O falhanço da sonda venusiana japonesa Akatsuki e as consequências para o programa espacial nipónico

O falhanço recente da sonda japonesa Akatsuki em conseguir colocar-se na orbita de Vénus está a levar a uma reavaliação de todo o programa espacial nipónico.

Este falhanço com a Akatsuki em Vénus, segue-se à outra única tentativa nipónica para colocar em orbita uma sonda espacial, a Nozomi, que em 2003 também não conseguiu entrar em órbita de Marte.

O problema com a Akatsuki consistiu na incapacidade da sonda de 300 milhões de dólares em usar os seus foguetes de travagem durante os 12 minutos necessários para entrar em órbita de Vénus, já que funcionaram apenas durante dois minutos e meio. Segundo os sensores na Akatsuki uma quebra de pressão na linha de combustível terá sido a responsável pela interrupção do impulso. A causa desta quebra de pressão é desconhecida.

A próxima tentativa japonesa tem que ser mais conservadora de forma a garantir o sucesso até hoje não alcançado com uma sonda interplanetária. E isto vai influenciar a concepção da próxima sonda japonesa, desta feita para Marte: em vez de uma missão ambiciosa, esta poderá ser bem mais pequena, procurando levar um pequeno lander, ou um pequeno rover até ao solo do Planeta Vermelho e não a missão de grande escala que já se começava a antecipar nos corredores da JAXA, a agência espacial japonesa.

Fonte:
http://www.space-travel.com/reports/Japan_re-thinking_space_plans_999.html

Categories: SpaceNewsPt | Etiquetas: , | Deixe um comentário

Navegação de artigos

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

Create a free website or blog at WordPress.com.

Eleitores de Portugal (Associação Cívica)

Associação dedicada à divulgação e promoção da participação eleitoral e política dos cidadãos

Vizinhos em Lisboa

A Vizinhos em Lisboa tem em vista a representação e defesa dos interesses dos moradores residentes nas áreas, freguesias, bairros do concelho de Lisboa nas áreas de planeamento, urbanismo, valorização do património edificado, mobilidade, equipamentos, bem-estar, educação, defesa do património, ambiente e qualidade de vida.

Vizinhos do Areeiro

Núcleo do Areeiro da associação Vizinhos em Lisboa: Movimento de Vizinhos de causas locais e cidadania activa

Vizinhos do Bairro de São Miguel

Movimento informal, inorgânico e não-partidário (nem autárquico independente) de Vizinhos

TRAVÃO ao Alojamento Local

O Alojamento Local, o Uniplaces e a Gentrificação de Lisboa e Porto estão a destruir as cidades

Não aos Serviços de Valor Acrescentado nas Facturas de Comunicações !

Movimento informal de cidadãos contra os abusos dos SVA em facturas de operadores de comunicações

Vizinhos de Alvalade

Movimento informal, inorgânico e não-partidário (nem autárquico independente) de Vizinhos de Alvalade

anExplica

PEDAÇOS DE SABER

Subscrição Pública

Plataforma independente de participação cívica

Rede Vida

Just another WordPress.com weblog

Vizinhos do Areeiro

Movimento informal, inorgânico e não-partidário (nem autárquico independente) de Vizinhos do Areeiro

MDP: Movimento pela Democratização dos Partidos Políticos

Movimento apartidário e transpartidário de reforma da democracia interna nos partidos políticos portugueses

Operadores Marítimo-Turísticos de Cascais

Actividade dos Operadores Marítimo Turísticos de Cascais

MaisLisboa

Núcleo MaisDemocracia.org na Área Metropolitana de Lisboa

THE UNIVERSAL LANGUAGE UNITES AND CREATES EQUALITY

A new world with universal laws to own and to govern all with a universal language, a common civilsation and e-democratic culture.

looking beyond borders

foreign policy and global economy

<span>%d</span> bloggers like this: