Paulo Portas: “Alguma coisa está mal quando o presidente da TAP ganha tanto ou mais do que o Presidente dos EUA, quando o governador do Banco de Portugal ganha tanto ou mais do que o Presidente da Reserva Federal”

Paulo Portas (http://diario.iol.pt)

Paulo Portas (http://diario.iol.pt)

“Disse Paulo Portas: “Alguma coisa está mal quando o presidente da TAP ganha tanto ou mais do que o Presidente dos EUA, quando o governador do Banco de Portugal ganha tanto ou mais do que o Presidente da Reserva Federal”. Sim, alguma coisa está mesmo muito mal – e vai continuar assim?
O Bloco de Esquerda, o CDS e o PCP propuseram que os salários dos gestores públicos tivessem como tecto máximo o salário do presidente da República. A proposta foi chumbada na Assembleia da República pelo PS e pelo PSD”
(…)
“O que eles ganham empobrece o país. Antes de mais, empobrece-o moralmente – porque gera um sentimento de injustiça que nao favorece a produtividade nem o crescimento económico”
(…)
“Esta votação conjunta do PS e PSD contra o fim dos privilégios dos seus rapazes revela também a inutilidade de qualquer moção de censura: mudar de Governo não significaria, no essencial, mudança de governação”
Sol
25 de fevereiro de 2011

Sabe-se que 36% do Orçamento de Estado serve para pagar os ordenados da Função Pública. É certo que apenas uma pequena parcela deste valor (financiado hoje em mais de metade pela emissão de Dívida Externa) serve para pagar estes ordenados faraónicos, mas ainda que não seja (unicamente) pela via dos salários dos gestores das empresas públicas que se possam corrigir os graves desequilíbrios das finanças públicas portuguesas, a verdade é que o ajustamento dos seus vencimentos e prémios à realidade financeira atual teria dois efeito: a redução da despesa pública e, sobretudo, o Exemplo da contenção.

Se há disciplina da Arte de Governar que os nossos Rotativistas PS-PSD parecem ter esquecido é a da Arte do Exemplo. Não se podem exigir sacrifícios ao comum da população (via fiscal) e à função pública (via fiscal e redução salarial) sem que estes gestores públicos – provenientes quase todos não sejam nunca sacrificados. Governar pelo Exemplo é sempre Governar Melhor. Por muito que isso contrarie as redes clientelares que orbitam nos ditos “partidos de Poder” que partilham entre si a Partidocracia e repartem este tipo de cargos. E de Maus Exemplos, de gestão e de conduta ética.

Categories: Economia, Política Nacional, Portugal | Deixe um comentário

Navegação de artigos

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

Create a free website or blog at WordPress.com.

Eleitores de Portugal (Associação Cívica)

Associação dedicada à divulgação e promoção da participação eleitoral e política dos cidadãos

Vizinhos em Lisboa

A Vizinhos em Lisboa tem em vista a representação e defesa dos interesses dos moradores residentes nas áreas, freguesias, bairros do concelho de Lisboa nas áreas de planeamento, urbanismo, valorização do património edificado, mobilidade, equipamentos, bem-estar, educação, defesa do património, ambiente e qualidade de vida.

Vizinhos do Areeiro

Núcleo do Areeiro da associação Vizinhos em Lisboa: Movimento de Vizinhos de causas locais e cidadania activa

Vizinhos do Bairro de São Miguel

Movimento informal, inorgânico e não-partidário (nem autárquico independente) de Vizinhos

TRAVÃO ao Alojamento Local

O Alojamento Local, o Uniplaces e a Gentrificação de Lisboa e Porto estão a destruir as cidades

Não aos Serviços de Valor Acrescentado nas Facturas de Comunicações !

Movimento informal de cidadãos contra os abusos dos SVA em facturas de operadores de comunicações

Vizinhos de Alvalade

Movimento informal, inorgânico e não-partidário (nem autárquico independente) de Vizinhos de Alvalade

anExplica

aprender e aprendendo

Subscrição Pública

Plataforma independente de participação cívica

Rede Vida

Just another WordPress.com weblog

Vizinhos do Areeiro

Movimento informal, inorgânico e não-partidário (nem autárquico independente) de Vizinhos do Areeiro

MDP: Movimento pela Democratização dos Partidos Políticos

Movimento apartidário e transpartidário de reforma da democracia interna nos partidos políticos portugueses

Operadores Marítimo-Turísticos de Cascais

Actividade dos Operadores Marítimo Turísticos de Cascais

MaisLisboa

Núcleo MaisDemocracia.org na Área Metropolitana de Lisboa

THE UNIVERSAL LANGUAGE UNITES AND CREATES EQUALITY

A new world with universal laws to own and to govern all with a universal language, a common civilsation and e-democratic culture.

looking beyond borders

foreign policy and global economy

O Futuro é a Liberdade

Discussões sobre Software Livre e Sociedade

%d bloggers like this: