Daily Archives: 2011/04/26

Quids S23: Em que Estado dos EUA foi tirada esta fotografia?

1. Todos os quids valem um ponto.

2. Os Quids são lançados pela manhã. Entre as 21:00 e as 24:00 (Hora de Lisboa)

3. As pistas só serão dadas à hora de almoço (12:30-14:30) ou mais cedo, se possível. Contudo, nesse período do dia seguinte podem ser dadas várias pistas, desde que pedidas por um (qualquer) dos participantes.

4. Só há quids entre 2ª e 6ª (incluindo feriados). Salvo imprevisto…

5. Os Quids terminam quando um concorrente chegar aos 20 pontos.

6. A qualquer momento, poderão sair “QuidsExtra” de texto ou de imagens, com as mesmas regras dos demais, mas sem limite de dia ou de hora. Estes quids valerão sempre 3 pontos e correrão até que um nickname novo, num IP novo, chegue aos 100% ou se tendo passado mais de 48 horas, ao participante que recolher melhor classificação.

7. É vivamente desencorajado o uso de vários nicknames para o mesmo concorrente, já que desvirtua o espírito do jogo. Lembrem-se que o IP tudo revela…

Anúncios
Categories: Quids S23 | 6 comentários

História da Guiné Bissau (1974-2005)

O primeiro presidente da Guiné-Bissau foi o irmão do carismático líder do PAIGC – Amílcar Cabral – assassinado em circunstâncias ainda hoje parcialmente obscuras mas onde a rivalidade entre caboverdianos e guineenses terá jogado o seu papel. Luís de Almeida Cabral toma posse em Bissau e o país torna-se num regime de partido único de influência soviética assumindo como um dos seus mais importantes objetivos a curto prazo à formação de uma união com as ilhas de Cabo Verde.

O governo do PAIGC é – praticamente desde os primeiros anos – acusado de má gestão e incompetência e as crises alimentares sucedem-se umas atrás das outras, criando grande descontentamento popular. Dando eco à insatisfação das populações, o exército, chefiado por João Bernardo Vieira, faz um golpe de Estado e Luís Cabral é deposto em 1980. A ala caboverdiana dentro do PAIGC sai derrotada e as relações entre as duas nações degradam-se ao ponto de serem formalmente interrompidas e o projeto de fusão política entre Cabo Verde e Guiné-Bissau é formalmente abandonado. Só em 1982 é que as relações diplomáticas entre a Guiné e Cabo Verde são normalizadas. O novo regime assumiu-se como “guineense” e repeliu a “ala caboverdiana” que o tinha dominado durante toda a guerra. O governo guineense é assumido por um Conselho Revolucionário até 1984, ano em que entra em vigor a atual Constituição da República.

Em 1990 arranca o processo de democratização e pluripartidarismo. Um ano depois, o PAIGC consente em concorrer a eleições lado a lado com outros partidos, mas as primeiras eleições multipartidárias só têm lugar em 1994 e mesmo então o PAIGC mantêm-se no poder, graças à maioria dos votos então recolhida. João Bernardo Vieira é o grande vencedor e assume a Presidência da Republica mas em 1998 tem lugar uma revolta militar chefiada pelo general Ansumane Mané que lança o país na guerra civil destruindo (até hoje) muitas infra-estruturas deste país da África lusófona. Apesar de ter pedido e recebido o auxílio dos exércitos da Guiné Conacri e do Senegal, Nino Vieira é forçado a deixar o país e parte para o exílio em Portugal em 1999. Para trás ficou um país destruído e mais largas centenas de mortos. Nesse ano, o líder dos revoltosos, Ansumane Mané entrega provisoriamente a presidência da Guiné a Malam Bacai Sanhá, dirigente do PAIGC que convoca eleições que se realizam em 2000.

Kumba Yalá e o seu “Partido da Renovação Social” (PRS) sagram-se vencedores nas urnas em 2000, esmagando surpreendentemente o PAIGC com uns impressionantes 72%. Kumba Yalá forma um governo de coligação com o partido “Resistência da Guiné-Bissau/Movimento Bafatá” que assume os destinos da Guiné até que em novembro desse ano um grupo de militares ligados ao presidente assassina Ansumane Mané e tenta – sem sucesso – tomar o poder através de um golpe de Estado.

Apenas três anos depois, em 2003, tem lugar nova tentativa de golpe de estado militar, desta feita liderado pelo general Veríssimo Correia Seabra. Kumba Yalá é preso e Henrique Rosa é nomeado provisoriamente como presidente da Guiné Bissau.

As eleições de 2004 dão a vitória ao PAIGC, que preenche 45 dos 100 assentos disponíveis no parlamento guineense. O PRS alcança, por sua vez, 35 lugares. O líder do partido vencedor, Carlos Gomes Júnior assume a função de Primeiro Ministro. Um ano depois, em 2005, as eleições presidenciais são ganhas por Nino Vieira.

Categories: História, Lusofonia, Política Internacional | Etiquetas: | 1 Comentário

Site no WordPress.com.

Eleitores de Portugal (Associação Cívica)

Associação dedicada à divulgação e promoção da participação eleitoral e política dos cidadãos

Vizinhos em Lisboa

A Vizinhos em Lisboa tem em vista a representação e defesa dos interesses dos moradores residentes nas áreas, freguesias, bairros do concelho de Lisboa nas áreas de planeamento, urbanismo, valorização do património edificado, mobilidade, equipamentos, bem-estar, educação, defesa do património, ambiente e qualidade de vida.

Vizinhos do Areeiro

Núcleo do Areeiro da associação Vizinhos em Lisboa: Movimento de Vizinhos de causas locais e cidadania activa

Vizinhos do Bairro de São Miguel

Movimento informal, inorgânico e não-partidário (nem autárquico independente) de Vizinhos

TRAVÃO ao Alojamento Local

O Alojamento Local, o Uniplaces e a Gentrificação de Lisboa e Porto estão a destruir as cidades

Não aos Serviços de Valor Acrescentado nas Facturas de Comunicações !

Movimento informal de cidadãos contra os abusos dos SVA em facturas de operadores de comunicações

Vizinhos de Alvalade

Movimento informal, inorgânico e não-partidário (nem autárquico independente) de Vizinhos de Alvalade

anExplica

aprender e aprendendo

Subscrição Pública

Plataforma independente de participação cívica

Rede Vida

Just another WordPress.com weblog

Vizinhos do Areeiro

Movimento informal, inorgânico e não-partidário (nem autárquico independente) de Vizinhos do Areeiro

MDP: Movimento pela Democratização dos Partidos Políticos

Movimento apartidário e transpartidário de reforma da democracia interna nos partidos políticos portugueses

Operadores Marítimo-Turísticos de Cascais

Actividade dos Operadores Marítimo Turísticos de Cascais

MaisLisboa

Núcleo MaisDemocracia.org na Área Metropolitana de Lisboa

THE UNIVERSAL LANGUAGE UNITES AND CREATES EQUALITY

A new world with universal laws to own and to govern all with a universal language, a common civilsation and e-democratic culture.

looking beyond borders

foreign policy and global economy

O Futuro é a Liberdade

Discussões sobre Software Livre e Sociedade