Daily Archives: 2011/05/06

Quids S23: Que projeto é este?

1. Todos os quids valem um ponto.

2. Os Quids são lançados pela manhã. Entre as 21:00 e as 24:00 (Hora de Lisboa)

3. As pistas só serão dadas à hora de almoço (12:30-14:30) ou mais cedo, se possível. Contudo, nesse período do dia seguinte podem ser dadas várias pistas, desde que pedidas por um (qualquer) dos participantes.

4. Só há quids entre 2ª e 6ª (incluindo feriados). Salvo imprevisto…

5. Os Quids terminam quando um concorrente chegar aos 20 pontos.

6. A qualquer momento, poderão sair “QuidsExtra” de texto ou de imagens, com as mesmas regras dos demais, mas sem limite de dia ou de hora. Estes quids valerão sempre 3 pontos e correrão até que um nickname novo, num IP novo, chegue aos 100% ou se tendo passado mais de 48 horas, ao participante que recolher melhor classificação.

7. É vivamente desencorajado o uso de vários nicknames para o mesmo concorrente, já que desvirtua o espírito do jogo. Lembrem-se que o IP tudo revela…

Anúncios
Categories: Quids S23 | 13 comentários

O programa FX japonês tem três finalistas: o Boeing F/A-18E/F, o Eurofighter Typhoon e o Lockheed Martin F-35

O programa japonês de substituição dos seus aparelhos de combate, com a designação de “FX” tem agora – finalmente – três concorrentes: o Boeing F/A-18E/F, o Eurofighter Typhoon e o Lockheed Martin F-35.

Havia sinais de que o Japão também gostaria de poder avaliar o Rafale e o F-22, mas algo frustrou as expetativas francesas e o F-22 continua a não ser exportável, segundo desejo expresso do Congresso dos EUA.

O Japão planeia adquirir 50 aviões FX para substituírem a sua frota de aviões McDonnell F-4s e a decisão final deverá estar concluída a tempo de poder estar incluída no orçamento do governo japonês de 2012.

Em termos de decisão, parece haver uma inclinação geral pelo F-35, o avião que mais se aproxima do F-22, o aparelho que segundo várias fontes era o eleito dos militares e políticos japoneses para contrabalançar o desenvolvimento da força aérea chinesa e a ameaça dos mísseis norte-coreanos. Nesta competição, com efeito, o Super Hornet e o Typhoon correm noutro campeonato, favorecidos apenas pelo seu custo inferior… e estando aqui o Typhoon em pior situação já que no Japão não existe a tradição de opção por aviões militares de origem europeia.

Fonte:
http://www.aviationweek.com/aw/generic/story_channel.jsp?channel=defense&id=news/asd/2011/04/20/01.xml

Categories: DefenseNewsPt | Etiquetas: | 3 comentários

As quatro opções de Reestruturação da Dívida de Portugal

http://www.castoncorporateadvisory.in

hwww.castoncorporateadvisory.in

As possibilidades de Portugal reestruturar a sua Dívida são cada vez maiores, e isto apesar de esta não ser a posição dominante entre os “economistas do sistema”.

Um processo destes está muito longe de ser inédito – até na História portuguesa – e não é um mar de rosas. Mas tem grandes vantagens: desde logo, liberta recursos preciosos do pagamento de juros que deixa de ser realizado de forma total ou parcial. Mas, por outro lado, o país perde neste processo credibilidade externa e o financiamento externo torna-se impossível num período que pode estender-se até dez anos. Obviamente, os especuladores também perdem, já que deixam de receber parte ou o todo do seu capital ou juros.

A reestruturação da dívida pode ser realizada por quatro formas, ou em várias combinações destas:

1. A data de vencimento das obrigações pode ser prolongada além da prevista, ou seja, uma obrigação a dez anos será paga a apenas vinte, por exemplo. Assim ganha-se tempo para reunir o valor em dívida… o investidor continua a receber o que emprestou (mais juros), mas recebe-o mais tarde.

2. Como as obrigações do Tesouro pagam cupões anuais (juro) e uma alternativa de reestruturação da dívida passa por reduzir unilateralmente esse juro.

3. Ainda mais radical (e eficaz) seria somar a reestruturação dos juros com o prolongamento do prazo das obrigações do Tesouro… Esta foi a resposta da Argentina em 2001 perante um problema de dívida externa muito semelhante ao nosso, criando então o maior “default” jamais registado (95 mil milhões de dólares). Como resultado, foi excluída até hoje dos mercados financeiros internacionais.

4. Ainda mais radical seria reestruturar a dívida pelo corte no valor nominal da obrigação… Dizendo, por exemplo, que se pagaria apenas 50% (ou menos) da obrigação ficando os especuladores a perder o resto do capital (mais juros) investidos. Esta opção foi a escolhida por vários Estados no século XIX (entre os quais Portugal) e afasta também o país que a escolhe dos mercados financeiros internacionais (como todas as precedentes, de resto), mas tem efeitos dramáticos ação sobre a sua credibilidade.

Fonte:
http://economico.sapo.pt/noticias/saiba-o-que-pode-acontecer-se-portugal-reestruturar-a-sua-divida_116663.html

Categories: Economia, Política Nacional, Portugal | 1 Comentário

Create a free website or blog at WordPress.com.

Eleitores de Portugal (Associação Cívica)

Associação dedicada à divulgação e promoção da participação eleitoral e política dos cidadãos

Vizinhos em Lisboa

A Vizinhos em Lisboa tem em vista a representação e defesa dos interesses dos moradores residentes nas áreas, freguesias, bairros do concelho de Lisboa nas áreas de planeamento, urbanismo, valorização do património edificado, mobilidade, equipamentos, bem-estar, educação, defesa do património, ambiente e qualidade de vida.

Vizinhos do Areeiro

Núcleo do Areeiro da associação Vizinhos em Lisboa: Movimento de Vizinhos de causas locais e cidadania activa

Vizinhos do Bairro de São Miguel

Movimento informal, inorgânico e não-partidário (nem autárquico independente) de Vizinhos

TRAVÃO ao Alojamento Local

O Alojamento Local, o Uniplaces e a Gentrificação de Lisboa e Porto estão a destruir as cidades

Não aos Serviços de Valor Acrescentado nas Facturas de Comunicações !

Movimento informal de cidadãos contra os abusos dos SVA em facturas de operadores de comunicações

Vizinhos de Alvalade

Movimento informal, inorgânico e não-partidário (nem autárquico independente) de Vizinhos de Alvalade

anExplica

aprender e aprendendo

Subscrição Pública

Plataforma independente de participação cívica

Rede Vida

Just another WordPress.com weblog

Vizinhos do Areeiro

Movimento informal, inorgânico e não-partidário (nem autárquico independente) de Vizinhos do Areeiro

MDP: Movimento pela Democratização dos Partidos Políticos

Movimento apartidário e transpartidário de reforma da democracia interna nos partidos políticos portugueses

Operadores Marítimo-Turísticos de Cascais

Actividade dos Operadores Marítimo Turísticos de Cascais

MaisLisboa

Núcleo MaisDemocracia.org na Área Metropolitana de Lisboa

THE UNIVERSAL LANGUAGE UNITES AND CREATES EQUALITY

A new world with universal laws to own and to govern all with a universal language, a common civilsation and e-democratic culture.

looking beyond borders

foreign policy and global economy

O Futuro é a Liberdade

Discussões sobre Software Livre e Sociedade