Daily Archives: 2011/03/07

Sobre os “hipogeus” dos Açores

Hipogeu de Menorca (http://www.menorcaweb.net)

Hipogeu de Menorca (http://www.menorcaweb.net)

A alegada descoberta de “dezenas de hipogeus” (túmulos escavados na rocha) nos Açores, mais especificamente nas ilhas da Terceira, Flores e Corvo pelo presidente da Associação Portuguesa de Investigação Arqueológica (APIA), Nuno Ribeiro, levanta-nos algumas reservas, especialmente sem o tipo de detalhes que geralmente acompanham este tipo de comunicados.

O arqueólogo (cuja seriedade académica está comprovada pelo inúmeros trabalhos que já apresentou) não apresentou mais elementos além daqueles que surgem nas declarações que agora comentamos mas vai acrescentando que “os hipogeus ainda não foram estudados pela arqueologia” e que os teria encontrado durante uma caminhada, em agosto de 2010, no Corvo e na Terceira.

Não temos elementos quanto aos locais destes achados, se há vestígios de contexto arqueológico ou ossadas dizendo apenas muito laconicamente que “na Terceira tinham surgido vários vestígios”. Segundo o arqueólogo, as estruturas funerárias estão à vista e assemelham-se a construções funerárias gregas ou cartaginesas de há cerca de 2 mil anos atrás.

A associação a que preside (a APIA) pretende realizar aqui trabalhos de prospecção arqueológica financiados pelo governo regional e pelas câmaras municipais envolventes ainda este ano, que poderão confirmar a datacao e a natureza destes achados. Estas declarações foram conhecidas no Congresso XV SOMA 2011, Arqueologia do Mediterrâneo que teve lugar na Universidade de Catânia (Itália).

Em primeiro lugar há que confirmar se se tratam mesmo de sepulturas, e depois, se existem nelas algum tipo de artefactos ou ossadas que as permitam datar… sendo escavadas na pedra, é possível datá-las através da patina do material escavado, se estes materiais datáveis não estiverem presentes (o que depende muito da acidez dos solos…). A serem verdadeiras, poderemos estar perante uma colonização remota do arquipélago que explique a descoberta de moedas cartaginesas num edifício arruinado (e entretanto perdido) junto a uma praia do Corvo que nos é descrita por Damião de Góis… Estes túmulos poderiam ser os destes navegadores perdidos longe de qualquer rota comercial cartaginesa e que talvez tenham aqui chegado em navios que se despedaçaram nas praias.

Fonte:
http://sol.sapo.pt/inicio/Vida/Interior.aspx?content_id=13375

Categories: História, Mitos e Mistérios | Etiquetas: | 14 comentários

Quids S22: Que moeda era esta e para que teria servido?

1. Todos os quids valem um ponto.

2. Os Quids são lançados pela manhã. Entre as 21:00 e as 24:00 (Hora de Lisboa)

3. As pistas só serão dadas à hora de almoço (12:30-14:30) ou mais cedo, se possível. Contudo, nesse período do dia seguinte podem ser dadas várias pistas, desde que pedidas por um (qualquer) dos participantes.

4. Só há quids entre 2ª e 6ª (incluindo feriados). Salvo imprevisto…

5. Os Quids terminam quando um concorrente chegar aos 20 pontos.

6. A qualquer momento, poderão sair “QuidsExtra” de texto ou de imagens, com as mesmas regras dos demais, mas sem limite de dia ou de hora. Estes quids valerão sempre 3 pontos e correrão até que um nickname novo, num IP novo, chegue aos 100% ou se tendo passado mais de 48 horas, ao participante que recolher melhor classificação.

7. É vivamente desencorajado o uso de vários nicknames para o mesmo concorrente, já que desvirtua o espírito do jogo. Lembrem-se que o IP tudo revela…

Categories: Quids S22 | 5 comentários

Create a free website or blog at WordPress.com.

Eleitores de Portugal (Associação Cívica)

Associação dedicada à divulgação e promoção da participação eleitoral e política dos cidadãos

Vizinhos em Lisboa

A Vizinhos em Lisboa tem em vista a representação e defesa dos interesses dos moradores residentes nas áreas, freguesias, bairros do concelho de Lisboa nas áreas de planeamento, urbanismo, valorização do património edificado, mobilidade, equipamentos, bem-estar, educação, defesa do património, ambiente e qualidade de vida.

Vizinhos do Areeiro

Núcleo do Areeiro da associação Vizinhos em Lisboa: Movimento de Vizinhos de causas locais e cidadania activa

Vizinhos do Bairro de São Miguel

Movimento informal, inorgânico e não-partidário (nem autárquico independente) de Vizinhos

TRAVÃO ao Alojamento Local

O Alojamento Local, o Uniplaces e a Gentrificação de Lisboa e Porto estão a destruir as cidades

Não aos Serviços de Valor Acrescentado nas Facturas de Comunicações !

Movimento informal de cidadãos contra os abusos dos SVA em facturas de operadores de comunicações

Vizinhos de Alvalade

Movimento informal, inorgânico e não-partidário (nem autárquico independente) de Vizinhos de Alvalade

anExplica

aprender e aprendendo

Subscrição Pública

Plataforma independente de participação cívica

Rede Vida

Just another WordPress.com weblog

Vizinhos do Areeiro

Movimento informal, inorgânico e não-partidário (nem autárquico independente) de Vizinhos do Areeiro

MDP: Movimento pela Democratização dos Partidos Políticos

Movimento apartidário e transpartidário de reforma da democracia interna nos partidos políticos portugueses

Operadores Marítimo-Turísticos de Cascais

Actividade dos Operadores Marítimo Turísticos de Cascais

MaisLisboa

Núcleo MaisDemocracia.org na Área Metropolitana de Lisboa

THE UNIVERSAL LANGUAGE UNITES AND CREATES EQUALITY

A new world with universal laws to own and to govern all with a universal language, a common civilsation and e-democratic culture.

looking beyond borders

foreign policy and global economy

O Futuro é a Liberdade

Discussões sobre Software Livre e Sociedade