Daily Archives: 2011/03/13

Sobre o Pré-Sal angolano

“Já há algum tempo que se sabia que Angola se preparava para extrair petróleo do pré-sal. Esta semana, a notícia acabou por ser confirmada pela Sonangol” (…) É uma exploração completamente diferente, envolvendo investimentos maiores e complexidades tecnológicas também muito maiores” (…) O pré-sal é um conjunto de rochas sedimentares, sob a camada de sal, e formou-se em condições paleontológicas especiais no Atlântico Sul. Na costa angolana, localiza-se entre os 2 e os 5 mil metros de profundidade”.
Carlos Ramos
Sol 28 de janeiro de 2011

Depois do Brasil, Angola é o seu país lusófono bafejado pela sorte de um generoso pré-Sal. É certo que os custos da exploração do petróleo a estas profundidades são elevados mas com o petróleo acima dos 100 dólares o barril e isto em plena crise nas economias desenvolvidas, a imparável sede energética da China e da Índia parece certo que Angola manterá um sólido crescimento económico durante as próximas décadas, graças ao Pré-Sal.

São boas notícias para Angola. Mas há que ter sempre no horizonte que – com a notável excepção norueguesa – o petróleo raras vezes trouxe desenvolvimento sustentado e generalizado a um país. Esperemos que com as devidas medidas de Democracia, Educação (e muitos jovens altamente qualificados começam a regressar a Angola) e Distribuição de rendimentos (seguindo o modelo de Lula) Angola se conseguir juntar a esta exclusiva lista de excepções.

Categories: Economia, Lusofonia, Política Internacional | Etiquetas: | 19 comentários

Sinais de que o Exército Afegão começa a ficar capaz de resistir à saída da NATO em 2014?

Exército Afegão (http://www.topnews.in)

Exército Afegão (http://www.topnews.in)

Se a NATO quer mesmo deixar o cenário afegão de uma forma que deixe uma sensação que não possa ser confundida com um sentimento de derrota que possa ser capitalizado e explorado pelos islamitas radicais tem que construir um exército afegão forte, eficaz e suficientemente credível que o substitua quando as forças internacionais retirarem.
A “afeganização” da guerra é assim essencial, não só para que se alcancem os objetivos da intervenção mas para que o país alcance os níveis mínimos de segurança que são necessários para o desenvolvimento económico e social do país.

Desde 2009, o exército afegão cresceu 56% tendo atualmente cerca de 50 mil homens, dos quais 23 mil estão em diversos níveis de treinamento, atualmente. O recrutamento é estável, motivado pelos recentes aumentos de salários e pelo reforço sensível do equipamento e armamento disponíveis. Há sinais encorajadores de que o objetivo de ter um exército capaz de assumir sozinho a luta contra os talibãs em 2014 possa ser alcançado e os mais de 40 mil militares da Coligação possam deixar o país, deixando para trás algo que nunca existiu no Afeganistão: um Estado central forte e eficaz e não uma manta de retalhos governada por senhores da guerra locais mais ou menos dependentes do narco-tráfico. Ou não.

Fonte:
http://www.defencetalk.com/afghan-forces-expand-increase-capabilities-32446/

Categories: DefenseNewsPt, Política Internacional | Etiquetas: | 2 comentários

Create a free website or blog at WordPress.com.

Eleitores de Portugal (Associação Cívica)

Associação dedicada à divulgação e promoção da participação eleitoral e política dos cidadãos

Vizinhos em Lisboa

A Vizinhos em Lisboa tem em vista a representação e defesa dos interesses dos moradores residentes nas áreas, freguesias, bairros do concelho de Lisboa nas áreas de planeamento, urbanismo, valorização do património edificado, mobilidade, equipamentos, bem-estar, educação, defesa do património, ambiente e qualidade de vida.

Vizinhos do Areeiro

Núcleo do Areeiro da associação Vizinhos em Lisboa: Movimento de Vizinhos de causas locais e cidadania activa

Vizinhos do Bairro de São Miguel

Movimento informal, inorgânico e não-partidário (nem autárquico independente) de Vizinhos

TRAVÃO ao Alojamento Local

O Alojamento Local, o Uniplaces e a Gentrificação de Lisboa e Porto estão a destruir as cidades

Não aos Serviços de Valor Acrescentado nas Facturas de Comunicações !

Movimento informal de cidadãos contra os abusos dos SVA em facturas de operadores de comunicações

Vizinhos de Alvalade

Movimento informal, inorgânico e não-partidário (nem autárquico independente) de Vizinhos de Alvalade

anExplica

aprender e aprendendo

Subscrição Pública

Plataforma independente de participação cívica

Rede Vida

Just another WordPress.com weblog

Vizinhos do Areeiro

Movimento informal, inorgânico e não-partidário (nem autárquico independente) de Vizinhos do Areeiro

MDP: Movimento pela Democratização dos Partidos Políticos

Movimento apartidário e transpartidário de reforma da democracia interna nos partidos políticos portugueses

Operadores Marítimo-Turísticos de Cascais

Actividade dos Operadores Marítimo Turísticos de Cascais

MaisLisboa

Núcleo MaisDemocracia.org na Área Metropolitana de Lisboa

THE UNIVERSAL LANGUAGE UNITES AND CREATES EQUALITY

A new world with universal laws to own and to govern all with a universal language, a common civilsation and e-democratic culture.

looking beyond borders

foreign policy and global economy

O Futuro é a Liberdade

Discussões sobre Software Livre e Sociedade