José Lello: Sobre Angela Merkel e as Presidenciais

Entrevista a José Lello
Jornal Sol de 3 de dezembro de 2010

José Lello (http://www.portugalpost.de)
José Lello (www.portugalpost.de)

“Ela (Angela Merkel) olha muito para as questões internas, falta-lhe a visão estratégica que tinha um chanceler Khol. Até porque a Alemanha é a grande beneficiária do euro: com o espaço da zona euro, as exportações francesas cresceram 5%, as espanholas 10%, as alemãs 29%. São os grandes beneficiários e também serão os grandes perdedores em caso de default.”

> Merkel nas passa de um catavento sem imaginação. Ela lê as sondagens que dizem que mais de metade dos alemães preferiam abandonar o Euro (matando-o no processo) e regressarem ao Marco para – em momento pré-eleitoral – procurar cativar votos. Esta visão de curto prazo, castrada e castrante, expõe com clareza a falta de amplitude mental dos atuais “líderes” europeus. Incapazes de perspetivarem para além do limitado horizonte das eleições seguintes, esta Europa definha, malbarata o seu Capital mental angariado durante décadas e caminha a passos largos para o abismo da extinção.

“Cavaco Silva prometeu uma magistratura activa para um próximo mandato. Como é que entende esta expressão?
São palavras. Não estou a vê-lo numa muito activa. Um indivíduo que, quando lhe anunciam o apoio do Eng. Belmiro de Azevedo, a única coisa que diz é que diz é “vou almoçar; tenho muito apetite”… Não estou a vê-lo com grande capacidade de elaboração de teoria política para poder vir a ser muito activo. Acho que vai cumprindo com a formalidade requerida a sua função, mas sem criar nenhum entusiasmo.”

> Precisamente quando Portugal mais precisava de um Presidente Vivo, Ativo e Interveniente eis que o Abstencionismo nos deixou um gestor de Silêncios e Tabus. Um presidente com “p” pequeno que deixa no rosto um sorriso pífio enquanto um presidente estrangeiro derrama a sua arrogância sobre Portugal. Um presidente que consegue o feito de desaparecer durante semanas seguidas, como se se tivesse eclipsado. Um presidente inculto, incapaz de redigir os seus próprios discursos e que confia cegamente na sua numerosa legião de assessores para o aconselharem sobre todas as suas intervenções públicas. Cavaco não foi e não será nunca um Presidente interventivo, simplesmente porque isso não lhe está no temperamento. Pode tentar vender agora essa imagem “comercial”, mas é uma imagem fabricada pelas empresas de

Anúncios
Categories: Política Internacional, Política Nacional, Portugal | Etiquetas: | Deixe um comentário

Navegação de artigos

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

Site no WordPress.com.

Eleitores de Portugal (Associação Cívica)

Associação dedicada à divulgação e promoção da participação eleitoral e política dos cidadãos

Vizinhos em Lisboa

A Vizinhos em Lisboa tem em vista a representação e defesa dos interesses dos moradores residentes nas áreas, freguesias, bairros do concelho de Lisboa nas áreas de planeamento, urbanismo, valorização do património edificado, mobilidade, equipamentos, bem-estar, educação, defesa do património, ambiente e qualidade de vida.

Vizinhos do Areeiro

Núcleo do Areeiro da associação Vizinhos em Lisboa: Movimento de Vizinhos de causas locais e cidadania activa

Vizinhos do Bairro de São Miguel

Movimento informal, inorgânico e não-partidário (nem autárquico independente) de Vizinhos

TRAVÃO ao Alojamento Local

O Alojamento Local, o Uniplaces e a Gentrificação de Lisboa e Porto estão a destruir as cidades

Não aos Serviços de Valor Acrescentado nas Facturas de Comunicações !

Movimento informal de cidadãos contra os abusos dos SVA em facturas de operadores de comunicações

Vizinhos de Alvalade

Movimento informal, inorgânico e não-partidário (nem autárquico independente) de Vizinhos de Alvalade

anExplica

aprender e aprendendo

Subscrição Pública

Plataforma independente de participação cívica

Rede Vida

Just another WordPress.com weblog

Vizinhos do Areeiro

Movimento informal, inorgânico e não-partidário (nem autárquico independente) de Vizinhos do Areeiro

MDP: Movimento pela Democratização dos Partidos Políticos

Movimento apartidário e transpartidário de reforma da democracia interna nos partidos políticos portugueses

Operadores Marítimo-Turísticos de Cascais

Actividade dos Operadores Marítimo Turísticos de Cascais

MaisLisboa

Núcleo MaisDemocracia.org na Área Metropolitana de Lisboa

THE UNIVERSAL LANGUAGE UNITES AND CREATES EQUALITY

A new world with universal laws to own and to govern all with a universal language, a common civilsation and e-democratic culture.

looking beyond borders

foreign policy and global economy

O Futuro é a Liberdade

Discussões sobre Software Livre e Sociedade

%d bloggers like this: