F-35: Continuam os problemas…

Já é certo que o F-35 é uma das armas mais caras de sempre. O avião que foi concebido para substituir a maior parte da frota da USAF  arrisca-se a tornar um autêntico pesadelo em custos, quer pelo disparo dos custos unitários de cada aparelho, quer pelos elevados custos de manutenção que hoje já se podem antever.

Depois de uma sucessão – aparentemente interminável – de aumentos de custos que levaram a estimativa total do programa F-35 até a uns extraordinários 382 biliões de dólares, por 2443 aparelhos. Tal montante, confrontado com um défice orçamental babilónico e uma economia fragilizada, colocam em risco todo o programa e, sobretudo, o número total de aparelhos e, logo, a manutenção dos mesmos níveis de resposta para o aparelho militar dos EUA.
A aparição do novo caça Stealth chinês e os progressos registados com o T-50, o equivalente russo do Raptor, colocam os EUA sob ainda mais pressão. Para responder a estes desafios e para o desafio ainda mais importante que será colocado quando estes aviões de 5a geração começarem a ser vendidos para outros países que têm conflitos com os EUA (como o Irão…) então estes F-35 parecerão demasiados poucos e caros (cada um custará mais de 92 milhões de dólares) impossibilitando que mais sejam construídos para responder a estes desafios chineses e russos.

Robert Gates, o Secretário de Defesa dos EUA, já avisou a Lockheed Martin que “a cultura de dinheiro infinito tem que ser substituída por uma cultura de contenção”. Gates chegou mesmo ao ponto de ameaçar cancelar completamente a versão de descolagem vertical, colocando em risco os 449 aparelhos desta versão que deveriam ser entregues até 2016. Outra alteração ao programa poderá ser o desenvolvimento de um novo motor, se a Pratt & Whitney não conseguir resolver os problemas atualmente existentes.

No global, contudo, e tendo em conta a extraordinária quantidade de dinheiro já investido e o facto de existirem parceiros e clientes internacionais confirmados é hoje impossível cancelar totalmente o programa, razão pela qual o avião deverá mesmo assumir o papel central na USAF nas próximas décadas. Apesar de todos os custos e do aparente descontrolo dos mesmos… e de começarem a surgir aparelhos que – pelo menos no papel – lhe são superiores, como o russo Sukhoi T-50 e o J-20 chinês.

Fonte:
http://www.spacemart.com/reports/F-35_looking_more_like_white_elephant_999.html

Anúncios
Categories: DefenseNewsPt, Política Internacional | Etiquetas: , | 2 comentários

Navegação de artigos

2 thoughts on “F-35: Continuam os problemas…

  1. Pingback: F-35: Continuam os problemas… | TravelSquare

  2. Otus scops

    “o T-50, o equivalente russo do Raptor,”
    será tão equivalente??? e já voa para combater como o F-22???

    o F-35 que referes é a versão “B”, a “A” e a “C” continuam normalmente, mas é uma máquina espectacular e de concepção revolucionária, admite. só os americanos para a conceberem e desenvolverem!

    “e de começarem a surgir aparelhos que – pelo menos no papel – lhe são superiores, como o russo Sukhoi T-50 e o J-20 chinês.”
    esta comparação não é correcta, quanto muito o T-50 e o J-20 são para combater o F-22, uma espécie de F-15, caças de alto desempenho e superioridade aérea. o F-35 assemelha-se mais ao F-16/F-18 caças multimissão de grande volume de produção.
    mas uma coisa é certa, o F-22 já é operacional com doutrina consolidada e o F-35 sairá primeiro que os T-50 e J-20.

    agora “…confrontado com um défice orçamental babilónico e uma economia fragilizada,…” tens toda a razão, os EUA estão a exagerar à muito. o maior perigo da Humanidade é esse diabólico Complexo Industrial Militar no Pentágono…

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

Create a free website or blog at WordPress.com.

Eleitores de Portugal (Associação Cívica)

Associação dedicada à divulgação e promoção da participação eleitoral e política dos cidadãos

Vizinhos em Lisboa

A Vizinhos em Lisboa tem em vista a representação e defesa dos interesses dos moradores residentes nas áreas, freguesias, bairros do concelho de Lisboa nas áreas de planeamento, urbanismo, valorização do património edificado, mobilidade, equipamentos, bem-estar, educação, defesa do património, ambiente e qualidade de vida.

Vizinhos do Areeiro

Núcleo do Areeiro da associação Vizinhos em Lisboa: Movimento de Vizinhos de causas locais e cidadania activa

Vizinhos do Bairro de São Miguel

Movimento informal, inorgânico e não-partidário (nem autárquico independente) de Vizinhos

TRAVÃO ao Alojamento Local

O Alojamento Local, o Uniplaces e a Gentrificação de Lisboa e Porto estão a destruir as cidades

Não aos Serviços de Valor Acrescentado nas Facturas de Comunicações !

Movimento informal de cidadãos contra os abusos dos SVA em facturas de operadores de comunicações

Vizinhos de Alvalade

Movimento informal, inorgânico e não-partidário (nem autárquico independente) de Vizinhos de Alvalade

anExplica

aprender e aprendendo

Subscrição Pública

Plataforma independente de participação cívica

Rede Vida

Just another WordPress.com weblog

Vizinhos do Areeiro

Movimento informal, inorgânico e não-partidário (nem autárquico independente) de Vizinhos do Areeiro

MDP: Movimento pela Democratização dos Partidos Políticos

Movimento apartidário e transpartidário de reforma da democracia interna nos partidos políticos portugueses

Operadores Marítimo-Turísticos de Cascais

Actividade dos Operadores Marítimo Turísticos de Cascais

MaisLisboa

Núcleo MaisDemocracia.org na Área Metropolitana de Lisboa

THE UNIVERSAL LANGUAGE UNITES AND CREATES EQUALITY

A new world with universal laws to own and to govern all with a universal language, a common civilsation and e-democratic culture.

looking beyond borders

foreign policy and global economy

O Futuro é a Liberdade

Discussões sobre Software Livre e Sociedade

%d bloggers like this: