Daily Archives: 2011/05/16

Quids S23: Que projeto liderava este homem?

1. Todos os quids valem um ponto.

2. Os Quids são lançados pela manhã. Entre as 21:00 e as 24:00 (Hora de Lisboa)

3. As pistas só serão dadas à hora de almoço (12:30-14:30) ou mais cedo, se possível. Contudo, nesse período do dia seguinte podem ser dadas várias pistas, desde que pedidas por um (qualquer) dos participantes.

4. Só há quids entre 2ª e 6ª (incluindo feriados). Salvo imprevisto…

5. Os Quids terminam quando um concorrente chegar aos 20 pontos.

6. A qualquer momento, poderão sair “QuidsExtra” de texto ou de imagens, com as mesmas regras dos demais, mas sem limite de dia ou de hora. Estes quids valerão sempre 3 pontos e correrão até que um nickname novo, num IP novo, chegue aos 100% ou se tendo passado mais de 48 horas, ao participante que recolher melhor classificação.

7. É vivamente desencorajado o uso de vários nicknames para o mesmo concorrente, já que desvirtua o espírito do jogo. Lembrem-se que o IP tudo revela…

Categories: Quids S23 | 4 comentários

Sarsfield Cabral: “Como o país perdeu competitividade e a economia quase estagnou desde 2000 recorremos ao crédito externo”

Francisco Sarsfield Cabral (http://www.luiscardador.com)

Francisco Sarsfield Cabral (http://www.luiscardador.com)

“Como o país perdeu competitividade e a economia quase estagnou desde 2000 – mas o Estado, as famílias e as empresas continuaram a gastar muito além daquilo que produzíamos – recorremos ao crédito externo, então barato, para cobrir a diferença. Portugal foi o quarto país do mundo que mais se endividou na última década.”
Há 15 anos, o défice externo português era 4.1% do PIB. Em 2000 já ultrapassava os 10% e em 2008 subiu para 12.8%.”

Francisco Sarsfield Cabral
Sol 8 de abril

Numa coisa esta pré-bancarrota e a exigência arrogante por “castigo” imposta pelos líderes europeus será sempre positiva: de uma forma ou de outra: ou porque a torneira do crédito se fechou ou porque o FMI/FEEF exigem uma contenção orçamental draconiana o certo é que estes 10% a mais que gastamos todos os anos em relação ao que produzimos acabaram. É até mais certo que sejamos forçados a reduzir mais do que 10% por ano, já que há que pagar os 507 mil milhões de euros que devemos ao estrangeiro.

A Mal (já que não conseguimos a Bem) vamos ajustar os nossos padrões de consumo às nossas reais (escassas) capacidades de produção nacional. O país – todo ele – tem que aprender a viver com menos 10 a 20% menos do que tem hoje.

Categories: Economia, Política Nacional, Portugal | Deixe um comentário

Site no WordPress.com.

Eleitores de Portugal (Associação Cívica)

Associação dedicada à divulgação e promoção da participação eleitoral e política dos cidadãos

Vizinhos em Lisboa

A Vizinhos em Lisboa tem em vista a representação e defesa dos interesses dos moradores residentes nas áreas, freguesias, bairros do concelho de Lisboa nas áreas de planeamento, urbanismo, valorização do património edificado, mobilidade, equipamentos, bem-estar, educação, defesa do património, ambiente e qualidade de vida.

Vizinhos do Areeiro

Núcleo do Areeiro da associação Vizinhos em Lisboa: Movimento de Vizinhos de causas locais e cidadania activa

Vizinhos do Bairro de São Miguel

Movimento informal, inorgânico e não-partidário (nem autárquico independente) de Vizinhos

TRAVÃO ao Alojamento Local

O Alojamento Local, o Uniplaces e a Gentrificação de Lisboa e Porto estão a destruir as cidades

Não aos Serviços de Valor Acrescentado nas Facturas de Comunicações !

Movimento informal de cidadãos contra os abusos dos SVA em facturas de operadores de comunicações

Vizinhos de Alvalade

Movimento informal, inorgânico e não-partidário (nem autárquico independente) de Vizinhos de Alvalade

anExplica

PEDAÇOS DE SABER

Subscrição Pública

Plataforma independente de participação cívica

Rede Vida

Just another WordPress.com weblog

Vizinhos do Areeiro

Movimento informal, inorgânico e não-partidário (nem autárquico independente) de Vizinhos do Areeiro

MDP: Movimento pela Democratização dos Partidos Políticos

Movimento apartidário e transpartidário de reforma da democracia interna nos partidos políticos portugueses

Operadores Marítimo-Turísticos de Cascais

Actividade dos Operadores Marítimo Turísticos de Cascais

MaisLisboa

Núcleo MaisDemocracia.org na Área Metropolitana de Lisboa

THE UNIVERSAL LANGUAGE UNITES AND CREATES EQUALITY

A new world with universal laws to own and to govern all with a universal language, a common civilsation and e-democratic culture.

looking beyond borders

foreign policy and global economy