Daily Archives: 2011/03/10

Quids S22: Onde se localizava exatamente este edifício?

1. Todos os quids valem um ponto.

2. Os Quids são lançados pela manhã. Entre as 21:00 e as 24:00 (Hora de Lisboa)

3. As pistas só serão dadas à hora de almoço (12:30-14:30) ou mais cedo, se possível. Contudo, nesse período do dia seguinte podem ser dadas várias pistas, desde que pedidas por um (qualquer) dos participantes.

4. Só há quids entre 2ª e 6ª (incluindo feriados). Salvo imprevisto…

5. Os Quids terminam quando um concorrente chegar aos 20 pontos.

6. A qualquer momento, poderão sair “QuidsExtra” de texto ou de imagens, com as mesmas regras dos demais, mas sem limite de dia ou de hora. Estes quids valerão sempre 3 pontos e correrão até que um nickname novo, num IP novo, chegue aos 100% ou se tendo passado mais de 48 horas, ao participante que recolher melhor classificação.

7. É vivamente desencorajado o uso de vários nicknames para o mesmo concorrente, já que desvirtua o espírito do jogo. Lembrem-se que o IP tudo revela…

Categories: Quids S22 | 11 comentários

“A precarização do trabalho não é um problema exclusivo dos que têm formação superior”

http://21stcenturyapprenticeship.workforce3one.org

21stcenturyapprenticeship.workforce3one.org

“A precarização do trabalho não é um problema exclusivo dos que têm formação superior. É um problema dos jovens e dos que entraram no mundo do trabalho nos últimos anos. Mas os dados do INE não deixam margem para dúvidas: é entre os que saem das universidades e dos institutos politécnicos que os contratos a termo ou recibos verdes mais têm crescido – 129% – em comparação com o crescimento de 5.8% verificado entre os que nas foram além do ensino básico ou secundário.
(…)
“11% dos que terminaram o ensino superior emigraram. O problema é que ao contrário de outros países, os licenciados que imigram para Portugal nas compensam os que saem”

Público 13 fevereiro de 2011

Em primeiro lugar, há que ter noção de que este é um problema global, com especial incidência no mundo desenvolvido e que afeta praticamente todos os países do Ocidente, com especial relevância para aqueles que têm sistemas de educação mais desenvolvidos.

As razões para este fenómeno são – como em todos os fenómenos complexos – múltiplas… Passam por
a. um sistema de Ensino Superior complexo, onde os cursos superiores mais ou menos exóticos, economicamente desadequados ou mesmo completamente inúteis se multiplicam.
b. Bolonha, que forçou os estudantes a cursarem mestrados para não ficarem apenas como “licenciaturas” indesejáveis para o Mercado de Trabalho.
c. Um quadro político que sobrecarrega as empresas com carga fiscal por cada trabalhador que integram no quadro
d. Por uma baixa taxa nacional de Empreendedorismo, crucial já que se sabe que cerca de 80% (nos EUA) dos novos empregos são criados por novas empresas de pequena dimensão.

Há mais razões, mas estas são as principais, na minha perspetiva mas convido todos os frequentadores aqui do Quintus a somarem as vossas razões naquele que – juntamente com o Desemprego Sénior, com mais de 40 anos – é uma das grandes doenças crónicas do Portugal contemporâneo.

Categories: Economia, Política Internacional, Política Nacional | Deixe um comentário

Um motor alternativo para o F-35?

Comparada com a dívida pública dos EUA a dívida de todos os países do sul da Europa é uma autêntica brincadeira… Por isso, o mais dispendioso programa de armamento atualmente em curso nos EUA tem estado sobre um intenso criticismo: o F-35 Joint Strike Fighter.

Teoricamente, o programa seria de facto merecedor de um investimento e de uma despesa extraordinários, já que ambiciona a – nada menos nada mais – a substituir todos os aparelhos da época da Guerra Fria ainda hoje atualmente em uso nos EUA. O aparelho prometia também ser a fonte de divisas que os F-15, F-16 e F-18 representaram (e representam ainda) para os EUA. Estima-se que mais de 100 mil milhões de dólares poderiam ser somados às exportações dos EUA nos próximos anos, com as exportações do F-35.

Mas estas exportações e a própria entrada em produção do aparelho podem estar ameaçadas. Um grupo de Representantes do Congresso está a tentar que a General Electric construa um motor alternativo para o aparelho que possa competir com a atual opção do aparelho, desenvolvida pela Pratt & Whitney. O problema é que a GE perdeu no passado o concurso pelo motor do F-35, mas agora está a pressionar os Representantes dos Estados onde tem fábricas para que seja desenvolvido um segundo motor que possa competir de novo com o Pratt & Whitney. Desenvolver um novo motor, adaptá-lo ao F-35 e fabricar uma segunda variante do aparelho iria fazer disparar os custos de um avião que já não tem um registo de custos muito positivo.

Fonte:
http://www.defpro.com/news/details/22050/

Categories: DefenseNewsPt | Etiquetas: , | 3 comentários

Create a free website or blog at WordPress.com.

Eleitores de Portugal (Associação Cívica)

Associação dedicada à divulgação e promoção da participação eleitoral e política dos cidadãos

Vizinhos em Lisboa

A Vizinhos em Lisboa tem em vista a representação e defesa dos interesses dos moradores residentes nas áreas, freguesias, bairros do concelho de Lisboa nas áreas de planeamento, urbanismo, valorização do património edificado, mobilidade, equipamentos, bem-estar, educação, defesa do património, ambiente e qualidade de vida.

Vizinhos do Areeiro

Núcleo do Areeiro da associação Vizinhos em Lisboa: Movimento de Vizinhos de causas locais e cidadania activa

Vizinhos do Bairro de São Miguel

Movimento informal, inorgânico e não-partidário (nem autárquico independente) de Vizinhos

TRAVÃO ao Alojamento Local

O Alojamento Local, o Uniplaces e a Gentrificação de Lisboa e Porto estão a destruir as cidades

Não aos Serviços de Valor Acrescentado nas Facturas de Comunicações !

Movimento informal de cidadãos contra os abusos dos SVA em facturas de operadores de comunicações

Vizinhos de Alvalade

Movimento informal, inorgânico e não-partidário (nem autárquico independente) de Vizinhos de Alvalade

anExplica

aprender e aprendendo

Subscrição Pública

Plataforma independente de participação cívica

Rede Vida

Just another WordPress.com weblog

Vizinhos do Areeiro

Movimento informal, inorgânico e não-partidário (nem autárquico independente) de Vizinhos do Areeiro

MDP: Movimento pela Democratização dos Partidos Políticos

Movimento apartidário e transpartidário de reforma da democracia interna nos partidos políticos portugueses

Operadores Marítimo-Turísticos de Cascais

Actividade dos Operadores Marítimo Turísticos de Cascais

MaisLisboa

Núcleo MaisDemocracia.org na Área Metropolitana de Lisboa

THE UNIVERSAL LANGUAGE UNITES AND CREATES EQUALITY

A new world with universal laws to own and to govern all with a universal language, a common civilsation and e-democratic culture.

looking beyond borders

foreign policy and global economy

O Futuro é a Liberdade

Discussões sobre Software Livre e Sociedade