandos perigosos, armados e financiados não se sabe por quem”

Catalina Pestana (http://dossiers.publico.pt)

Catalina Pestana (http://dossiers.publico.pt)

“Os espectadores de futebol, organizados em seitas, são bandos perigosos, armados e financiados não se sabe por quem.
Parte da claque do Benfica, seguida em direto por todos os canais, começou a apedrejar a polícia e os órgãos de comunicação social, obrigando uns e outros a recuarem estrategicamente.
Destruíram carros, levantaram a calçada, atiraram garrafas e paralelepípedos, tudo isto de cara descoberta, como se estivessem a exercer um direito cívico.
Algumas dezenas deles podem ser identificados.”
Catalina Pestana
Sol 8 de abril de 2011

Não se sabe quem financia as claques? Ora… Sabe-se e até muito bem: são os Clubes de Futebol que usam as Claques como Guardas Pretorianas para ameaçarem as populações, as polícias e o próprio sistema judicial, como bem se viu no patético (para a Justiça) episódio da detenção do arquipapa negro da Bola, Pinto da Costa.

As claques são impunes. Nas polícias, todos sabem quem eles são, o que fazem, fizeram e farão. Mas também sabem que existem ordens explícitas dos governos civis, do comando e dos presidentes dos clubes para não tocarem na “guarda pretoriana”, porque se o fizerem o presidente do clube aparece em público com duzentas mil câmaras e microfones de televisão a dizer mal do Governo, apelando aos seus seguidores bizantinos fanáticos vermelhos, azuis ou verdes para saírem para a rua, saquearem lojas, arrancarem pavimentos, destruírem propriedade pública e privada e zás, o Governo cai.

Por alguma razão os presidentes dos clubes enquanto estão nesses cargos exibem aquela carta do Monopólio “Pode sair da Prisão” (ver Vale e Azevedo, detido apenas DEPOIS de deixar o Benfica, ou Pinto da Costa, vitalício do FCP só-pelo-sim-pelo-não). A Bola (não confundir com Futebol) está isenta da Lei. Podem saquear, agredir a polícia, roubar, corromper, forçar à construção de estádios faraónicos, pagar ordenados babilónicos sem impostos, podem fazer tudo, que a polícia não lhes pode tocar.

Santa Bola e Boçal País este que deixa que assim seja!

Categories: Futebol e Corrupção, Justiça, Política Nacional, Portugal, Sociedade Portuguesa | 10 comentários

Site no WordPress.com.

Eleitores de Portugal (Associação Cívica)

Associação dedicada à divulgação e promoção da participação eleitoral e política dos cidadãos

Vizinhos em Lisboa

A Vizinhos em Lisboa tem em vista a representação e defesa dos interesses dos moradores residentes nas áreas, freguesias, bairros do concelho de Lisboa nas áreas de planeamento, urbanismo, valorização do património edificado, mobilidade, equipamentos, bem-estar, educação, defesa do património, ambiente e qualidade de vida.

Vizinhos do Areeiro

Núcleo do Areeiro da associação Vizinhos em Lisboa: Movimento de Vizinhos de causas locais e cidadania activa

Vizinhos do Bairro de São Miguel

Movimento informal, inorgânico e não-partidário (nem autárquico independente) de Vizinhos

TRAVÃO ao Alojamento Local

O Alojamento Local, o Uniplaces e a Gentrificação de Lisboa e Porto estão a destruir as cidades

Não aos Serviços de Valor Acrescentado nas Facturas de Comunicações !

Movimento informal de cidadãos contra os abusos dos SVA em facturas de operadores de comunicações

Vizinhos de Alvalade

Movimento informal, inorgânico e não-partidário (nem autárquico independente) de Vizinhos de Alvalade

anExplica

aprender e aprendendo

Subscrição Pública

Plataforma independente de participação cívica

Rede Vida

Just another WordPress.com weblog

Vizinhos do Areeiro

Movimento informal, inorgânico e não-partidário (nem autárquico independente) de Vizinhos do Areeiro

MDP: Movimento pela Democratização dos Partidos Políticos

Movimento apartidário e transpartidário de reforma da democracia interna nos partidos políticos portugueses

Operadores Marítimo-Turísticos de Cascais

Actividade dos Operadores Marítimo Turísticos de Cascais

MaisLisboa

Núcleo MaisDemocracia.org na Área Metropolitana de Lisboa

THE UNIVERSAL LANGUAGE UNITES AND CREATES EQUALITY

A new world with universal laws to own and to govern all with a universal language, a common civilsation and e-democratic culture.

looking beyond borders

foreign policy and global economy

O Futuro é a Liberdade

Discussões sobre Software Livre e Sociedade