Daily Archives: 2011/03/18

A China vai lançar uma nova missão marciana em 2013

A China vai lançar a sua primeira sonda marciana tão cedo como 2013. Um alto responsável do programa espacial chinês reconheceu Marte como uma prioridade “porque é o planeta de tipo terrestre mais próximo da Terra podendo ter vida ou ser transformado num local habitável”, afirmou Ye Peijian, cientista chefe da divisão de “Exploração do Espaço Profundo”.

A missão marciana de 2013 deverá usar apenas lançadores e tecnologia chinesa sendo construída a partir das sondas lunares da série Chang’e sendo assim muito mais avançada que a primeira expedição marciana, a Yinghuo-1, que deverá ser lançada por um foguetão russo em novembro de 2011. Esta pequena sonda fará a maior parte da sua viagem até Marte agarrada a uma sonda russa, libertando-se apenas quando se aproximar de Marte e estudando então o Espaço e os campos magnéticos nas suas imediações.

Ainda não é conhecido o nome oficial desta primeira (de várias) sondas marcianas chinesas, mas é provável que seja (à semelhança da primeira sonda) Yonghuo…

Fonte:
http://www.chinaview.cn

Categories: China, Ciência e Tecnologia, SpaceNewsPt | Deixe um comentário

Quids S22: Que album de Banda Desenhada é este?

1. Todos os quids valem um ponto.

2. Os Quids são lançados pela manhã. Entre as 21:00 e as 24:00 (Hora de Lisboa)

3. As pistas só serão dadas à hora de almoço (12:30-14:30) ou mais cedo, se possível. Contudo, nesse período do dia seguinte podem ser dadas várias pistas, desde que pedidas por um (qualquer) dos participantes.

4. Só há quids entre 2ª e 6ª (incluindo feriados). Salvo imprevisto…

5. Os Quids terminam quando um concorrente chegar aos 20 pontos.

6. A qualquer momento, poderão sair “QuidsExtra” de texto ou de imagens, com as mesmas regras dos demais, mas sem limite de dia ou de hora. Estes quids valerão sempre 3 pontos e correrão até que um nickname novo, num IP novo, chegue aos 100% ou se tendo passado mais de 48 horas, ao participante que recolher melhor classificação.

7. É vivamente desencorajado o uso de vários nicknames para o mesmo concorrente, já que desvirtua o espírito do jogo. Lembrem-se que o IP tudo revela…

Categories: Quids S22 | 5 comentários

Sobre as revelações da Wikileaks sobre os contratos de Defesa de Portugal

F-16 MLU da FAP (http://www.aereo.jor.br)

F-16 MLU da FAP (http://www.aereo.jor.br)

Os telegramas diplomáticos divulgados recentemente pela Wikileaks focam-se nos negócios portugueses de Defesa… e focam-se bem já que revelam que os EUA pensam que o Ministério da Defesa a propósito da compra dos submarinos alemães e das fragatas usadas holandesas foi motivada por um “desejo de ter brinquedos caros”. Quem isto escreveu foi nada menos nada mais do que o próprio embaixador norte-americano em Lisboa Thomas Stephenson, o que indica que não se trata da mera opinião de “um funcionário menor” mas da opinião (qualificada!) do próprio embaixador…
Além dos submarinos, o embaixador questiona também a compra de 39 aviões F-16 uma opção que resultaria mais “de orgulho do que da utilidade” destes meios. O embaixador Thomas Stephenson acrescenta ainda que recursos assim investidos deviam ser dedicados a áreas mais importantes, como “navios para patrulhar a costa”.

Na verdade não há nada a discordar de uma avaliação da política da Defesa nacional que embora tenha sido feita em 2009 permanece infelizmente tão atual como certeira: Portugal tem mais F-16 do que consegue manter no ar (não tendo de resto ainda instalado em todos o upgrade MLU), não precisa de dois submarinos AIP (mais do que precisa de meios de superfície) e é duvidoso que as fragatas ex-holandesas sejam um bom negócio, especialmente se custaram mesmo o dobro da alternativa “made in USA”, como indica o telegrama do embaixador.

Basicamente tudo está certo e neste telegrama o embaixador dos EUA em Lisboa reflete um conhecimento mais profundo e inteligente das necessidades de Defesa de Portugal do que qualquer um dos ministros da Defesa que passaram pelo Governo nos últimos 20 anos. E isso é triste e expõe claramente a fibra, a visão e capacidade de liderança dos políticos que os portugueses têm deixado governar.

Fonte:
http://mobile.economico.pt/noticias/defesa-movese-pelo-desejo-de-ter-brinquedos-caros_112103.html

Categories: DefenseNewsPt, Defesa Nacional | 12 comentários

Create a free website or blog at WordPress.com.

Eleitores de Portugal (Associação Cívica)

Associação dedicada à divulgação e promoção da participação eleitoral e política dos cidadãos

Vizinhos em Lisboa

A Vizinhos em Lisboa tem em vista a representação e defesa dos interesses dos moradores residentes nas áreas, freguesias, bairros do concelho de Lisboa nas áreas de planeamento, urbanismo, valorização do património edificado, mobilidade, equipamentos, bem-estar, educação, defesa do património, ambiente e qualidade de vida.

Vizinhos do Areeiro

Núcleo do Areeiro da associação Vizinhos em Lisboa: Movimento de Vizinhos de causas locais e cidadania activa

Vizinhos do Bairro de São Miguel

Movimento informal, inorgânico e não-partidário (nem autárquico independente) de Vizinhos

TRAVÃO ao Alojamento Local

O Alojamento Local, o Uniplaces e a Gentrificação de Lisboa e Porto estão a destruir as cidades

Não aos Serviços de Valor Acrescentado nas Facturas de Comunicações !

Movimento informal de cidadãos contra os abusos dos SVA em facturas de operadores de comunicações

Vizinhos de Alvalade

Movimento informal, inorgânico e não-partidário (nem autárquico independente) de Vizinhos de Alvalade

anExplica

PEDAÇOS DE SABER

Subscrição Pública

Plataforma independente de participação cívica

Rede Vida

Just another WordPress.com weblog

Vizinhos do Areeiro

Movimento informal, inorgânico e não-partidário (nem autárquico independente) de Vizinhos do Areeiro

MDP: Movimento pela Democratização dos Partidos Políticos

Movimento apartidário e transpartidário de reforma da democracia interna nos partidos políticos portugueses

Operadores Marítimo-Turísticos de Cascais

Actividade dos Operadores Marítimo Turísticos de Cascais

MaisLisboa

Núcleo MaisDemocracia.org na Área Metropolitana de Lisboa

THE UNIVERSAL LANGUAGE UNITES AND CREATES EQUALITY

A new world with universal laws to own and to govern all with a universal language, a common civilsation and e-democratic culture.

looking beyond borders

foreign policy and global economy